Resenha Histórica: Amor de Redenção

25/02/2015

Resenha feita pela Naiara Pinto.


Califórnia, 1850. Uma época em que os homens vendiam a própria alma por um punhado de ouro e as mulheres vendiam o próprio corpo por um lugar para dormir. Angel aprendeu a não esperar dos homens nada além de traição. Vendida como prostituta ainda criança, a única maneira que ela encontra para sobreviver é mantendo o ódio bem vivo em seu coração. E o que ela mais odeia são os homens que a usaram, deixando-a com um imenso vazio interior. 

Até o dia em que ela conhece Michael Hosea. Um homem que busca o divino em todas as coisas, Michael obedece ao chamado de Deus para que se case com Angel e a ame incondicionalmente. Aos poucos, ele vai conquistando um lugar cada dia maior no coração de sua esposa, que começa a se abrir para ele. 

Mas, com a chegada inesperada desse amor, Angel é invadida por sentimentos arrebatadores de medo e de desprezo por si mesma. E então ela foge, de volta para a escuridão, para longe do amor perseverante de seu marido, morrendo de medo da verdade que ela já não pode negar: sua cura definitiva deve vir daquele que a ama mais até do que Michael... aquele que jamais vai abandoná-la. 

Amor de redenção é um clássico atemporal, uma história transformadora sobre o amor incondicional, redentor e absoluto que está ao alcance de todos nós. 

Amor de Redenção se passa na Califórnia de 1850, mas começa contando a história de Sarah ainda criança. Criada numa casa grande pela mãe, que é mantida por um amante muito rico, vai tendo suas primeiras lições sobre a vida e sobre como os homens podem ser cruéis. Vê sua mãe ser abandonada, tendo que ir morar num lugar pobre, sem condições para nada. Assim ela se envolve com um bêbado e acaba tendo de receber homens em sua casa, para garantir algum sustento.

Em meio a tudo isso, Sarah sofre a chacota das outras pessoas, sem entender os motivos, pois é muito inocente. Vê sua mãe se desgastar até definhar e, enfim, morrer, deixando-a só. É levada então para uma casa de mulheres, onde é recebida por Duke e obrigada, ainda muito cedo, a aprender o ofício de meretriz. Consegue escapar das garras de Duke e parte em condições ruins para Califórnia. Todavia, lá não encontra um destino muito diferente.


Anos se passam. Sarah torna-se Angel, uma mulher bonita e a mais disputada, que vende seu corpo por uma grande quantia de ouro, até que surge em sua vida, Michael, um fazendeiro Cristão que, ao ouvir a voz Deus lhe dizendo para se casar com ela, parte para tentar tirá-la daquela vida.

Meu Deus, eu a amo, mas será que esse sentimento vai ser sempre assim? Como uma dor dentro de mim, que nunca acaba?

Não é uma tarefa fácil, pois Angel carrega muitas magoas, mas Michael não desiste de tentar, mesmo quando sua amada esposa, com medo de seus sentimentos e do amor de Deus que pouco a pouco encontra espaço no seu coração, insiste em regressar à antiga vida.

Sarah, ou Angel, é uma personagem muito bem construída, devido a todos os traumas que passou em sua infância, suas atitudes quando encontra Michael e começa a conhecer um sentimento e a acreditar num Deus a qual ela havia excluído de sua vida, são totalmente justificáveis. Michael é um personagem admirável, compreensivo, amoroso e persistente. Naturalmente tem o seu lado humano e há momentos em que esse lado humano é bem evidente, mas Michael faz de tudo para não deixar que os momentos de raiva destruam os sentimentos que ele tem pela esposa, nem que eles ultrapassem os limites e a magoe. Ele consegue se controlar até mesmo em suas vontades, esperando o momento certo para tocá-la.

Quero encher sua vida de cor e de calor, quero enchê-la de luz.

O que dizer dessa belíssima história e desse lindo casal? Bem, o romance, como muitos devem saber, é baseado no livro da bíblia, Oséias, e é contado de uma forma incrivelmente bela, tendo todos os elementos que prendem o leitor como emoção, amor, sensualidade e uma narrativa intensa e brilhante. Conseguimos perceber que Sarah é a tempestade e Michael o sol; ela está seca de sentimentos, enquanto ele transborda, deixando derramar sobre ela todo o seu amor e ensinando-a que existe um amor ainda maior que aquele que ele sente, e é esse amor que pôde salvá-la de todas as suas angustias e medos.


E é basicamente isso que o livro nos ensina, através desse amor que perdoa, acredita em mudanças e purifica a alma. Amor de Redenção é simplesmente fantástico, não há como não sentir no coração uma estória tão linda e profunda; simplesmente não há como não amar e, mais que tudo, não há como fechar esse livro e não refletir sobre seus personagens, sentir aquela ressaca que faz você viajar na estória ainda por um bom tempo.

Amor de Redenção
Francine Rivers
Verus Editora: Twitter/Facebook

2 comentários:

  1. Oi!

    Super curto histórias que fazem a gente ficar pensando sobre ela mesmo depois de ter acabado a leitura. Acho que essas são as melhores histórias! O romance deve ser incrível mesmo... já até anotei na minha listinha! rs

    Beijos,
    Caroline, do criticandoporai.com.br

    ResponderExcluir
  2. Parece uma belíssima história do casal, realmente.
    Fiquei com vontade de ler e conferir.
    Parece emocionante.
    Adorei a resenha e as fotos

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.