Resenha Hot: O destruidor de Corações - MMA Fighter #1

28/01/2015


Não importava que o árbitro tivesse considerado que aquele tinha sido um golpe limpo. Nico Hunter nunca mais seria o mesmo. Elle tem uma boa vida. Um trabalho que ela ama, um apartamento grande, e o cara que ela está namorando há pouco mais de dois anos é um ótimo partido. Mas sua vida é chata... e ela se esforça para mantê-la assim. Muitas emoções são perigosas. Seu próprio passado é a prova viva do que pode acontecer quando você perde o controle. 

Então Nico entra no escritório de Elle e tudo muda... para ambos. Mas o que o lindo lutador de MMA, tatuado e com um corpo de tirar o fôlego pode ter em comum com uma advogada muito controlada? Muito mais do que eles esperavam. 

A Elle é uma advogada que tem uma vida tranquila e um namoro cômodo com um 'colega' de trabalho. Ela está satisfeita com a calmaria, pois não gosta de emoções ou se envolver. Mas ao ver o lutador de MMA, Nico destruidor de corações Hunter, entrar em seu escritório, ela sabe que com ele as coisas podem ser diferentes, mais vivas. Ela de cara sente uma atração por ele e ela é reciproca. Ela larga o namoro cômodo que tinha e vai em busca de aventuras mais emocionantes. Nico fica encantado com a advogada controladora, ele sabe que debaixo dessa fachada existe uma mulher sensual esperando que o cara certo desperte isso. E ele pretende ser esse cara.

A narrativa do livro alterna em primeira pessoa entre a Elle e o Nico. A Elle é o tipo de mulher que tem medo de se envolver, então ela é mais na dela, cautelosa. Só que na verdade ela tem um motivo para isso que descobrimos mais para o fim do livro. O que é engraçado nela é que a vida sexual da Elle é tão sem graça, que ela se considera praticamente uma virgem. O Nico vem para mudar isso, sendo sensual e charmoso em cada poro do corpo. Mas ele me surpreendeu, porque a gente tem esse julgamento na cabeça e ele se mostra mais do que apenas um cara lindo. Ele tem um coração grande, é familiar e cuida dos amigos.

Deus, o homem é lindo. E não apenas por fora... por dentro também... e ele nem sequer tem que tentar. É apenas quem ele é.


Um ponto que eu gostei muito no livro, foi que ele girar em lutadores de MMA não é um protesto para colocar um cara sarado, lindo e cheio de tatuagens como protagonista (geralmente os lutadores tem esse estereótipo). Temos situações ligadas ao esporte, inclusive o modo como o Nico conhece a Elle; é que ele quer que ela revise um contrato seu de uma marca que o patrocina como lutador. Quando lemos o ponto de vista do Nico, ele explica como funciona a sua alimentação, treinamento, e outros detalhes do MMA. Confesso que não sou uma conhecedora do esporte, nem ao menos assisto, mas foi interessante que o que ele faz fosse inserido na estória, assim como acontece com a Elle. Foi a primeira vez que li um livro sobre MMA.

O livro é hot e existem várias insinuações, linguagem ligada ao sexo e detalhes das cenas. Com a vida amorosa da Elle morna, sem nada de novo a muitos anos, dá para perceber que quando ela e o Nico se encontrarem o negócio será quente. É como se ela redescobrisse o seu corpo e do que gosta. Eu não achei que as cenas são forçadas ou ficaram demais, para mim a autora equilibrou bem o fato do livro ser erótico, mas também um romance, e como tal, existem cenas fofas e outros conflitos não envolvendo sexo. Sobre esses outros conflitos é assim, os dois personagens possuem as suas caveiras no armário. O problema do Nico descobrimos mais rápido que o da Elle, porque o dela é mais sério. Quando os dois ficam a par de tudo, começa a ajuda e a cura de um para o outro e vise versa.


O destruidor de Corações é um romance erótico que difere dos outros pelo esporte que o protagonista pratica, porque de resto é a mesma coisa. O enredo é bacana, a leitura flui e os protagonistas combinam, tem química. O fim ter pulos de tempo entre uma página e outra para avançar na estória do casal me incomodou um pouco, e o fato da autora ter excluído completamente o ex-namorado da Elle depois dele ter feito uma coisa com ela também, ainda mais que os dois eram amigos desde a faculdade. Fora isso a leitura me agradou e quero saber quem será o próximo lutador a ter a sua estória narrada.

*Sendo o primeiro livro da Charme que leio, fiquei surpresa com a qualidade do livro. Geralmente as editoras começam com as folhas brancas e poucos detalhes gráficos, mas O destruidor de Corações tem as folhas amarelas, a capa aveludada e vem com marcador.

Eu nem sabia que estava faltando alguma coisa até que encontrei você, mas agora não sei como consegui passar um dia sem o que você me dá. Você é minha alma gêmea.

O Destruidor de Corações - MMA Fighter # 01
Vi Keeland
Editora Charme: Twitter/Facebook

3 comentários:

  1. Huuuuuum fiquei interessada!
    Qro ler!

    Bjoooooooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oie!
    O livro parece ser interessante e pelo que li de sua resenha consegui comparar um pouco com 50 tons, apesar de não ter um lutador, a personagem da Elle se parece muito com a da Anastácia, por ela ter uma vida sem muitas aventuras no começo e o Christian mudar tudo. Mas adorei a resenha e principalmente o contexto da história, por ter um lutador que torna tudo diferente!!
    Beijos
    focanaluana.blosgpot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Dê,
    Eu estou louca para ler essa série. Ouço maravilhas sobre esses livros da editora Charme, mas infelizmente ainda não li nenhum. Apesar de clichê, sou fã de um livro erótico, especialmente com um bad boy protagonista kkkk Acho que eu nunca canso disso. HAHA' Ótima resenha!

    Beijos,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.