Resenha: Breakable - Contornos do Coração #2

05/01/2015


Landon Lucas Maxfield teve uma infância privilegiada, levando uma vida tranquila com os pais e tendo um futuro promissor à sua frente até que uma tragédia impensável destruiu sua família e o fez duvidar de tudo que um dia pareceu tão certo. Agora um intenso e enigmático homem, Lucas só quer deixar o passado para trás. Quando ele conheceu Jacqueline, foi fácil desejar ser tudo aquilo de que ela precisava. Mas se há uma coisa que a vida lhe ensinou é que a alma é frágil e que todos os seus sonhos podem ser destruídos em um piscar de olhos.

Em Easy conhecemos a estória de Jacqueline e Lucas. Ela, seguindo o namorado e acabando numa faculdade que não queria e sendo vítima de uma tentativa de estupro. Ele, um cara que traz um segredo sombrio e que definiu uma grande parte da sua vida. Em Easy era a Jacqueline quem contou essa estória, em Breakable será Lucas. Para ele, Jacqueline é algo que ele deseja muito, mas que sabe que não pode ter, algo impossível, inatingível. Então quando seus caminhos se cruzam ele não sabe como lidar com ela, na verdade ele sabe, só não pode. Como começar a explicar a destruição que ele é? Como faze-la gostar dele sendo que ele não conseguiu proteger uma das pessoas que mais amava? Como se abrir novamente depois de tantos anos se escondendo? Essas são apenas algumas das questões que Lucas tem que lidar.

Breakable é narrado por dois personagens por assim dizer. Landon no passado e Lucas no presente, presente esse que se passa em Easy. Acho que eu comentei na resenha de Easy que eu tinha gostado muito do livro, mas não tinha amado ele. Na época eu estava lendo muitos new adults e a fórmula da maioria é a mesma, mas lendo Breakable eu pude conhecer melhor o Lucas e acabei gostando mais desse do que do primeiro. O Lucas é um personagem muito sofrido, introspectivo e com um senso de proteção aflorado, devido ao que aconteceu. Já o Landon tem umas partes doce, mas depois tudo se torna complicado e amargo. É difícil para uma criança superar um trauma sem o apoio da família, o que acontece com ele.

Jacqueline Wallace não estava ao meu alcance, e não era da minha conta descobrir e satisfazer suas necessidades.

Quando os autores sabem escrever versões os livros não parecem uma repetição e com Breakable eu senti que realmente foi uma adição ao enredo e não só as mesmas cenas contadas pelo Lucas. O começo dessa adição é a gente ler o passado dele, porque o grande conflito dos dois livros acontece no fim de Easy e sabemos o que aconteceu, mas não com muito detalhes. Provavelmente a autora já tinha em mente escrever esse livro e guardou um pouco das informações. Um ponto interessante é que o conflito foi narrado pelo Landon, mas não tão direto do que na visão da Jacqueline, a gente entende isso melhor lendo. É que como ele não estava na cena a narrativa dele é de fora, então um livro complementou o outro nesse quesito.

O Landon narrando foi mais gostoso de ler para mim, porque foram os passos dele até chegar à Jacqueline, tudo foi novo e deu para entender como ele ficou quando lemos Easy. A autora conseguiu fazer dois personagens diferentes, com linguagens diferente e que depois se convertem em um. Claro, o Lucas já tem 21 e o Landon começa a narrar com 13 anos. A parte do Lucas que narra Easy não é exatamente como o primeiro livro, com os diálogos e as cenas sendo recontados por ele, é mais o que ele sentiu nessas cenas, tanto que quase não temos conversas na parte dele, somente as que são mais importantes. Tanto a parte do Landon quanto a do Lucas tem um pouco de sexo, insinuações e palavrões, o que faz com que esse livro seja um pouco mais hot do que o anterior.

Eu me dei melhor com esse livro porque quase não me lembrava do que acontece em Easy, então tudo o Landon narrou foi novo e o que o Lucas contou eu fui relembrando. Não foi cansativo, não foi mais do mesmo, foi uma ótima lembrança que eu tive. Isso é algo que eu estou recomendando para vocês em versões, não ler seguido para não achar repetitivo. Se você, assim como eu, achava que esse seria o fim da série, estávamos enganados. Nessa semana a autora liberou a capa de um spin-off. Dessa vez quem vai ser o protagonista é o melhor amigo do Lucas, que conhecemos nesse livro, ou seja, leiam na ordem para já ficar por dentro desse personagem, que é boca suja e tem uma estória de vida triste também.

Era uma chama morna no fundo do meu coração, uma esperança de que essa garota de alguma forma tinha nascido para ser minha. E eu para ser dela.

Breakable
Tammara Webber
Verus Editora: Twitter/Facebook

Um comentário:

  1. Gosto bastante de livros ou séries que vão mudando de narrador. Isso da uma amplitude de perspectiva enorme! Achei interessante e bem realista essa história e adorei a resenha.

    Beijinhos,
    http://www.girlbeinggeek.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.