Resenha: Essa garota - Trilogia Slammed #3

19/12/2014


O último volume da série Slammed continua e revisita a história de Will e Layken, cujo amor venceu os mais árduos obstáculos: proibições, impedimentos, ciúme, tragédia. Mas, depois de tudo isso, os dois, agora casados, começam a se sentir seguros do incrível sentimento que os une. Quando em sua lua de mel, Lake quer saber tudo sobre o marido, Will, reticente, desembaraça os nós da própria história. Revisitamos os bons e maus momentos. E aprendemos alguns fatos chocantes... O futuro de Will e Lake agora depende de como os dois lidarão com essas revelações...

E chegou ao fim a minha maratona de Slammed. Durante esta semana fiz resenha dos dois primeiros livros e agora vocês podem ler os meus comentários sobre o último livro da trilogia. Essa garota é nada mais do que o Will narrando os seus pensamentos sobre o que aconteceu em Métrica e Pausa, além de dar alguns vislumbres do futuro deles após um acontecimento especial no fim de Pausa. Não vou dar spoiler de nada nesta resenha, de nenhum dos livros, mas eu sugiro que vocês não leiam a sinopse desse em especial, pois ele revela esse fato que acontece no fim de Pausa. Engraçado que se você ler a sinopse de Pausa, você não pega nada, que é, de fato, a continuação, enquanto esse é um livro apenas de memórias por assim dizer.

Novamente temos o Will narrando e novamente ele vale a leitura do livro. Ele tem um jeito muito cativante de narrar, porque ele é um personagem simpático e encantador. Durante duas resenhas morri de amores por ele e aqui não poderia ser diferente. A Lake continua daquele jeito, meio me irritando e meio me fazendo sentir empatia por ela. E uma coisa que eu não comentei nas outras duas resenhas e fica agora a lembrança, são os personagens secundários. A Eddie é a melhor amiga da Lake e gente, que menina ótima. Sabe aquela pessoa que dá tudo errado, mas tá bem e pensando positivo? É ela. Os irmãos dos dois são garotos legais, o namorado da Eddie e a vizinha deles também.


Algo que senti novamente também foi a não necessidade de ter esse livro. Em Pausa, que é o Will narrando pela primeira vez, ele conta um pouco de como foram as suas impressões sobre algumas situações de Métrica, então já sabemos o que ele achou da Lake, o que mais chamou a atenção dele em relação a ela, como foi difícil a situação envolvendo os pais dele e a mãe dela e por ai vai. Então eu já sabia mais ou menos como ele se sentia em relação a esses assuntos, ler tudo de novo foi mais do mesmo, embora com alguns toques novos. A trilogia tinha que ser apenas um livro um pouco maior do que foi. Pegar o que foi escrito na segunda parte de Pausa, que foi muito bom, e dar um final para tudo, definitivo, mas em apenas um livro.

Para que não fosse tudo uma repetição completa do que aconteceu nos dois primeiros livros, a autora intercalou o Will contando o passado com alguns trechos do presente. O presente deles é o depois do que acontece no fim de Pausa. O livro ficou assim então, a Lake, no presente, pede para o Will narrar o passado, e dai volta para esse tempo e ele narra. A autora teve muita sorte por dois motivos. Primeiro que os personagens são um máximo, então mesmo vendo problemas no enredo eu continuei lendo de boa. E segundo que a escrita dela é gostosa de ler. Quando eu peguei o ritmo de leitura fui de uma vez só e isso em todos os três, não em um ou outro.

Ao ler toda a trilogia, Métrica, para mim, é o melhor e o livro que eu mais recomendo dos três. É onde a estória está bem desenvolvida e onde a ideia é nova. O meu principal problema com os dois últimos foi a repetição, eu li as mesmas cenas duas vezes, quase que seguidas. E isso também me faz pensar que talvez eu não devesse ter lido todos os livros de uma vez. Se eu tivesse distanciado o tempo entre as leituras, esquecido um pouco os detalhes, quem sabe eu não gostasse mais. O Will foi uma doce surpresa e fez o que eu não gostei valer a pena. Com certeza ele entrou na lista de melhores personagens que já li e por ele, e o que acontece em Métrica, fica a minha recomendação. Os personagens, 90%, é o que sustenta tudo, e isso acaba complicado a decisão de não ler o resto.

Eu quero ser sua alma gêmea, mesmo que eu não acredite nelas. 

Essa Garota (Slammed #3)
Colleen Hoover
Editora Galera Record: Twitter/Facebook

4 comentários:

  1. Oi Denise!
    Tenho interesse em ler essa trilogia, mas que pena que ela ficou repetitiva! Tem várias trilogias que eu li que achei que dava para resolver tudo em um livro só... Acho que isso está ficando comum, infelizmente.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  2. Oiee ^^
    Ufa, não li a sinopse *-* só cheguei a ler Métrica, e ameei ♥ mas ainda não comprei Pausa e Essa garota, e não sei se o farei tão cedo *-* passei o olho rapidinho na sua resenha.. Uma pena que seja tão repetitivo *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu li o primeiro livro da série e ainda preciso ler o segundo,ahahaha, mas assim no momento em que minha melhor amiga disse que tinha a ver com poesia, já gamei <3
    A história é perfeita,cara,.

    Quero muito continuar *_*

    amei seu blog e sua resenha,ehehehehe! :)

    beijos
    http://carolhermanas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Denise, apesar de ter muito interesse em ler esta trilogia, ainda não o fiz. Que sabe uma hora dessas consigo uma boa promoção e compro logo os três? Ultimamente os autores raramente estão fazendo um livro só, e isto anda me cansando um pouco. Sinto falta daqueles romances onde em um só livro tudo se resolvia. Estou meio sem paciência para séries e trilogias. Só tenho comprado as que são muito bem recomendadas.
    Bjus.
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.