Resenha: A mariposa no Espelho #1.5

12/11/2014


Os fantásticos acontecimentos de O Lado Mais Sombrio se desenvolvem de maneira surpreendente no conto A Mariposa no Espelho, narrado a partir do ponto de vista de Jeb e Morfeu. Desejando saber mais sobre aquele com quem disputa o amor de Alyssa, Morfeu mergulha fundo nas memórias de Jeb enquanto este permanece preso no País das Maravilhas. Mas o enigmático Morfeu pode encontrar algo com o que não contava. Nessa nova perspectiva da releitura dark e muito intrigante de Alice no País das Maravilhas, você terá uma amostra deliciosa do que está por vir em Atrás do Espelho.

A mariposa no Espelho é um conto que vai entre os livros O lado mais sombrio e Atrás do espelho da autora A. G. Howard, eles fazem parte da trilogia que reconta o clássico Alice no país das maravilhas. Aqui no site tem resenha do primeiro livro e agora que li o conto, em breve terá a resenha do segundo também. Só um aviso, como eu não li o segundo ainda, não sei se faz ou não diferença ler este conto antes ou depois. Sempre recomendo que vocês leiam de acordo com as publicações, porque se não tivesse algo de relevante para se ler antes, ela poderia ter publicado o conto depois. Enfim! O conto está disponível apenas em ebook e é gratuito, possui menos de 100 pgs e dá para ler rapidinho.

O conto é narrado pelo Morfeu e Jeb. Morfeu narra o começo e o fim do conto, enquanto Jeb narra o meio. É possível separar em duas partes sendo que para mim, o foco é mais no Jeb do que no Morfeu. Como disse na resenha de O lado mais sombrio, entre os dois personagens, o Jeb tem uma leve vantagem em relação ao outro por ser mais altruísta e nesse conto isso se solidificou. Não sei se foi intenção da autora, mas esse conto só fez com que o lado vilão e egoísta do Morfeu se sobressaísse, enquanto o lado protetor do outro se revelasse ainda mais. Se as capas forem algum indicio do personagem que vamos conhecer mais, ter mais contato, no segundo o Morfeu será o centro e quem sabe uma reviravolta não aconteça nessa questão de preferência?!!

O romance não era uma coisa justa. E nem era um jogo. Era guerra. E, como em qualquer outro campo de batalha, não lhe cabiam a compaixão e a misericórdia.

Não vou contar as partes do Morfeu para não dar spoiler, mas a parte do Jeb é a visão dele de alguns acontecimentos do primeiro livro. Como o primeiro, e acredito que a trilogia também, é narrado em primeira pessoa, não sabemos o que os outros personagens estão pensando e num livro como este, onde as emoções são levadas ao máximo, seria interessante saber os outros pontos de vista. E o conto vem para sanar isso, nos dando os sentimentos de ambos. O Jeb é muito apaixonado e protetor em relação a Alyssa e tem a cena da cabeça dentro do balde d'água, sem mais detalhes, que sendo explicada por ele foi bem emocionante. Ele abrindo mão de coisas que não poderia voltar atrás, enquanto o Morfeu maquina um jeito de roubar a Alyssa, me balançou.

Eu não entendi porque as pessoas não gostaram do conto. Num primeiro momento ele pode parecer não servir para nada, mas depois que li e analisei com mais calma, percebi que ele antecipa um possível gancho para o segundo. Ainda mais com a capa de quem é. Tirei desse conto que o Morfeu fará de tudo para ficar com a Alyssa e trazê-la de volta para o País das maravilhas. Não sei se estou certa, por isso do aviso que o conto pode ou não ser lido fora de ordem. A autora manteve a mesma linguagem fantástica e para mim foi como se eu estivesse lendo o livro mesmo, então se você gostou do primeiro, recomendo que leia o conto também.

A mariposa no Espelho #1.5
A. G. Howard
Editora Novo Conceito: Twitter/Facebook

Um comentário:

  1. Vou começar falando que sou apaixonada por estas capas, acho todas lindas! Tenho apenas o volume 1, que aliás ainda não li. Não sabia da existência deste conto, mas vou seguir a ordem de leitura.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.