Resenha: Um amor de cinema

17/10/2014


Neste irresistível romance, Kenzi Shaw, uma designer fanática por filmes, é lançada nas águas turbulentas do amor — ao estilo de Hollywood — quando seu lindo ex-namorado lhe propõe uma série de desafios relacionados a comédias românticas para reconquistar seu coração. Que garota não gostaria de vivenciar a cena das compras de Uma linda mulher? É o desafio número dois da lista. Ou tentar fazer os passos de dança de Dirty dancing? É o número cinco. Uma lista, dez momentos românticos de filmes e várias aventuras depois, Kenzi se pergunta: ela deve se casar com o homem que sua família adora ou arriscar tudo por um amor de cinema? 

Kenzi Shaw está naquela fase da vida onde seu relógio biológico a pressiona para casar e ter filhos. Tudo para que isso aconteça está encaminhado, ela é noiva de Bradley a bastante tempo e começou os preparativos para o casamento. Só que o aparecimento repentino do ex vai bagunçar a sua vida toda. Shane foi o seu primeiro amor e esse tipo de coisa a gente nunca esquece, e agora tendo ele tão perto, Kenzi vai começar a questionar se casar com Bradley é o que ela realmente deseja. A volta de Shane traz à tona uma Kenzi menos complicada e mais livre, mais preocupada com o que ela quer e não com o que os outros esperam dela.

Um amor de cinema é narrado pela real e engraçada Kenzi. Essa protagonista foi uma ótima narradora e soube equilibrar bem os toques de drama e comédia. O que eu mais gostei foi do toque real, ela poderia se meter em situações que não conseguiriam ter empatia comigo, mas foi exatamente o contrário, o que acontece com ela poderia acontecer com qualquer mulher, inclusive comigo. A Kenzi é chorona, engraçada, romântica e às vezes explode com algumas pessoas. Ela se vê entre dois caras completamente normais, nada de homens perfeitos. Os dois pisam na bola com a Kenzi e cabe a ela escolher qual deles a fará feliz. Mesmo a sinopse sendo previsível, eu torci pelo Shane.


Vamos lá começar a explicar para vocês porque adorei esse livro. Primeiro, eu estava no momento dele, tinha terminado alguns livros não tão empolgantes e pegar um livro onde a estória deslancha é um alivio. A protagonista estar na mesma fase que eu ajudou na questão da empatia. Eu ainda não tenho 30 anos e nem estou perto de casar, (abapha porque eu to longe disso pra...) mas isso ronda a minha cabeça, a questão de ter uma família. Então eu senti que o livro poderia acontecer comigo, como tem uma situação que já aconteceu. Fora isso os outros personagens são interessantes também. A situação da Kenzi com a família e cunhada me balançaram. Não ter o apoio de algum membro familiar nas coisas que você faz é bem complicado.

Deixei os filmes para falar por último antes da conclusão da resenha. Vocês já devem ter percebido que o livro gira em cinema não? O que acontece é que a Kenzi é uma fanática por comédias românticas e quer viver o que ela vê nesses filmes. Na estória, o Shane propõe para ela um desafio curioso, refazer as cenas de alguns filmes como O casamento do meu melhor amigo, Digam o que quiserem, Simplesmente amor entre outros, no total são 10. A autora usou esses filmes para construir seu enredo, mas não colocou eles aleatoriamente. Ela fundamentou uma grande parte no cinema sim, só que não tudo, tem uma parte, situações envolvendo outros personagens, que não é ligada a isso.

Sabe aquele tipo de livro divertido, romântico e gostoso de ler? Então, Um amor de cinema se encaixa nessas três categorias. Foi divertido porque a autora conseguiu tornar tudo real e próximo de mim, além da protagonista se meter em cada uma..., romântico com a encenação de algumas cenas de filmes e gostoso de ler porque eu não conseguia parar de ler. A parte do cinema complementou um enredo clichê e fez toda a diferença. As cenas que envolvem filmes são entrelaçadas ao triangulo do livro e não estão lá jogadas ao acaso. Tive a sensação de que ela construiu a estória encaixando cada cena e vale dizer que ótimos filmes e que ao longo da narrativa outros foram citados também. Terminei de ler querendo ver todos os filmes e desejando que o fim, uma cena muito perfeita, também acontecesse comigo.

*Cenas de alguns filmes citados no livro:

Mensagem para você


Dirty dancing


Uma linda mulher


Um Amor de Cinema
Victoria Van Tiem
Editora Verus: Twitter/Facebook

3 comentários:

  1. Fiquei super interessada no livro parece que vou gostar! A capa é bonita mas há algo na rapariga que eu não gosto... http://diariosdeumadesconhecidacomilona.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, preciso de alguém para me propor um desafio desse! kkk Parece uma história daquelas bem gracinha que serve para ler quando se está light! :D Eu ainda não o conhecia.

    Letras & Versos

    ResponderExcluir
  3. PRECISO desse livro, Denise!!!!
    Vi algumas pessoas dizendo o contrário de você, mas sua resenha foi tão bem fundamentada que eu quero ler e tirar minhas próprias conclusões... tenho certeza de que vou me ver na pele da Kenzi também... só pelos filmes citados! rsrs
    Beijos
    Nica
    http://www.draftsdanica.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.