Lançamento do segundo livro da série The Rusk University da autora Cora Carmack

28/10/2014

Eu acho que comentei isso com vocês no post sobre o livro Inspire da Cora Carmack, mas para os que não se lembram, ou se eu não comentei, eu amei Perdendo-me (estreia dela aqui no Brasil pela Novo Conceito) e tenho acompanhado os livros da autora e as suas redes sociais. Vendo que ela não faz diferença entre blogs que não são americanos/ingleses na hora de fazer parcerias, o site agora divulga as novidades dela.

No post abaixo vocês encontram todas as informações sobre All Broke Down.


O lançamento de All Broke Down pela editora HarperCollins nos EUA é hoje, dia 28, e ele é o segundo da série new adult contemporânea The Rusk University.


Neste segundo livro da série The Rusk University, da autora best-seller do New York Times e EUA Cora Carmack, que começou com All Lined Up, uma jovem descobre que não se pode só lutar por aquilo que você acredita. . . às vezes você tem que lutar por aquilo que ama também. 

Dylan luta por causas perdidas. Provavelmente porque ela costumava ser uma. 

Onde existe um protesto, provavelmente o nome dela estará lá; questões ambientais, direitos civis, corporações e políticos corruptos são apenas alguns exemplos. Quando a sua mais nova causa a coloca na cadeia por uma noite, ela conhece Silas Moore. Ele está em um tipo diferente de luta. E embora seja arrogante e irritante, ela não consegue deixar de ficar fascinada por ele. Ainda lutando por causas perdidas. 

Futebol e problemas são as únicas coisas que vem naturalmente para Silas. E é um problema que o faz ficar ao lada da cela da benfeitora Dylan. Ele conheceu meninas como ela antes - fixadoras, ele os chama -, desesperadas para curar seus danos e fazer com que ele seja o namorado ideal. Mas ele não acha que precisa ser consertado, e definitivamente não precisa de uma namorada que tente mudá-lo. Até que as suas explosões e decisões precipitadas começam a ameaçar a única coisa que ele realmente se importa, seu lugar no time de futebol da Universidade Rusk. Dylan parece a garota perfeita para ajudá-lo. 

Porque Silas Moore precisa de alguma fixação afinal.

.
Disponível na:


Teaser #1:


'Eu vou deixar a minha marca nesse corpo perfeito, abaixo da sua pele, um lugar que você nunca vai poder tirar.'

Trecho:

Eu acho que finalmente entendi. Essa decisão eu vi em seus olhos quando voltei na cozinha. Isso é tudo, e eu estou pronto para ela também. Eu sou apenas uma parte da rebelião que começou hoje mais cedo. Sobre fazer o que ela quer, não o que se espera dela.

"Nós não estamos falando de mim entretanto." ela diz. "Então, você foi se encontrar com o seu amigo e o que aconteceu depois?"

Ela mantém os olhos para baixo, pega a gaze e começa a enrolá-la confortavelmente em torno das minhas juntas, primeiro de um lado e depois do outro.

"Ele disse a coisa errada."

"Que seria...?"

"Dylan." Agora é ela quem está forçando a barra. Eu não quero falar sobre as coisas que envolvem os meus amigos, e tampouco vou falar sobre eles com ela, não importa o quanto ela seja linda.

"Eu vou saber de qualquer jeito. Você ficou louco com o que ele fez, e ele não estava arrependido."

"Esta não é a escola, Pickle. Ele não feriu os meus sentimentos. Ele falou merda sobre coisas que não tinham nada a ver com ele, e isso me deixou puto. Fim. "

"Mas você não acha que essas explosões de raiva que tem não são uma especie de traição na amizade de vocês?"

Ela termina de enrolar a última gaze, mas não afasta as mãos da minha.

"Eu acho que você está me analisando novamente. E tornando as coisas mais complicadas do que realmente são. "

"E eu acho que você é um cara que não gosta de admitir que tem sentimentos." Ela se afasta enquanto fala, me provocando com um sorriso bobo no rosto. Levanto a mão para que eu possa agarrar-lhe o pulso. E com a mão enfaixada em torno de sua cintura, a puxo para mais perto.

"Sinto muitas coisas neste momento."

A provocação para. Ela engole.

"Eu não estava falando sobre esse tipo de sentimento."

Mesmo ela de pé e eu sentado, meus olhos ficam na altura do seu peito. Eu vejo a sua respiração aumentar agora. Eu a quero no meu colo de novo, me ocupando com outra coisa.

"Isso não significa que nós não possamos falar sobre esse tipo de sentimento. Ou experimentar ele."

"A Stella é sua ex?"

Eu tusso, surpreso. Minha garganta torce desconfortavelmente, e isso acaba me fazendo engasgar. Demora até que eu consiga falar.

"Ah, não. Stella e eu nunca namoramos."

"Você..."

"Você nunca fica sem perguntas?"

"Quase nunca." Ela se vira, e seu humor é brincalhão novamente. Eu tento fazer o que quero de maneira mais cuidadosa agora. Se ela quer uma rebelião, eu vou ser o único a dar isso a ela. Eu a quero contra mim, e estou cansado de esperar.

Eu a puxo de maneira que ela fique de frente para mim. Insinuo meus joelhos entre as dela, e seu corpo naturalmente se encaixa, com ela sobre as minhas coxas. Seus lábios se abrem de surpresa, o que indica que fui mais rápido do que ela esperava. Eu a mantenho firme com minhas mãos em sua cintura e digo: 


"Vamos fazer um trato. Um beijo para cada pergunta."

Timidamente, ela coloca as mãos nos meus ombros. Elas descansam lá, quase casualmente. Ela pondera minha oferta, por um momento, e isso me deixa louco já que enquanto faz isso, percebo que nossos quadris estão a centímetros de distância de um encaixe.

"Ok, então. Você..."

Eu a interrompo. "Não tão rápido, Dylan Brenner. Eu já respondi uma pergunta. Temos que resolver isso primeiro."

Eu envolvo a sua trança em volta da minha mão como se estive esperando para fazer isso a noite toda, e a uso para puxar a cabeça dela para trás, apenas o suficiente para que eu possa esmagar a minha boca contra a dela.


E para conhecer o primeiro livro da série, aqui a capa e onde comprar All Lined Up:



Sobre a Cora Carmack:

Cora Carmack é uma escritora de vinte e poucos anos que gosta de escrever sobre vinte e poucas coisas. Ela fez uma infinidade de coisas em sua vida como trabalhar em empregos chatos (lojas), empregos divertidos (trabalhar em um teatro), empregos estressantes (como professora) e o emprego dos sonhos (escritora).

Ela gosta de colocar os seus personagens nas situações mais embaraçosas possíveis, e, em seguida, tenta ajudá-los a conseguir um namorado. Pessoas estranhas precisam de amor também. Seu primeiro livro, Perdendo-me, foi bestseller do New York Times e EUA Today.



Promoção valendo os dois primeiros livros da série autografados!!
 
Promoção valendo os dois primeiros livros da série autografados!!
  
Teaser #2:


'Você vai ter que usar palavras melhores comigo, Pickle. Ou melhor ainda, sem palavras.'

*Tradução feita pelo site Seja Cult.

Um comentário:

  1. Olá Denise tudo bem?

    Não conhecia o livro e nem a autora, mas confesso que não faz o meu estilo de leitura....abraço.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.