Cine Cult: The Rover - A Caçada

04/08/2014



Austrália, em algum momento depois do colapso. É assim que The Rover - A Caçada começa. Em um capitulo qualquer da estória de Eric, esse nome não é pronunciado nem uma vez no filme e eu só fiquei sabendo na pesquisa antes de fazer a resenha, ele tem uma coisa importante sua roubada e para consegui-la de volta, inicia uma caçada acompanhado de Rey, irmão de um dos assaltantes. Isso é resumindo de forma bem simples o ponto de partida do longa, pois muitas nuances são percebidas depois. Eric e Rey não são amigos, muito menos conhecidos, aliás, não existe esse sentimento no filme. Um precisa do outro por motivos práticos, o Eric para conseguir o que foi roubado de volta e Rey para reencontrar seu irmão, que o abandonou quase morrendo.

O que mais chama a atenção no filme é o visual dele. Partes do deserto australiano foram usados nas gravações e tudo é muito sujo, poeirento, e isso tem um sentido. Quem se preocuparia com limpeza quando o seu único ponto é sobreviver um dia de cada vez? Os personagens passam o filme inteiro com uma única roupa e nem vamos entrar nas questões de comida e água porque isso é quase inexistente na narrativa. Outro ponto que chama a atenção é a falta de esperança dos personagens, eles são apáticos e tirando o Rey, ninguém sorri em cena. Isso também tem explicação. A trilha sonora dele não poderia ser alegre, então quando ela aparece é instrumental, tirando a parte que o personagem do Robert tem uma bem atual. A cena dessa música é inusitada.  


O enredo do longa é estranho e é um estranho que em algumas partes é bom e em outras não. O propósito do filme não convence, o porquê da caçada é justificável apenas se você se forçar a acreditar. O fato de ser um mundo onde nada mais importa torna um fato corriqueiro em algo capaz de fazer você matar por isso, e essa é a moral de tudo por assim dizer. Só que como isso foi desenvolvido não encaixou, o filme tem várias partes onde tem algum personagem apenas olhando para o nada e conseguimos entender o que está por trás disso na primeira vez, mas em várias trava o longa e deixa tudo parado. The Rover - A Caçada é melancólico e sujo, isso na questão do visual como disse, e talvez o seu ponto de convencimento seja que não é difícil de imaginar o mundo chegando nesse patamar. E claro que muitos vão dizer que isso já esta acontecendo.

É notório que após o grande sucesso que fez em Crepúsculo, Robert Pattinson esteja querendo se afastar o máximo possível desse esteriótipo. Se com Cosmópolis ele não conseguiu para muitos, com The Rover com certeza ele alcança isso. Sua aparência é quase irreconhecível e seu jeito de falar e andar foi alterado para representar um rapaz com deficiência mental. O sucesso com a saga parece que também alterou a sua escolha de papeis, pelo menos por enquanto. O ator tem investido em filmes que não almejam o grande público, mas que se destacam nas interpretações. Guy Pearce, o outro lado dessa caçada, está impecável. Sustentando o enredo, já que o personagem de Robert só faz sentido por causa do dele, ele soube fazer um homem que não tem mais nada a perder.


O filme num todo pode até não fazer muito sentido, ter os seus problemas no desenrolar do enredo, mas tem atuações maravilhosas. Com direção e roteiro de David Michôd a visão de como seria um mundo depois de um colapso é interessante, só que sem um desenvolvimento que faça tudo se encaixar é só uma ideia legal na cabeça de quem cria. Terminei de ver o filme e achei tudo muito esquisito, depois analisando com calma tudo ficou mais claro, gostei das atuações, mas não do enredo. Outra coisa, não acho que esse é um filme para todo mundo. Por ser indie, pós-apocalíptico e com cenas de violência explicita, ele é para um público bem específico.

Com estreia marcada para quinta, dia 7, The Rover - A Caçada sai pela Vitrine Filmes e será exibido nesses cinemas.



3 comentários:

  1. Oi!
    O filme vai estrear? Vou procurar ver...
    Sua resenha ficou muito bem escrita... mas pelo contexto, não me chamou tanta atenção a história...
    Mas, vale a pena conferir, claro!!! :)
    Bjs, Lu
    http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já curiosa para assistir.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Resumidamente, esse filme parece ser tenso e intenso, rs.
    Eu não gosto muito do Robert Pattinson e saber que ele está no filme diminui um pouco minha vontade de assistir :(
    Mas, ao todo, seria um filme que eu assistiria.
    Beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.