Resenha Hot: Proposta Inconveniente

02/07/2014



Apaixonada pelo capitão Connor Drake, Payton sonha em ser capitã de seu próprio navio. Ela cresceu desejando essa profissão exclusivamente masculina, mas agora deve abdicar disso tudon para conseguir um bom marido. O problema é que Connor só percebe seus sentimentos por Payton na véspera de seu casamento com outra. Quando o barco dos noivos parte rumo às Bahamas, ele é atacado e resta a Payton se infiltrar num navio pirata para salvar a vida do seu amado. A coragem une os dois, e o resgate pode gerar mais frutos do que ela imaginou. 

Proposta Inconveniente acompanha, em terceira pessoa, o casal Payton e Drake. No começo eles não são um casal, longe disso, mas no decorrer do enredo e contando com o fato de Payton correr atrás do que quer, eles acabam se envolvendo. A Payton não é a mocinha padrão de romances, muito masculinizada, ela não é a garota dos babados e frufus, pelo contrário, seu sonho é ser a capitã de um navio. Drake é um mocinho interessante, mas bem tapado. Só foi perceber que a Payton é uma mulher com todas as qualidades de uma, um dia antes de se casar. Por mais que ele não tenha percebido a protagonista antes, ele tem minha simpatia por seu senso de honra e proteção pelos que ama. É daquele que você pode contar em qualquer situação que nunca falta.

Gente, que romance gostoso de ler. Já tinha lido outros livros da autora, igualmente gostosos, mas com este tive um carinho especial por causa da comédia. Ri em várias partes do livro, principalmente com a protagonista. Sabe quando comentamos que tem uma protagonista que não é feminina ou outra que é criada como menino e por isso não se cuida e por ai vai? Com a Payton isso foi levado ao extremo. Logo no começo do livro ficamos sabendo que ela teve que cortar os cabelos bem curtos por causa de piolhos, depois vem os palavrões e o modo nada delicado de agir, sem contar as brigas com os irmãos. Em 90% das situações que envolvem a Payton tem um toque que me fez rir e isso eu só encontrei neste, o que acabou sobressaindo ele em relação aos outros da autora.

Salvara sua vida, o despira, depois lavara sua roupa. Ali estava uma mulher que valia muito mais que seu peso em joias.

O que este tem de diferente também em relação aos outros livros da Patricia é a falta de um romance mais, não meloso, talvez apaixonado. O que eu quero dizer é que não temos cenas muito românticas ou declarações bonitas de amor. Convenhamos, seria estranho para uma mulher que não liga muito para isso estar envolvida em cenas assim. Então, como o amor aparece no livro? Em ações. O casal expressa seu amor protegendo um ao outro, estando ao lado quando um deles precisa, tomando partido quando é necessário. Mais para o fim a gente vê uma ou outra frase, mas no mais são as ações que falam por si. Para mim, isso é o mais importante, as ações, e quando leio nos livros meu conceito por ele já sobe um degrau.

O casal protagonista não é convencional, os dois tem uma diferença de idade e personalidade muito grande. A Payton está entrando na fase jovem agora, enquanto o Drake está saindo. Ela tem muito o que aproveitar e ele já quer se estabilizar. Só que por mais diferentes que eles sejam, existe química no casal. Na verdade a Payton gosta mais do Drake do que visse versa e isso é uma questão que fica na cabeça dela. Eles não se encaixam muito bem, mas funcionam juntos e são muito parceiros. A característica da Meg como Patricia é escrever romances adultos, então este tem cenas de sexo, como os outros, e é algo até bem detalhado. Nado que eu não esteja acostumada de outros livros no mesmo gênero, mas fica o aviso.

Enquanto eu me preparava para escrever esta resenha e pensava no livro, encontrava cada vez mais detalhes novos. Livros sobre piratas e no qual a mulher quer ser a comandante é algo incomum para mim. A protagonista ser tão pouco feminina também. A linguagem dele é tranquila e como a narrativa é conduzida tem momentos de ação, brigas e sexo, ou seja, é um romance histórico muito completo e o melhor, é um livro único. Não tenho ressalvas quanto a recomendar este livro apenas para um determinado grupo de pessoas, acredito que se você gosta de estórias de amor com um pouco de sexo vai gostar. Mesmo que você não goste dessas duas características, vai encontrar algo para te entreter e distrair. Vai por mim, leia!!

 ... era isto - isto, este instante - o que sempre quisera e esperara durante a vida inteira: Connor Drake em seus braços, o coração dele batendo contra o seu... Ela jamais pedira nada além disso.

Proposta Inconveniente
Patricia Cabot
Editora Record: Twitter/Facebook

6 comentários:

  1. Oi Denise,

    Não é o melhor que li da autora como Patricia Cabot, mas é um dos que tem a capa mais bonita =O
    Payton é singela, não cativa muito, mas Drake é encantador! <3

    http://www.viajenaleitura.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Hey
    Ainda não li nenhum dos romances da Meg como Patricia, e esse me interessou bastante. Por causa da protagonista, essa atitude dela que você transmitiu no decorrer da resenha.
    Imagino que há algumas situações engraçadinhas entre os dois, adoro isso.

    bjs e uma ótima quinta
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  3. Oi, Denise
    Ainda nao li a Patricia nem a Meg, hahaha, embora sejam a mesma autora. Sei que como Patricia os livros são romances de época, não é isso?
    Gostei da proposta do livro leve, com romance e situações divertidas. Gosto de rir durante a leitura, dessa pimentinha hot mas com pegada suave. Um livro para entreter, no final das contas. E entre as leituras mais dramáticas - e densas - que faço, é uma ótima opção.
    Dica anotada.
    Beijooo!

    Minhas novas resenhas, livros que amei (adorarei saber a sua opinião):
    Ler para Divertir
    As Meninas que Leem Livros

    ResponderExcluir
  4. Nossa mas que diferente piratas!!!ahahahha Mas nunca li nd da Meg como Patricia, mas como um monte de gente fala bem quero ler logo. Como as cenas de sexo não me deixam tão chocada (só se for um livro que eu não esperava) e dependendo de como é escrita é até bom para o andamento do livro. Adorei a capa também é muito linda.

    Beijos
    http://www.partesdeumdiario.com/

    ResponderExcluir
  5. O primeiro livro que li da Patricia Cabot foi Rosa de Inverno e gostei bastante!! Me deu vontade agora de ler Proposta Inconveniente por causa da sua resenha ahha Esse negócio de navegar, piratas, um toque de comédia, parece ser bem legal!

    Bjinhos!
    Mary
    http://jardim-de-borboletas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Menina, acredita que ainda não li nada da autora? Pois é. Gostei deste enredo, quem sabe não começo por ele.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.