Resenha: Caçadores de Tesouros

16/06/2014



CAÇAR TESOUROS? ENFRENTAR PIRATAS? MOLEZA! ESSA TURMA É RADICAL! Os pais de Bick Kidd são caçadores de tesouros mundialmente famosos, que desapareceram misteriosamente. Agora, Bick e os seus irmãos Beck,Tommy e Tempestade precisam cumprir a última grande missão de seu pai e sua mãe. Mas a vida dos garotos corre perigo agora que eles estão sozinhos no meio do oceano. Junte-se a esta aventura, na mais perigosa e divertida caçada da sua vida! 

Caçadores de Tesouros narra a estória de quatro irmãos Bick, Beck, Tempestade e Tommy que são filhos de um casal famoso de caçadores de tesouros. Em meio a uma tempestade eles perdem o pai e precisam encontrar os tesouros pendentes dele. A aventura começa quando eles descobrem que não vão apenas procurar tesouros, mas que terão de salvar a própria vida, isso porque inimigos de sua família querem os tesouros deles também. Podem quatro crianças se manterem vivas a bordo de um barco enfrentando piratas, surfistas assassinos e figurões que odeiam crianças e animais? É o que descobrimos no decorrer do livro.

Quem narra o livro é o irmão Bick e quem ilustra é a irmã gêmea dele Beck. Logo após eles, tem a irmã Tempestade e o irmão Tommy, ambos mais velhos. Por ser um garoto de 12 anos o narrador e o público a quem se destina o livro, a linguagem dele é infantil e fantasiosa, e acontece também de ser chata em alguns momentos. Os dois gêmeos tem uma tal de tagarelice de gêmeos que é ficarem respondendo um ao outro rápido e perguntas nada a ver, que é legal na primeira vez, mas na quarta, quinta fica desnecessário, porque a gente entende que eles entram em atrito de vez em quando como qualquer irmão. A Tempestade é a mais inteligente do grupo e a que pega as coisas rápido, e o Tommy o que fica mais com o trabalho braçal.

Assim que a leitura começa você percebe que a personalidade dos quatro não é assim por acaso, as aventuras e perigos se moldam por elas, então cada um tem um papel importante num determinado ponto da narrativa. O Tommy por ser o mais forte é aquele que vai lutar, a Tempestade por ser mais inteligente vai tirar eles das enrascadas e assim por diante. O livro tem bastante aventura e tem uma narrativa que segue um propósito, algo que as crianças precisam fazer para concluir uma tarefa. No começo pode parecer só uma enrolação ou que as coisas não estão encaixando direito, mas no fim tudo faz sentido. Esse é o primeiro de uma série e a cada livro as crianças vão resolver um problema até alcançar um objetivo que a gente já sabe qual é neste primeiro.

Eu não tenho costume de ler livros infantis, embora goste deles e do fato de serem leves e bom para aliviar a cabeça. Por ser um livro do Patterson, que eu conheço apenas como autor de romance, fui com a empolgação da diagramação e ilustração e não me decepcionei tanto. Claro que é um livro que peca pelo excesso de infantilidade, onde poderia ter alguns ensinamentos a mais que não apenas a força de manter a família por perto. Eu acredito que as crianças entendem muito mais do que só o obvio e estimular a imaginação e o entendimento é uma forma de aprendizado também. Isso foi o que eu senti falta, mas de resto a leitura foi divertida e sem maiores problemas.

Acredito que a maioria já deve ter visto o livro, mas vale ressaltar a diagramação dele. Caçadores de Tesouros é o segundo livro do selo infantil da Novo Conceito chamado Irado, e ele parece que lançou moda com sua capa dura, pois o depois dele também é assim. O livro tem um espaçamento ótimo e é todo ilustrado, para as crianças é um prato cheio e aqui fica a minha dica. Crianças de 12, 13 anos talvez não gostem tanto por ser um enredo mais fraco, então os mais novos podem aproveitar mais. Por isso, li o livro com a mente aberta e só tirei uma estrela dele pelo enredo por vezes bobo, é como se o autor não acreditasse que as crianças fossem entender algo mais complicado e ficou na superfície. Só que nem por isso deixei de gostar ou de aliviar minha cabeça com ela.

Porque, no fundo do meu coração, eu realmente penso que a mamãe e o papai ainda estão vivos. Na verdade, eles são os dois tesouros no topo da minha lista de caça aos tesouros. 

Caçadores de Tesouros - Caçadores de Tesouros - Livro 01
James Patterson
Editora Novo Conceito (selo Irado) - Twitter/Facebook

5 comentários:

  1. Olá, comprei esse livro hoje.
    Sua resenha só aumentou minha vontade!
    *-*

    http://enquantoestavalendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Estou lendo este, e acho que foi uma das edições mais bonitas já preparadas pela Novo Conceito, o livro ficou simplesmente lindo! Quanto à história é divertida e tudo, mas como você disse, o autor fica na superfície..

    Beijos, Paola
    uma-leitora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Também não tenho o hábito de ler livros infantis, mas de vez em quando acabo encarando algum por causa das minhas afilhadinhas, e tô sempre a procura de títulos legais pra incentivá-las ainda mais a ler. Esse parece uma boa pedida, tá anotado já!

    Beijoos
    https://escolhasliterarias.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Também não costumo ler livros infantis, mas a ideia de caças tesouros, além de ter uma trama mais leve me agrada, já que ele parece ser o livro ideal para entreter.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Denise,

    Terminei de ler esse livro faz alguns dias, gostei demais e concordo cm você em relação as partes infantis demais, mas vale muito a leitura e o livro é muito bonito mesmo, a editora está de parabéns...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.