Resenha: Heaven

18/04/2014



Bethany, um anjo enviado à Terra, e seu namorado mortal, Xavier, foram para o inferno e voltaram. Mas agora seu amor será posto ao seu maior teste até agora, já que eles desafiam a lei Celeste e se casam. Eles não contam aos irmãos arcanjos de Beth, Gabriel e Ivy, mas os anjos saberão em breve, e a punição vem de uma forma aterradora: os Sete, que são desonestos anjos empenhados em manter Beth e Xavier distantes, destruindo Gabriel e Ivy, e escurecendo o poder angelical nos céus. 

A única maneira de Bethany e Xavier poderem fugir dos Sete é esconderem-se a céu aberto, e se misturar com os outros mortais da mesma idade. Gabriel e Ivy os põem na faculdade, onde eles não podem revelar seu relacionamento, e onde ainda há perigo em cada esquina. Será Bethany chamada de volta para o céu - para sempre - e capaz de deixar o amor de sua vida? 

*Esta resenha contem spoilers do livro Halo (Resenha aqui) e Hades (Resenha aqui)*

Como eu coloquei na resenha de Hades que ela poderia ter spoiler de Halo, vou colocar aqui também só a título de estar mesmo, pois não vou fugir da sinopse que já entrega muita coisa. O fato é que eu recomendo que vocês leiam as resenhas depois de terem lido os dois primeiros, pois não vou entregar nada de Heaven, mas posso falar algo de Halo e Hades. Dados os avisos, vamos as considerações sobre o livro final dessa trilogia sobre anjos que é uma das minhas favoritas.

Me lembro que em Hades muito se foi comentado de que a Beth e o Xavier tinham enfrentado o Céu e o Inferno até aquele momento da estória, e esse comentário dava a impressão de que Heaven seria apenas um desfecho banal, sem muita ação e acréscimo de narrativa. Isso esta errado. O primeiro livro é uma apresentação da trilogia, dos personagens e do papel de cada um, a principio, no enredo. O segundo é o casal enfrentando o Inferno e daí temos a autora descrevendo como seria isso para ela e já nos preparando para o final. E por fim temos o terceiro livro, aí sim com o casal batendo de frente com o Céu, que enviou a Beth para a missão de levar a palavra de Deus a uma comunidade e no qual ela se desviou completamente.

Heaven pode ser separado em três partes, a primeira delas é com o casal começando a sofrer as consequências do Céu, a segunda com uma dinâmica muito parecida com o tempo que a Beth passou no Inferno e a terceira com o desfecho. A primeira parte compreende eles na faculdade, que é começo da sinopse, então eles convivem nesse ambiente de estudo e com outros adolescentes chamando a atenção deles e tendo alguns atritos típicos dessa fase. A segunda já é a fuga deles dos Sete, que são os enviados do Céu para separá-los e punir a Beth pelo que ela fez, o desvio da sua missão. E o final é o encerramento dessa estória. Os livros continuam sendo narrados pela Beth e com ela mais madura depois de tudo o que aconteceu nos dois primeiros livros.

Apesar do meu forte elo com a Terra, a verdade era que ainda estava muito presa à vida sobrenatural, e a minha alma - minha essência - não era humana. Era impossível esconder.

Este livro tem pouco mais de 300 pgs, mas para mim poderia ter muito mais. Ele é cheio de informações, ação e tudo acontece muito rápido. Eu lia prendendo a respiração e com a máxima de atenção para não perder nada. Eu gostei porque além de concluir a estória do casal principal, a autora não esqueceu os secundários, Gabe, Ivy e a Molly. Essa última tem um enredo separado, só para ela. A Molly é como se fosse a melhor amiga da Beth e acabou que nesse último ganhou um destaque maior que nos livros anteriores. O desfecho dos outros irmãos foi tranquilo e nada especial, confesso que fiquei um pouco decepcionada pelo Gabe, que é um personagem que eu adorei e para mim, merecia um livro só para ele. Cheguei a questionar a autora sobre isso nas redes sociais e ela deixou em aberto essa possibilidade, mas acho que não vai acontecer.

Como eu suspirei por esse casal e torci para que ficassem juntos vocês nem podem imaginar. Foram quase três livros esperando para que ficassem juntos, sem que uma nuvem da separação pairasse sobre eles. Eles se complementarem tão bem que faz qualquer leitora desejar ter isso na vida real, e não estamos tão longe disso assim, pois a autora não colocou a personalidade deles diferente de qualquer pessoa, então sonhar com isso não é algo que difere da realidade. O Xavier é um garoto tão sensato, e nesse último enredo ele acabou ganhado uma proporção diferente que nos outros, com uma revelação que eu não esperava. Isso alterou um pouco as coisas, mas não a ponto de abalar o amor entre ele e a Beth. Por falar em amor, o incondicional e que passa por tantas provações é o tema central dos livros, utilizando anjos e humanos para mostrá-lo.

Sempre bato na tecla das capas dessa trilogia e na identidade perfeita com os enredos. Essa última deixou todos os fãs desesperados por sugerir algo que realmente acontece e pior, é plausível. Não vou comentar muito para não estragar as coisas, mas eu gostei de como tudo terminou, foi sóbrio e direto. Aliás, eu acho essa trilogia uma das que fazem mais sentido na questão dos anjos e a mais próxima do que a gente esta acostumado. Eles sendo enviados a Terra para nos proteger e guiar nossos passos. São crenças religiosas e que alguns talvez não gostem ou se interessem, mas para mim fez toda a diferença. Fui fisgada pela pureza dos anjos e doçura do Xavier desde o primeiro livro, e ao ler os outros não me decepcionei, por isso recomendo todos fortemente. Algo nessa série vai te pegar, não se preocupe e continuei lendo. Aguardem um vídeo que pretendo fazer recomendo a trilogia e falando mais sobre ela num todo.

No Reino eu existira, mas nunca vivera nele, exatamente. Conhecer Xavier mudou tudo. Ele havia me deixado entrar, havia me amado e cuidado de mim. Nunca se importou com o fato de eu ser diferente e deu vida ao meu mundo apenas com a sua presença.

Heaven - Halo - Livro 3
Alexandra Adornetto
Editora Agir

5 comentários:

  1. Oie Deni
    Eu ali apenas Halo, e como você mencionou que tem spoiler de Hades preferir não ler a resenha, mas assim que ler passo aqui para deixar um comentário melhor. Posso dizer que amei Halo, e foi uma leitura prazerosa.

    Beijos,
    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  2. Denise, você sabe que sou suspeita pra falar dessa serie e concordo com você em gênero numero e grau. Sua resenha ficou excelente. Como voce bem colocou o final do livro é sóbrio, não deixa buracos, como a maioria doa livros da atualidade. Perfeito. É meu livro de serie sobre anjos favorita.

    Beijos, porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Nossa Denise mais que resenha linda, nunca li essa trilogia pois ainda não tive a oportunidade, como eu nunca li ela, eu achei que não ia fazer mal eu ler sua resenha rsrsrsrs. Fiquei curiosa sobre esse Gabe, não sei quem é mais como você disse que ele merece um livro só pra ele, com certeza ele deve ser bom, e por isso eu também já quero rsrsrsrs.

    ResponderExcluir
  4. Oi Deni, tudo bem?

    Já ouvi falar muito bem sobre esse livro, mas nunca parei para realmente ler uma resenha. A premissa parece ser bem interessante. E se a gente lê prendendo a respiração, imagino que a leitura seja realmente excelente. Não sou muito chegada a livros de anjos caídos. Mas acho que vou dar uma chance para esse.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  5. Li a resenha apesar do aviso de spoilers, porque eu comprei os livros faz um tempinho mais por estarem baratinhos do que por qualquer outra coisa e estava bem curiosa de saber se foi uma boa compra. Acho que vou gostar de ler a trilogia.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.