Resenha: A Seleção

07/03/2014


Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças de dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. 

É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha. 

Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes. 

Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar. 

Eu não poderia fazer um resumo melhor do que a sinopse acima, mas vamos lá. A jovem America Singer foi convidada, por assim dizer, para participar de uma seleção, que elegerá a esposa do príncipe de Illéa, o país onde ficava o antigo Estados Unidos nesse mundo da autora Kiera Cass. Trinta e cinco garotas, de várias regiões desse país, foram sorteadas para irem ao castelo e conhecer o príncipe Maxon. Elas participam de algumas provas e aprendem ensinamentos de como ser uma princesa e futuramente, a rainha de Illéa. Quem elimina as garotas é o Maxon, então ele tem contato com essas meninas e vai fazendo as suas escolhas.

A America participa dessa seleção por ver nela a chance de dar uma vida melhor para a família, já que nesse mundo, as pessoas são separadas por castas e quanto maior o seu número, mais dificuldade você passa. Ela é da Cinco, uma artista, o que significa que o dinheiro é pouco, assim como a comida. Participar dessa seleção é a oportunidade de a America ter boas roupas e ficar com a barriga cheia, mas também a fará ficar longe do seu amor de infância, Aspen, que é de uma casta inferior a sua. Quando ela entra nessa seleção, é com a ideia de aproveitar ao máximo as vantagens disso, mas não de se aproximar muito do príncipe, o acaba não acontecendo. O Maxon é diferente do que ela imaginava e ele ganha espaço no seu coração.

Quem narra o livro é a America e fazia muito tempo que eu não lia uma personagem tão legal quanto ela. Esqueçam as mimadas e chatinhas, essa personagem passa longe disso. Sua personalidade tem um traço muito grande na lealdade, tanto com o Aspen quanto com a sua família. Além disso, ela tem bastante fibra ao não se deixar pisar por ser de um casta inferior, o que eu gostei muito. O Aspen foi um personagem que eu adorei também. Pensar mais na America do que nele mesmo me conquistou, eu confesso. Por alguns motivos ele aparece no começo do livro e mais para o fim, sendo que uma participação maior acontecerá nos próximos livros. O Maxon me dividiu entre achar as suas atitudes arrogantes em alguns momentos e fofas em outras, ainda não me conquistou por inteiro.

Maxon, espero que encontre uma pessoa sem a qual não possa viver. Espero muito. E desejo que nunca precise saber como é tentar viver sem ela.

Lendo assim a sinopse e o que escrevi, já fica claro que o livro tem um triangulo amoroso. Só que esse triangulo não se desenvolve um atropelando o outro, cada um tem o seu tempo, o que torna a decisão da America mais complicada. O Aspen faz uma coisinha aí no começo e deixa o espaço aberto para o Maxon, que se encanta por essa menina que tem uma personalidade forte e boas ideias de como lidar com as outras pessoas, principalmente de castas diferentes que a dela. A America fica confusa nesse livro, não sabendo lidar com os sentimentos que surgem pelo príncipe, que ela imaginava ser arrogante, prepotente e metido e esse amor de infância que acaba a decepcionando um pouco. Achei plausível essa confusão e verdadeira, afinal ela está dividia entre dois caras diferente, mas perfeitos para ela.

O que mais me agradou nesse livro foi essa ideia de uma seleção para escolher a futura princesa de uma país. Achei criativo e diferente de tudo o que eu já tinha lido. A Kiera foi esperta, porque ela pegou o sonho que a maioria das meninas teve, ou ainda tem (cof cof cof), e transformou isso numa estória que a gente consegue imaginar como real, por mais longe disso que esteja. A linguajem dele também é interessante. A America narra de um jeito que te cativa, como se ela fosse a sua amiga e tivesse te contando a estória dela e as suas aventuras nessa seleção incrível. Existem descrições de como é o castelo, as roupas, as joias, os banquetes e os personagens, incluindo Aspen e Maxon claro. Ela tem um carinho maior pelo Aspen, então quando descreve ele ou o que eles passaram juntos é mais emotivo, assim como quando ela fala da família.

Preciso dizer que eu amei esse livro e tatuei o nome dele no meu coração? Ou que eu estou arrancando os meus cabelos fio a fio por ter demorando tanto para ler? Falando serio agora (mas também falei antes), foi uma leitura muito gostosa, envolvente e que me deixou ansiosa por mais. Eu quero ler tudo relacionado a esses livros, me inteirar mais sobre esse mundo, os personagens e a vencedora da seleção. Deu para perceber que os livros serão divididos entre as fazes dessa competição, então A Seleção termina até ter um determinado número de participantes, A Elite até outro e por fim o último, que definirá a grande princesa. Estou me segurando para não devorar A Elite, que tenho aqui em casa, mas eu quero ter os livros de contos antes para ler O Príncipe, que vai narrar a versão do Maxon para essa seleção de moças. Leiam esse livro gente, a linguajem dele é muito envolve, assim como o enredo e os personagens, que te cativam desde a primeira parte. É sério, é muito bom.

Quando estamos juntos, não sou uma Cinco e nem você é um Seis. Somos apenas Aspen e America. E não quero nada no mundo a não ser você.

*Que capas lindas, meu Deus. Pessoalmente ainda é mais e todas são perfeitas. E o melhor, a moça da capa é a America e ela também usa um vestido azul muito parecido com esse. Adorei!!

A Seleção - The Selection - Livro 01
Kiera Cass
Editora Seguinte - Twitter/Facebook

14 comentários:

  1. Encostei nesse livro para fazê-lo minha próxima leitura, mas parei porque quero ter A Elite e A Escolha comigo quando for ler. Isso porque parece que todo mundo que termina de ler os livros querem loucamente o próximo sempre. hehe. Adorei a resenha e as capas são realmente ainda mais lindas ao vivo.
    Beijos,K.
    Girl Spoiled
    http://girlspoiled.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Amo distopias e tenho muita vontade de conhecer essa série

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Denise,

    Os livros dessa série estão na minha lista de desejados e só leio resenhas positivas deles, a sua não foi diferente e estou ainda mais curioso.....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu também amo distopias, mas to meio assim de ler. Pois será que esse livro é um livro machista, ou ele ironiza realmente esse tipo de "baile em que o príncipe escolhe sua princesa"? Beijos!!

    http://umamamaeemapuros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Roberta, na verdade nem uma coisa e nem outra. A seleção existe como uma forma de mostrar que qualquer mulher, de qualquer casta, pode ser uma princesa e futuramente rainha. Só basta conquistar o coração do príncipe, o que no decorrer do livro você percebe que é mais que isso, com uma pitada de jogada politica. Espero ter te esclarecido. =)

      Bjs, @dnisin

      Excluir
  5. Too loooouca por esse livro e pelos outros , aff bom demais!!

    maquiagenseseusafins.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Já li os dois primeiros livros dessa trilogia e AMEI, é uma ótima distopia. O último livro "A Escolhida" tem a capa mais bonita de todas, sou apaixonada por ela.
    http://exceptionss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá Denise! O que dizer da Seleção? Eu amo distopias, e essa é tão apaixonante que você não consegue parar de ler.
    Bjs!!
    http://garotacorvo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu também amei esse livro. Alias ainda não achei ninguém que não tenha gostado. Para mim só falta o ultimo e eu vou morrer se a autora fazer o final dela junto com o Aspen.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Eu amei esse livro!!!! As capas são realmente lindas e eu preciso ler A Elite logo!
    Adorei o Maxon, diferente de ti, ele me conquistou por inteiro, haha
    Beijos

    Lara - Magia Literária
    http://www.magialiteraria.com/

    ResponderExcluir
  10. Nossa eu comprei um box na submarino e to louca pra ler o livro e espero sinceramente gostar dele :D pois tem gente que fala mal e tem gente que fala bm que em tu. Mas essa ideia de escolha de uma princesa é tão cool que nem tenho palavras pra descrever. Adorei a resenha.

    Beijos
    http://www.partesdeumdiario.com/

    ResponderExcluir
  11. Eu simplesmente ameiiiiii esse livro!!!! Devorei "A Elite" assim que saiu, e mal posso esperar Maio para ler "A Escolha" rsrs.
    Concordo com tudo que dissesse, a Kiera narra a história como se estivéssemos numa mesma sala, conversando entre amigas.

    Beijos,
    Myris
    http://www.nacabeceiradacama.com.br

    ResponderExcluir
  12. Este foi um dos poucos livros que me surpreenderam no ano passado. Quando comecei a ler não esperava muito dele. Adorei e vou ler os outros volumes.
    Bjs, ROse.

    ResponderExcluir
  13. Não estou curiosa para ler, apesar de sua resenha ser desesperadora. Nossa senhora, você gostou tanto assim desse livro? O.o
    Eu li algumas críticas bem negativas sobre ele e fiquei meio assim pra ler... vou tentar conseguir ele pelo skoob. Vamos ver.

    Beijos, http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.