Resenha Nacional: Firewitch's - O Sétimo Espírito

19/03/2014



Lisa cresceu cercada por livros e sonhos. Aos 16 anos de idade descobre que sua família nunca existiu e que seu mundo não passava de uma dimensão que a protegeu desde criança. Obrigada a retornar para seu verdadeiro mundo, Aragorn, Lisa terá que sobreviver a uma terrível perseguição que custará a vida de sua tutora, Anne. Protegida por Athus, um enviado da Fonte Phoenix para transportá-la de volta ao seu mundo, Lisa embarcará em uma grande aventura que testará todas as suas habilidades mágicas, até então desconhecidas. Separada de seu guardião, a garota contará com a ajuda de Louise, uma brilhante guerreira; 

Dan, um exímio domador do vento; e Zigg e Cliffe, os Pés-Grandes que jamais tomam banho e que são capazes de controlar o elemento terra. Unidos, serão capazes desvendar o segredo do Sétimo Espírito e impedir que o rei dos Carrascos, Malagat, recupere seus poderes e mais uma vez domine os sete reinos de Aragorn. O Sétimo Espírito é o primeiro livro da saga Firewitch's. 

Firewitch's - O Sétimo Espírito vai narrar a estória de Lisa, uma jovem que no seu aniversário de 16 anos descobre que é uma bruxa e que não pertence ao nosso mundo. Ela foi deixada aqui para ser protegida do cruel Malagat, mas agora que seus poderes estão aflorando, Lisa precisa voltar para o seu mundo, Aragorn, e ser treinada pelos guardiões. Na Fonte Phoenix, local do treinamento, Lisa viverá muitas aventuras ao lado de Dan, um futuro cavaleiro, a inteligente Louise e os divertidos Zigg e Cliffe. Mas não só de aventuras boas será a jornada dela, enquanto Lisa se conhece melhor, Malagat tenta de todas as formas se aproximar dela e roubar seus poderes, para novamente ter o domínio de todos os reinos do qual Aragorn faz parte.

A narrativa do livro é feita em terceira pessoa e acompanha a protagonista Lisa, e o meu primeiro problema com o livro começou aí. A Lisa descobre que é uma bruxa, mas não é curiosa em relação a isso, ela faz tudo o que a mandam fazer, ou dizem que é certo para ela, sem questionar. É uma personagem que passa a maior parte do livro apática, somente em alguns momentos ela tem iniciativa e domina a situação. O Dan é outro personagem importante, pois ele é quem toma conta da Lisa, por assim dizer. Não fica claro se eles terão alguma coisa, romanticamente falando, embora fique alguma coisa no ar. Os outros personagens são mais secundários e tem momentos importantes em algumas partes do enredo, fica o meu destaque para os pés-grandes Zigg e Cliffe que dão um ar brincalhão a narrativa.

Não gosto de comparar obras, na verdade é uma coisa que eu não acho bacana de se fazer, mas não tem como eu explicar algumas nunces desse livro sem essas comparações. Quem ler este livro vai ver claramente que o autor tirou inspiração dos livros de Harry Potter para a construção do seu enredo. Não só pelo fato da Lisa se descobrir uma bruxa e ir para uma 'escola' para ser trinada nessa arte, mas também por ter um vilão que provavelmente vai voltar nas continuações e quer matá-la por um motivo em especial. Outra obra que tem uma influência aqui é Senhor dos Anéis. Tem um personagem que lembra muito o Gollum dos livros do Tolkien. O autor tentou se distanciar dessas influências, mas é evidente de onde veio a base que ele tirou para construir esse livro. 

Se não bastassem essas comparações, que às vezes até da para relevar, veio o que para mim foi o ponto mais complicado da narrativa, a falta de detalhes do enredo. O autor criou um mundo novo, personagens, poderes e todo um enredo sem detalhar para o leitor como ele fez isso e porquê. Quando a Lisa se descobre bruxa e vai para Aragorn, é muito superficial as respostas de por que ela foi parar no nosso mundo ou por que ela é tão importante, como o Malagat saiu do poder, a relação da Lisa com antiga Bruxa de Fogo também não fica claro. Então seria mais interesse se o autor se estendesse um pouco no livro para detalhar melhor as questões básicas, já que muitas peguntas ficam em aberto. Não tenho certeza se algumas delas serão respondidas nas continuações.

Não sei se vou acompanhar essa série, e não tenho certeza de quantos livros são, pois mesmo gostando de alguns personagens como o Dan e os pés-grandes, a maior parte do livro não me prendeu. A linguagem e o tema que o autor utilizou nesse livro são interessantes, mas o desenvolvimento ficou abaixo do que eu esperava, e confesso que terminei o livro sem entender algumas pates dele. O livro não é difícil de ler e mesmo com poucos detalhes, dá para visualizar algumas cenas, então só faltou mesmo mais detalhes para que a obra se fizesse mais vista e entendida. Espero que os próximos, se eu decidir continuar a serie, sejam mais detalhistas e me deem a oportunidade de realmente entrar na estória e curtir a leitura.

Você é diferente. Percebi no primeiro momento em que a vi nos braços de sua mãe. Havia um brilho em seu olhar... uma fênix que nunca havia visto antes. Desde aquele dia eu soube que você seria capaz de lutar contra Malagat e seus Carrascos.

Firewitch's - O Sétimo Espírito
Naicon Martins
Editora Selo Jovem - Twitter/Facebook

5 comentários:

  1. Olha querida gostei bastante da sua resenha, até porque estava muito interessada em adquirir esse livro, mas eu ainda não tive a oportunidade. Vi que você gostou da história, mas não foi aquele livro que mexeu realmente com você né? Mas eu gostei de tudo que vc citou sobre a sua leitura. E outra, quando vc disse de comparar com Harry Potter, eu achei até interessante, porque eu adoro. hahahahaha...Mas eu ainda não li o livro e não sei se pensarei igualmente, mas adorei tudo que vc falou. PARABENS querida pelo seu ponto de vista.
    Se cuida e fica com Deus
    bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Denise!

    Eu também li Firewitchs, que foi uma das minhas primeiras leitura do ano. Adquiri meu exemplar pela Amazon, mas olha, confesso que o mais me decepcionou foi a semelhança com HP. Se fosse algo sutil, que mostrasse que foi uma inspiração, eu até relevaria, mas ao me ver o autor praticamente usou tudo do universo da JK, poderes, personagens, monstros, enfim, senti lendo um HP de péssima qualidade... O autor tem potencial, mas precisa encontrar seu caminho, aprofundar sua escrita e criar um mundo só dele. Eu entendo que na maioria das vezes e até hoje em dia, muitos livros são inspirados em outros, mas a semelhança entre Firewitchs e HP é gritante, para mim, foi frustante ler esse livro.

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  3. Apesar dos pontos negativos eu achei o livro interessante, então se surgir uma oportunidade eu vou dar uma conferida na trama.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Hey
    Até achei o enredo interessante, a capa é bonita..
    O ruim é que não sou de ler muito fantásticos haha

    Os detalhes são problema, se coloca demais.. também enjoa, tem que saber dosar e explicar.
    Às vezes ir direto ao ponto, não é a questão.
    Tem que saber dosar mesmo.

    Feliz Dia do Blogueiro
    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bom?
    Gosto de livros sobre bruxas, mas é uma pena que a história não explique algumas coisas. Talvez isso aconteça porque o livro faz parte de uma série.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.