Resenha Hot: A redenção de Gabriel

12/02/2014


Enfim a resenha de um dos livros que eu mais aguardava no começo deste ano. A redenção de Gabriel veio para concluir a trilogia e ao contrário do anterior, eu não tinha a menor ideia da partida dele. Ele também é narrado em terceira pessoa alternando a perspectiva entre o Gabriel e a Julia. A maioria dos personagens que aparecem nos outros livros está aqui, e o enredo deste vai propor novos conflitos para eles. Infelizmente a sinopse dá vários spoilers dos outros livros e por isso eu não coloquei aqui. Nas minhas resenhas, mesmo de continuações, eu não conto pontos importantes do enredo e com esse é da mesma forma. Leiam a resenha tranquilos.

No instante que eu comecei a ler A redenção de Gabriel eu percebi uma coisa importante, ele é um livro independente dos outros dois. Enquanto o primeiro e o segundo precisam um do outro para o leitor entender o enredo, este, se alguém lesse sem ter lido os outros dois entenderia completamente a estória. Mas antes de vocês decidirem que a leitura deste livro não é tão importante assim, vou explicar do que se trata. O julgamento de Gabriel fechou a narrativa, ali tivemos o fim do casal e a resolução dos principais problemas apresentados nos dois livros. A redenção é um livro pós término do segundo, então a leitura dele começa de onde o outro parou, mas ele é apenas uma complementação dos outros, já que é como se fosse uma nova estória.

Os personagens continuam os mesmos e o enredo apresenta o que aconteceu depois que um fato importante acontece no fim do segundo livro. Aqui temos também um conhecimento mais aprofundado sobre os problemas do Gabriel com os pais verdadeiros. Eu senti que o autor, ou autora, quis que o leitor entendesse melhor as motivações dos personagens nos outros livros e explicou tudo o que aconteceu na vida deles. Sem contar que nesse, todos os personagens que apareceram ao logo dos livros tem um final. O que no segundo ficou por alto, aqui foi esclarecido com detalhes. Os acontecimentos que eu achei mais importantes foram os relacionado ao Gabriel, claro. Ele tenta descobrir mais sobre a sua família e acaba resolvendo conflitos que ele achava sem importância, mas que agiam negativamente na vida dele.

As pessoas e as circunstâncias vão conspirar para nos afastar um do outro Julianne. Não podemos permitir isso.

Desde a primeira resenha eu falo para vocês que a minha identificação com essa trilogia foi imensa, porque o ambiente acadêmico me encantou e reflete no momento que estou agora. Nesse em especifico, a Julia não está mais no mestrado, ela avançou nos seus estudos e a obra acompanha isso. Temos alguns debates acadêmicos, palestras da Julia, ela escrevendo a sua tese e o Gabriel aconselhando. Que graça teria ela ser uma estudante e ele um professor se nenhuma cena ligasses esses fatos a vida deles? Nenhuma. Fora que o livro se consolidou encima disso, no fato de a Julia entrar no programa de mestrado onde o Gabriel leciona, e o autor sempre citar esse aspecto do enredo, deixou ele mais verdadeiro para mim.

Dante está novamente aqui para a minha alegria e esse era outro aspecto que não se perdeu nos enredos. Como eu comentei em um dos parágrafos, a Julia avançou nas suas pesquisas e tem uma situação onde ela bate de frente com o Gabriel e eles fazem uma discussão literária muito boa. Tem uma cena também deles visitando os lugares onde o C.S.Lewis visitou, porque a Julia é uma grande fã de As crônicas de Nárnia. Desde o primeiro eu fiquei louca para ler os livros que a obra cita e eu adoro o fato deles comentarem sobre outras livros e te instigar a lê-los também. O livro continua sendo hot e as cenas de sexo continuam não sendo tão detalhadas quanto outros livros do gênero, mas não deixa de ter insinuações e palavras ligadas a esses atos. Até na hora de fazer sexo eles são literários gente, as salas de museus onde as pituras que retaram as obras de Dante estão expostas que o diga.

A trilogia foi ótima no meu ponto de vista. Gostei de todos os livros e não me lembro se nas outras resenhas escolhi um ou outro, mas hoje, fazendo uma análise geral de tudo, os três foram 5 estrelas e não tenho um preferido. Não senti a queda do primeiro para o segundo que alguns comentaram, e achei o enredo muito coerente nos três e com um ponto importantíssimo, não tem encheção de páginas. Consegui ver sentido em tudo, inclusive nesse livro que vem para complementar as estórias dos personagens e nos fazer entendê-los melhor. O final também foi satisfatório e super fofo. Outra coisa que sempre me agrada é quando o título faz sentido com a narrativa e com todos os livros foi assim. Com esse o Gabriel teve o seu final feliz, a sua redenção nos braços da Beatriz que ele tanto procurava.

- Seu amor me dá coragem.
- Que bom, porque vou continuar amando você. Para sempre.

*Já escutei rumores de que o autor, ou autora, vai escrever um livro, ou uma série, sobrenatural. Espero que venha coisa boa por ai e que me envolva da mesma forma que essa trilogia.

A Redenção de Gabriel - Gabriel's Inferno - Livro 3
Sylvain Reynard
Editora Arqueiro - Twitter/Facebook

2 comentários:

  1. Dê, eu amo suas resenhas e você sabe disso. Cara, você tem uma puta argumentação, tanto que tá quase me convencendo a ler essa trilogia, quando eu já li quando era fanfic e odiei. Amei os pontos da estória que você ressaltou, a evolução da relação dos dois e o fato do livro ser independente. To quase lendo os livros...

    beijos, http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. ótima resenha!! Estou ansiosa para finalizar essa trilogia <3
    Sobre essa questão de Dante, é muito interessante que o livro aborde esse assunto!
    bjão!!
    http://divergentvote.blogspot.com
    @divaekristen

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.