Resenha Hot: Quero ser Seu - Os Sullivans #6

28/02/2014



Ryan Sullivan sempre gostou muito de Vicki, a quem conheceu na adolescência, quando ela lhe salvou a vida: no estacionamento da escola, um carro desgovernado só não o atropelou porque Vicki o empurrou para longe. Desde então, eles se tornaram melhores amigos — pelo menos, melhores amigos até onde um homem e uma mulher lindos e sedutores conseguem ser... 

O tempo passou, Vicki casou-se e se separou, e Ryan seguiu sua vida de solteiro. Até o dia em que Vicki pediu-lhe um favor: será que Ryan poderia fazer as vezes de seu namorado para afastá-la de um homem mal-intencionado e pegajoso? 

Ryan não negaria esse favor a sua amiga, de forma alguma... Não só pelo carinho que nutre por ela, mas também por uma característica de sua personalidade: Ryan faz o tipo protetor (o tipo de homem com que toda mulher sonha em algum momento da vida). 

Agora, depois de brincarem de namorados, será que os dois conseguirão manter a amizade de sempre? 

Os protagonistas dessa estória são os amigos de infância Ryan e Vicki. Eles se conheceram na época do colégio e ficaram amigos depois que a Vicki salva o Ryan de ser atropelado. As afinidades viram algo a mais, mas somente na forma platônica, já que logo a Vicki se muda de cidade e o contato entre eles passa a ser a distância. Ela se casa e vai morar na Europa, enquanto ele vira um dos melhores jogadores de beisebol da liga americana. Os caminhos de ambos voltam a se cruzar quando a Vicki tenta uma bolsa de estudos em São Francisco e está passando por uma situação embaraçosa com um dos jurados. Ela liga para o Ryan que vai salvá-la e fingi ser seu namorado para isso, mas o que começa como um fingimento, tem tudo para se tornar realidade.

Antes de ler esse livro eu não tinha muita coisa para falar sobre o Ryan. Ele sempre foi o irmão mais tranquilo, mas também o que menos aparecia até agora. A personalidade dele é mais calma e protetora e a de ser sorridente sempre. Tem momentos na narrativa que a Vicki diz que o que mais atraiu ela foi o sorriso do Ryan, e por isso ela tentava esculpir essa característica dele. A Vicki é uma artista, escultora na verdade, e a sua sensibilidade é uma marca registrada. Ela sente pelo tato e sempre que pode descreve as suas sensações tocando as coisas ou o Ryan. O fato dela ter sido casada e se decepcionado com o ex-marido, fez com que ela fosse mais dura em relação ao amor, mesmo que sempre tenha amado o Sullivan jogador.

Ela havia pintado as unhas com as listas do arco-íris, e ocorreu a ele que Vicki era tão misteriosa e bonita quanto um arco-íris. Um arco-íris que ele havia perseguido anos a fio, sem jamais se aproximar do pote de ouro.

O casal protagonista se conhece a muito tempo, mas não ficaram juntos, porque um se casou e foi embora. Agora que se reencontraram, as coisas começam a acontecer. Esse enredo me lembrou um pouco o quarto livro, mas só a ideia dele, o desenvolvimento é diferente. A Vicki e o Ryan sempre se gostaram, mas aqui é vida que vai impedi-los de ficar juntos. Ela se casou porque o ex-marido também era do meio artístico e isso pareceu certo num primeiro momento, só que ele começou a querer se sobrepor a ela, e foi quando a Vicki decidiu largá-lo. O reencontro dos dois deixa claro que a química de quando eram jovens não acabou, e começa um 'quero você, mas não quero perder nossa amizade se isso não der certo' em boa parte do livro.

Todos os livros dessa série são focadas só no casal principal, mas não sei, eu senti que nesse livro isso foi ao extremo. Não tem os dois longe um do outro como nos outros livros. Mesmo que eles demorem a ficar juntos, os dois estão juntos o tempo todo, no mesmo espaço. Nos outros pelo menos tem cenas dos casais protagonistas em ambientes separados. Outra coisa que eu percebi também é que a Bella deu uma segurada no sexo nesse livro. Eles demoram a ficar juntos como eu disse e quando ficam, ela não foi tão explícita como das outras vezes. Nessas cenas ela usou palavras mais amenas para descrever o ato e não foi tão extensa em número de paginas, mas ainda é um livro com cenas bem quentes.

Enfim coloquei em dia essa série da Bella e já posso ler o próximo pelo menos daqui a um mês ou até que eu tenha esquecido um pouco a construção do enredo. De todos, esse foi o livro mais morno até agora para mim. Não que os outros tivessem muitas reviravoltas ou ação, mas pelo menos não tinham os personagens tão juntos o tempo todo. Foi uma boa estória, mas que não subiu tanto como do quarto para o quinto. Eu estava esperando essa subida, mas não aconteceu. O final também é rápido e não tão trabalhado quanto o resto do enredo. Se ele não fosse o último dela lançado aqui, poderia ser um dos primeiros. Esse livro faz uma recapitulação de todos os finais, então não adianta ler fora da ordem. O Smith, faz sua aparição aqui para adiantar o próximo livro e com quem ele se envolve parece que vai trazer algo de diferente e novo para a série, eu fiquei com essa impressão pelo menos.

Ryan não só deseja Vicki. Ele precisava dela. Com um desespero que nunca antes sentira por nada nem por ninguém.

Quero Ser Seu - Os Sullivans - Livro 06
Bella Andre
Editora Novo Conceito - Twitter/Facebook

 Esta resenha faz parte do mês especial Os Sullivans. Informações aqui.


11 comentários:

  1. Bem admito que esse foi o único livro dessa serie que não me chamou muita atenção, apesar de nunca ter lido nenhum livro dessa serie, as sinopses de cada um dos livro sempre me chamaram muita atenção, mais a sinopse do livro 6 nunca me encantou muito sempre achei essa sinopse meio sem sal, quando li a sua resenha meio que confirmei um pouco sobre o que eu pensava sobre o livro, mais com certeza ainda vou ler essa serie que sempre quis ler.

    ResponderExcluir
  2. Já tinha lido algumas resenhas deste livro e achei bem interessante, gosto quando os personagens são amigos e acabam se apaixonando, parece ser muito bom acompanhar o desenrolar deste romance. Apesar de você ter comentado que este livro é mais morno, ainda sim parece ser um bom romance que me deixou muito curiosa, adorei a resenha! :)
    beijos ♥

    ResponderExcluir
  3. Olá Denise,

    Realmente essa série esta fazendo muito sucesso, mas não faz meu estilo, sua resenha ficou ótima...parabéns....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu já li quatro resenhas (contando com essa), e essa é uma das resenhas mais fofa dos quatro livros. Sei lá, é tão clichê. Tão filme de hollywood... Eu gostei muito muito muito. Achei bem fofinho, e tenho certeza que a Bella andré fez um bom trabalho com essa estória. Estou com muita vontade de lê-los. Parabéns pela resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Poxa...que pena que esse foi um dos livros mais mornos. Quero ler e está na minha lista de próximos livros. Ryan realmente é um irmão que não aparece muito. Mesmo assim tô ansiosa.
    Bloody Kisses
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  6. Vixe, um casal-chiclete? Eu não ia gostar mesmo desse livro. Além de ser hot, ainda por cima o casal é assim, extremamente grudento? CREDO! hahaha #ericonachata

    Beijo, moça.

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  7. Uma pena que você não gostou tanto, eu ao contrário adorei. O amor entre eles veio devagar e para ficar.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. Não li esse ainda, mas pretendo continuar na série e, como você diz, dando um tempo entre um livro e outro. Senti que você não ficou tão empolgada com esse. Será que o enredo vai de desgastando?

    ResponderExcluir
  9. Só eu que lembrei de Crepúsculo quando vi que ele salva ela de ser atropelada por um carro? rs
    No contexto geral, gostei desse livro por a autora dar uma maneirada na descrição das cenas de sexo. Porque sendo bem sincera, apesar de ler livro mais hots, certas descrições me dão muita vontade de rir de tão toscas que são.
    Com relação a construção do texto, os livros da autora sempre parecem ser mais do mesmo.
    Beijos,
    Isabelle | http://www.mundodoslivros.com

    ResponderExcluir
  10. O que eu gostei nesse livro foi o fato dos protagonistas serem amigos de infância que sempre se amararam, porque foge um pouco do " amor a primeira vista". É um livro sexy, mas, sendo ela uma artista, o romance ganha uma atmosfera diferente. Ryan como os outros Sullivans, não decepcionou.

    ResponderExcluir
  11. Vixe, como morno se a série é erótica? :( triste fim.
    Apesar de tudo to louca pra ler essa série todinha. :D

    Beijos, http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.