Resenha de Banca: Cinderela por uma Noite

27/01/2014



Quando ocorreu um blackout em Grand Springs, Colorado, o alto executivo Jonathan Steele vivia uma noite movimentada. Primeiro, seu meio-irmão chantagista e sua cunhada são assassinados. Depois,Cynthia Morgan – aliás, “Cinderella” – ingere o veneno destina- do a ele. Em 36 horas a vida de Jonathan muda para sempre, e ele se torna o responsável por seu sobrinho recém-nascido. Agradecida por ter sido salva, Cynthia se oferece para cuidar do bebê como babá temporária. Agora, Jonathan tem um novo desafio pela frente: resistir ao desejo de não ser mais um homem solteiro… 

Assim como acontece com a maioria dos romances de banca, esse é narrado em terceira pessoa sob os pontos de vistas do casal Jonathan e Cynthia. Ele é um rico empresário solitário e que não sabe o que é amor desde que perdeu a mãe ainda pequeno. Ela é uma jovem doce e ingênua que por meio das doações do empresário Jonathan Steele, consegue abrir seu negócio de babás. Em uma festa a vida dos dois se esbarra e o destino faz com que não se separem nunca mais. O Jonathan é um homem com sérios problemas de relacionamento e quando um recém nascido é entregue aos seus cuidados, ele fica completamente perdido. É nesse contexto que a Cynthia entra, para ajudá-lo a cuidar do bebê. Ela é uma moça responsável e de um coração enorme, que vê no Jonathan um homem que precisa de ajuda, sendo ela capaz de curá-lo.

A Susan Mallery é uma autora que eu virei fã desde que li a trilogia das Irmãs Keyes, que tem resenha de todos aqui no site. Aquela trilogia tem tudo o que eu gosto num romance de um modo geral: uma boa estória de amor, misturada com conflitos paralelos e uma pitada não vulgar de erotismo. E eu esperava encontrar isso nesse livro, só que isso não aconteceu. Depois que eu terminei de ler foi que percebi que esse livro é um dos primeiros dela, então vamos apenas dizer que a sua escrita cresceu na trilogia, enquanto aqui ela esta sendo moldada. A primeira coisa que não me agradou foi o motivo do Jonathan em não ficar com a Cynthia. Ele afirma não saber amar por ter sido abandonado pela mãe e ter tido o desprezo do pai por isso, fora que a Cynthia é uns bons anos mais jovem do que ele. Esse argumento aparece no livro todo e eu achei fraco, porque a Cynthia se mostra madura e forte para a idade dela, e mesmo assim ele demora a ceder.

O outro ponto que eu não gostei e esse é um grave, diz respeito a falta de desfecho da estória secundária. O irmão mais novo do Jonathan roubou sua empresa e tentou assassiná-lo, mas na festa no qual Jonathan conhece Cynthia, quem morre é o irmão de Jonathan e sua mulher. Uma investigação começa e essa vai ser a outra estória que permeará o livro. Só que a Susan simplesmente esqueceu de revelar quem matou o irmão do Jonathan e a mulher dele. Quando eu terminei a leitura eu fiquei 'gente, ta faltando alguma coisa nesse livro' e daí lembrei que nele não tem a conclusão desse conflito. Eu tirei um estrelinha dele por causa disso, achei que foi um erro um tanto amador, mas novamente, esse é um dos primeiros livros dela e desse para outros, ela evoluiu bastante.

Porém, nem tudo são pontos negativos no romance. Por mais que o Jonathan não seja o melhor protagonista masculino que eu já li da Susan, ele e a Cynthia combinam muito e os dois formaram um casal bom de ler. A Susan tem um modo muito delicado de escrever suas cenas hots, até nos livros da trilogia ela não foi vulgar e aberta na hora de descrever o ato e nesse isso também acontece. Você sabe que é uma cena de sexo pelo contexto e quando chega na hora quente, ela ameniza as palavras e fica tudo a cargo da sua imaginação. Para quem gosta de romance, mas não de ler as cenas de sexo diretas, vai gostar do modo com essa autora escreve. Eu também estou numa fase de ler muito romance com bebês, acho que é aquela época na vida de uma mulher... blá, blá, blá que vocês já sabem, e nesse tem um fofo que me conquistou.

Eu espero que a resenha desse livro não tenha feito com que vocês perdessem o interesse na autora. Ela é uma das romancistas que mais gosto e a escrita dela tende a ser rápida e gostosa. Mesmo não gostando tanto desse e vendo falhas graves, foi um livro que valeu a pena por ter me prendido até o fim e ter me proporcionado bons trechos de leitura. Sugiro que vocês comecem por outros livros da Susan e deixem esse para quando estiverem apaixonados pela sua escrita. Assim você vão ficar com a mesma impressão que eu: a escrita dele estava se aprimorando, então uma leitura ruim não vai abalar o meu interesse por ela.

O melhor presente do mundo é ser amado por alguém que só vê o lado bom das pessoas.

Cinderela por uma Noite - (Primeiros Sucessos 44)
Susan Mallery
Editora Harlequin - Twitter/Facebook

5 comentários:

  1. Que falha né? Será que não tem outro livro? De qualquer forma eu gostei do enredo e vou querer ler.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. Olá Denise,

    Esse é mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog, gostei da capa, mas confesso que não me atrai livros de banca, mas quem sabe um dia....abraços.

    Parabéns pelo layout do blog.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oie, tudo bom?
    Eu leio poucos livros de banca, mas adoro romances. Prometo não me deixar influenciar por causa desse livro, pois pelo visto a autora escreve bem.
    Ainda assim eu achei a premissa do livro interessante.
    Beijos
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. uma capa linda! pena q o livro não seja tão bom assim. Irei ler algum outro livro dessa autora, obrigada pela dica.
    http://www.lostgirlygirl.com/

    bjos

    ResponderExcluir
  5. Oiiii,
    Estou com esse livro aqui para eu ler, mas te confesso que agora perdi um pouco do encanto.
    Espero que a leitura me agrade. Depois de ler esse vou procurar outros livros dela.
    Beijos.
    Katielle
    Leitura Maravilhosa

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.