Resenha: Solo Consagrado - Unearthly #2

13/12/2013


Durante meses, Clara Gardner havia treinado para lidar com o grande incêndio que aparecia em suas visões. Ela só não estava preparada para a escolha que teria de fazer no momento em que tudo veio a acontecer... 

No final das contas, Clara acabou descobrindo que nada em ser metade anjo era exatamente como ela imaginava. Agora, dividida entre seu amor por Tucker e seus sentimentos cada vez mais confusos sobre o papel que ela e Christian exercem neste mundo, Clara tem de lutar contra uma revelação bombástica: alguém que ela ama morrerá dentro de alguns meses. 

Com seu futuro incerto, a única coisa da qual Clara tem certeza é de que o incêndio fora apenas o início... 
Quem leu minha resenha de Sobrenatural sabe que eu fiquei muito empolgada com o livro e que estava louca para ler a continuação, então assim que ele chegou eu devorei. Em Solo Consagrado, nós continuamos acompanhando a Clara em mais uma etapa da conclusão do seu propósito. Como foi explicado no primeiro, os anjos nessa trilogia vem a Terra com uma tarefa a ser cumprida, só que ao contrário do que a protagonista imagina, e eu também, isso não acabou. Ela tem a visão de que uma pessoa importante na sua vida irá morrer e acredita que a outra parte da sua missão é salvá-la. Fora isso, a Clara ainda é uma menina de 17 anos dividida entre dois rapazes.

O livro continua sendo narrado pela Clara e o núcleo de personagens do primeiro para o segundo não mudou, poucos foram acrescentados e um deles ganhou destaque, o irmão de Clara, Jeffrey. Ele não aparece muito no primeiro, mas nesse segundo é revelado que ele tinha um papel muito importante no propósito da Clara. Esse fato me pegou de surpresa e eu adorei, deixou tudo embolado para a conclusão, só que de um jeito bom. Os dois rapazes que lutam pelo coração da Clara estão mais lindos e fofos do que nunca, é sério, eu não conseguiria escolher se fosse essa protagonista. No fim do livro a gente tem uma noção de quem ela pode escolher, mas eu acredito que a autora ainda vai brincar com esses três.

Só porque alguém lhe disse que você foi colocada no mundo para fazer alguma coisa, não quer dizer que seja verdade. 
Acredito que a maioria dos leitores estão saturados de triângulos amorosos, e eu também, mas esse tem uma naturalidade tão grande que eu gostei de ler. Entendam naturalidade pelo fato de nos encantarmos por pessoas diferentes, a diferença é como a protagonista lida com isso. Acho que o ponto legal aqui é que nenhuma das pontas do triangulo força uma escolha, o que às vezes acontece em outros livros. Se em Sobrenatural o foco foi no propósito da Clara e em como ela resolveria isso, neste a gente conhece mais sobre os anjos da Cynthia Hand. Numa determinada cena, onde é explicado o titulo do livro, vários anjos estão presente e alguns segredos são revelado, como por exemplo, quais os tipo de anjo existem e depois descobrimos em qual a Clara se encaixa.

Os segundos livros geralmente são uma ponte entre o começo e o fim, mas eu senti que esse foi muito mais informativo que o primeiro e não só pelas explicações, mas também por um personagem que aparece e da um sentindo diferente para a vida da Clara. Não vou revelar quem é, só que eu espero a volta dele no ultimo livro. Eu estranhei um pouco o tom sombrio e melancólico que este enredo adquiriu, isso porque o primeiro é mais vivo e cheio de expectativas. Como falado, um personagem próximo a Clara morre, mas antes disso ele fica doente e muito da narrativa passa a girar nessa perda. O jeito que a autora escreveu as cenas relacionadas a essa morte é para tocar o leitor e me tocou sim, eu chorei em algumas partes porque se imaginar perdendo alguém toca qualquer pessoa.

O terceiro livro já foi lançado lá fora, mas por aqui a editora ainda não tem precisão. Eu espero que ele saia no ano que vem porque a autora tem um jeito muito engraçado de terminar seus livros. Nos dois eu fiquei com uma sensação de término quando a estória acaba, mesmo sabendo que teria outro volume. Só que não é aquela sensação de que o livro não deveria ter uma continuação, é mais como se uma etapa tivesse acabado e a empolgação fosse para saber o que vem a seguir. A Clara amadureceu tanto nos primeiros livros que estou curiosa como que ela vai enfrentar no último da trilogia. Se a autora não deixou um gancho claro para a sequência, de onde ela vai partir? É aguardar o último livro. Mais uma vez ergo a bandeira de Sobrenatural, que se tornou a minha mais nova queridinha.

-Isso não vai virar uma daquelas situações estranhas em que você aparece no meio da noite pra me ver dormindo, vai?, ele pergunta em tom de brincadeira. 
-Cada momento que estou longe de você eu morro um pouquinho, eu digo em resposta. Então isso é um sim.
Solo Consagrado - Sobrenatural - Livro 02
Cynthia Hand
Editora iD - Twitter/Facebook

2 comentários:

  1. Nunca tinha ouvido falar desses livros, mas parecem tão bons! Acabaram de ir pra minha lista, olha que estou confiando na sua resenha rsrsrs.
    Beijos, se puder visite
    http://sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já tinha ouvido falar dessa série, mas não procurei nada a respeito. Sua resenha me deixou curiosa para lê-lo. :)
    Sim, eu me encaixo no grupo que está cansado de triângulos amorosos, mas como você mencionou que a autora abordou isso de forma natural, acho que posso dar uma chance, rs.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.