Resenha Nacional: Não Pare!

22/12/2013


Uma vida normal e tranquila seria tudo que uma adolescente odiaria ter, certo? Não para Nina! Por que tinha que viver como uma nômade (ou fugitiva!), mudando de cidade ou país a cada piscar de olhos? Por que não podia saber nada sobre o paradeiro de seu pai? Por que sua mãe era tão neurótica e supersticiosa? Milhares de perguntas. Nenhuma resposta. O que significavam aqueles estranhos calafrios, acidentes e mortes que insistiam em acontecer ao seu redor? Teriam eles alguma ligação com o seu defeito de nascença? Ou seriam causados pelo selvagem bad boy de hipnotizantes olhos azuis-turquesa que costumava aparecer nos momentos mais assustadores? Nina jamais poderia imaginar que aquele garoto sombrio de corpo escultural e fisionomia atormentada lhe abriria os olhos para um universo paralelo. Só ele tinha as respostas para os seus mais íntimos questionamentos, mas cobraria um preço muito alto para fornecê-las: A vida dela! 
Quem narra a estória em Não Pare! é a protagonista Nina, uma menina de 16 anos que no começo do livro tem aquele mimimi básico, isso porque ela não quer ter uma vida errante, mudando de uma cidade para outra. Ok, se essa situação acontecesse comigo, eu também daria alguns ataques, então eu achei essa parte compreensível. Não dá para esquecer a idade da Nina e que tem coisas tipicas que acontecem com todas as garotas, como o deslumbramento pelo primeiro carinha que demostra interesse. O moço em questão é o Kevin, um garoto bonzinho e certinho por quem logo a Nina se derrete toda. Ela fica tentando entender, o que esse cara perfeito e mais velho vê nela. Coisas da idade não?

Vocês devem estar se perguntando sobre o bad boy da sinopse, e como apresentei o bonzinho no parágrafo anterior, ficou claro que um triângulo amoroso acontece nesse livro também. O Richard vai ser aquele personagem enigma até que a gente tenha algumas respostas e entenda a motivação dele como por exemplo, porquê ele é tão arredio e de certa forma, violento quando envolve a Nina. Essa questão de três personagens envolvidos não me agrada, salvo algumas ressalvas, no caso deste livro eu não gostei muito. Um dos personagens fura o olho do outro e esse tipo de situação não é bacana. Eu relevei isso em Não Pare! porque o que acontece depois justifica algumas atitudes dos dois personagens masculinos. Quando as perguntas são respondidas, fica claro o papel de cada um deles.

A leitura de Não Pare! foi a minha primeira experiência com o Kindle e embora este não seja um post para falar sobre isso, é bom vocês saberem que ele é uma obra independente cedida pela autora em formato e-book. Caso vocês tenham interesse em ler o livro, podem adquiri-lo na Amazon. Dado esse recado inicial, vamos as minhas impressões. Lendo a sinopse eu logo fiquei instigada por todas as perguntas que ele apresenta e o meu principal medo era que a maioria delas fossem deixadas no ar ou para a continuação. O que eu posso adiantar é que as perguntas principais como: 'O que causam esses sintomas na Nina? Quem é o Richard? O que eles são?' são respondidas.

Todo mundo que já leu alguma resenha do livro, ou até pela sinopse, deve ter percebido que ele tem alguma coisa de sobrenatural e o principal triunfo de Não Pare!, é que esse fator foge do convencional. Então não pensem que vai aparecer um vampiro, lobisomem ou coisa do tipo porque não tem nada nesse estilo. Isso foi um ponto que eu gostei e me surpreendi, na verdade eu estava apostando minhas fichas em algo mais clichê. Outro ponto que me empolgou e que com certeza a maioria vai gostar também, é a ação do livro. Como a Nina atrai certos acidentes, e que depois envolvem outros personagens, o ritmo dessas cenas é rápido. Não é cansativo e nem tem cenas monótonas, ou seja, o livro tem a dinâmica de prender a atenção do leitor.

Não Pare! foi uma surpresa e mesmo não gostando de um ponto, o fato da autora ter demorado para explicar as coisas, a leitura foi válida e agradável. Esse ponto de segurar as explicações é algo relativo, tem pessoas que gostam de saber as coisas mais para o final, eu sou das que gosta de ler já entendendo tudo. Aconteceu comigo uma pequena sensação de 'estou perdida' que logo foi superada com o avanço do enredo e os detalhes aparecendo. Estou com a continuação dele no Kindle, Não olhe!, e animada com as possibilidades. Como eu pensei que seria uma coisa e na verdade foi outra com este primeiro, não vou me arriscar a ter ideias com o segundo. Será uma leitura sem pretensões e que eu espero ser surpreendida novamente.

Meu coração, no entanto, oscilava entre o certo e o errado, o morno e o ardente. Kevin era gentil, agradável. Richard me queimava. 
Não Pare!
FML Pepper

7 comentários:

  1. HUm...parece um livro interessante e a divulgação em torno dele está boa, mas não sei se leria...essa de triângulo amoroso e demora pra explicar as coisas deixa são dois pontos que odeio em livros.
    Te desejo um ótimo Natal e bom Ano Novo.
    Beijos!
    Paloma Viricio-Monólogo de Julieta.

    ResponderExcluir
  2. Oi Denise! Faz tempo que não apareço rs Desculpe por isso .
    Bom , estou com o livro em mãos ( tecnicamente , já que é em versão digital ) e estou meio receosa a começar a leitura , também é o meu primeiro livro no Kindle , então ...
    Só li o primeiro capitulo e logo de cara percebi o começo : drama adolescente porquê a vida não é normal e perfeitinha como ela sempre quis . Também acho isso muito chato e ainda mais quando a personagem divaga muito sobre isso , mas como você disse dá pra relevar por conta da idade e dos pensamos adolescentes e tal . Na verdade do jeito que as vezes acho minha vida normal demais , iria adorar entrar em mundo desses em que um cara já apaixonado por você á tempos , praticamente falta o colégio mas não perde o ano e lá se vai . Pra mim isso sim é uma vida perfeita rs .
    Apesar de que eu também daria uma de louca se saísse indo de um canto ao outro como a Nina . E olhe que eu adoro viajar ...
    Resumindo : Adorei a resenha! Gosto muito de ação e do jeito que estou com uma ressaca literária...Vou ver o que tem de tão emocionante e intrigante na estória da Pepper .
    Muita gente diz que a história faz você NÃO PARAR de ler , e espero que isso não seja só conversa .
    Beijos :)
    livros-com-pipoca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu estava lendo a sinopse bem na parte do "selvagem bad boy de hipnotizantes olhos azuis-turquesa que costumava aparecer nos momentos mais assustadores?" e pensei "Ah, não, não me diga que esse cara é um vampiro ou algo do tipo", mas, então li a resenha e me empolguei em saber que não tem nada disso no livro heheheh.

    beijos.
    www.like-a-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Parece ser um livro realmente muito bom
    Cheio de aventuras e emoções
    Só não me agradei muito com a capa

    ~* Boas Festas ;)
    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Quero ler!!!
    Bjs
    Blog:http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/
    Livro:http://www.editoranovaspaginas.com.br/e-books/feitico/
    Site:http://lizajoneslivros.wix.com/lizajones

    ResponderExcluir
  6. Não sei, essa história de triângulo amoroso já parece meio óbvia, ainda assim, fiquei curiosa para saber da parte sobrenatural. Pena que não tenho como ler ebooks... :(
    Beijos!
    http://sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá Denise,

    A´[e me interesso pelo livro,mas a capa me desanima, mas espero ler no futuro...parabéns pela resenha...boas festas...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.