Resenha Hot: Paixão sem Limites

03/12/2013


Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. 

Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas. 
Paixão sem Limites é narrado em primeira pessoa pela Blaire, uma jovem que teve, e tem, uma vida muito difícil e marcada por tragédias. Muito cedo ela perdeu a irmã, o pai foi embora e depois a mãe acabou falecendo devido a um câncer. Sem ter uma família por perto, ela decide ir atrás do pai e ter um novo começo, mas quando chega na casa dele quem ela encontra é seu enteado, Rush. Blaire acaba ficando improvisada na casa, já que Rush é o verdadeiro dono e ele não suporta seu pai. Ela começa a trabalhar para juntar um dinheiro e sair da casa, quando o relacionamento dela com o Rush acontece. Embora eles sejam da mesma família, a química entre os dois é ser difícil de controlar.

A Blaire é uma personagem muito sofrida, durante a leitura toda eu tive pena dela. Não ter ninguém com quem contar é uma situação triste e isso passa das páginas para o leitor durante a narrativa dela. A todo momento ela sente falta de alguém em quem se apoiar. A princípio ela pensa que esse alguém seria o pai, depois passa para Rush e no fim do livro ela descobre que só pode contar consigo mesma. Apesar de ter uma vida assim, a Blaire também é muito forte, já que seguir em frente em alguns casos é uma prova de coragem. O Rush é aquele boa vida e lindo que a gente conhece, o diferencial desse personagem é a aparência dele, ao contrário de alguns mocinhos que eu tenho lido, ele está mas para roqueiro do que mauricinho ou largado.

Sempre que eu baixava um pouquinho a guarda em relação a Rush, ele me lembrava por que era melhor mantê-la bem firme no lugar. Que cara estranho. Gostoso, lindo e delicioso, mas estranho.
Este livro tem apenas 184 pg e eu tenho esse preconceito bobo de que livros pequenos vão ser ruins porque vai faltar desenvolvimento e detalhes. Com Paixão sem Limites falta detalhes, mas não desenvolvimento. O livro é bem direto e apresenta uma estória fechada, só deixando o gancho no final para a continuação. A estória foca no casal Blaire e Rush, mas também tem alguns personagens secundários que você quer saber mais, como os irmãos do Rush, Grant e Nan, e a amiga da Blaire, Bethy. A irmã do Rush vai causar grandes problemas. Eu não coloquei no primeiro parágrafo, mas existe um segredo grande ligando a maioria desses personagens.

Quando eu vi o lançamento deste livro eu imaginei que ele seria mais para o new adult do que para o sensual, mas eu preciso avisá-los que as coisas não são bem assim. Embora nenhum deles esteja na faculdade, o que para muitos caracteriza um NA, eles estão na faixa dos 20 anos e tem essa sensualidade no enredo, então para mim, este livro é hot com personagens mais jovens e onde um deles está se descobrindo nessa área. O livro tem cenas de sexo descritivas e palavrões também. Como as cenas são poucas, isso não me deixou constrangida, nem nada do tipo. Fiquei com a impressão de que ela quis passar o amor jovem e intenso, e isso combinado com um casal que tem química, deu certo.

O livro tem um segredo como eu falei, e ele é o grande ponto da narrativa fora o romance. Quero ver como a Abbi vai encaixar isso na vida dos personagens na continuação que sai em fevereiro. O gancho que a autora deixou pode não ser a coisa mais diferente do mundo, mas encaixou na proposta do livro e deu a ela várias possibilidades a serem exploradas. Eu dei 5 estrelas para Paixão sem Limites porque mesmo o enredo sendo pequeno, ele é completo; os personagens são cativantes e a escrita da autora é envolvente, você lê o livro de uma vez sem nem perceber. Tem um trechinho do segundo livro no fim desse e o negocio vai ferver, só digo isso. Ansiosa é pouco!

Eu afasto as pessoas Blaire. É um mecanismo de proteção que eu tenho. Mas de você eu não quero me afastar.
Paixão Sem Limites - Sem Limites - Livro 01
Abbi Glines
Editora Arqueiro - Twitter/Facebook

10 comentários:

  1. Confesso que pelo nome não leria, mas gostei da história :)

    ResponderExcluir
  2. Estou louca para ler esse livro
    Vou tentar pegar para ler logo

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ah é? E qual é esse segredo??? A sua sorte é que já tenho o livro viu, kkkkkkkkk
    Esse livro fez muito sucesso fora do Brasil, mas não me apego muito nisso. Porém, este livro eu queria ler. Adorei esse negócio de palavrão e tal. Somos assim não? Eu sou!! Enfim, essa coisa mais real é ótima!
    AMEI sua resenha!! Não vejo a hora de ler este livro!!


    Bjkas


    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    Ah! Amore, estou participando de um concurso cultural e é válido 1 voto por dia. Se você votar ficarei muito feliz ;)) http://bit.ly/194R4NV Bjkassss ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi Denise! Acho que é a primeira vez que visito seu blog e logo de cara é na resenha de um livro que eu to adorando. Sim, eu estou lendo 'paixão sem limites' - na verdade termino ele hoje - e assim que terminar vou direto resenhá-lo com a história bem viva na minha cabeça. Eu também pensei que ele fosse um 'new adult' nos padrões tradicionais, mas que surpresa a minha quando me deparei com um enredo bem hot, kkkkkkk. Mas o bom é que todo o 'hot' da história tá muito bem inserido no enredo. Sua resenha ficou ótima e a minha sai no máximo amanhã, se quiser conferir é só visitar o blog. Abraços!

    www.cabanadoslivros.com.br

    ResponderExcluir
  5. Adorei!
    Quero ler.

    Tá rolando um sorteio lá no meu blog de uma camiseta personalizada.
    Participa!!!
    Beijinhos, Isa.

    Heart of Sunday

    ResponderExcluir
  6. Eu li esse livro no feriadão de novembro, é lindo, e como você mesmo descreve é cativante e o enredo é muito bom. Só comprei porque a editora divugou as primeiras páginas, e depois de as ler foi impossível não querer ler o livro inteiro...O duro é esperar até fevereiro para ler o segundo volume.

    ResponderExcluir
  7. Olá Denise,
    Apesar da sua excelente resenha e da sua recomendação o livro não faz o meu estilo....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi! Adorei o blog. Seguindo, claro!
    Beijos,
    Isabelle
    http://www.verbosdiversos.com/
    https://www.facebook.com/verbosdiversos

    ResponderExcluir
  9. Vi esse livro na livraria e não fiquei interessada, nem pela capa nem pelo título, mas sua resenha me deixou curiosa, parece que a leitura vale a pena, apesar de não ser o meu estilo de livro...
    beijos, se puder visite sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Tô esperando o meu chegar, espero que em breve!
    Sabe, eu tenho curiosidade justamente pelo que tão falando dela - de ser triste, dela não poder contar com ninguém - e dele - rockeiro.. Quero ver essa mistura dos dois.
    E concordo com ela: so podemos nos apoiar em nós mesmo.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.