Resenha: Pela luz dos olhos Seus

25/10/2013


Laura Vincent cresceu entre o mar e as macieiras da Normandia. Passou a adolescência à sombra da irmã mais velha. Agathe – a bela – era admirada e disputada por todos os garotos da cidade; Laura – a pequena – passava as noites em casa, lendo romances. Mas o destino preparou uma surpresa para Laura. Trabalhando como assessora de imprensa de músicos, ela recebe, no dia seguinte ao seu aniversário de 26 anos, a visita do agente de um dos tenores mais famosos do mundo. Ela é requisitada para ser guia dele e seu chefe não deixa margem para discussão. 

Rico e bem-sucedido, Claudio Roman viaja pelo mundo emocionando plateias com sua voz. Fã de banquetes, bebedeiras e belas mulheres, ele parece ter tudo o que quer, porém seu comportamento esconde a amargura de nunca poder interpretar Alfredo, em La Traviata, por causa de um ataque criminoso que lhe custou a visão. Laura está preparada para lidar com um homem difícil e arrogante, mas, assim que ouve Claudio cantar pela primeira vez, ele toca seu coração. Aos poucos, mais do que sua guia, ela se torna também a confidente das noites sombrias de angústia. 

Como ela nunca lhe pede nada em troca de seu apoio, Claudio promete lhe dar qualquer coisa. No momento certo, ela cobra a promessa: quer que o cantor se submeta a um transplante de córnea capaz de lhe restituir a visão de um dos olhos. Apaixonada e convencida de que Claudio não precisará mais dela quando voltar a enxergar, Laura vai embora sem se despedir e sem dar a ele a oportunidade de vê-la. Será que Claudio saberá lidar com essa decisão? Ou ele vai enfim perceber que sempre lhe faltou o alimento mais essencial à vida: o amor? 

Laura Vincent é uma mulher de 26 anos que sempre sofreu com as comparações com a irmã mais velha, considerada por todos, mais bonita e com uma vida perfeita. Para fugir disso, ela se muda para Paris e se torna assessora de imprensa ligada a artistas musicais. Um dia surge a oportunidade de assessorar o famoso tenor Claudio Roman, só que esse acompanhamento é um pouco diferente. Claudio é cego e ele precisa que ela o auxilie em coisas básicas, como orientação de bastidores e idas ao restaurante por exemplo. Claudio ficou cego a pouco tempo e por mais que tente ser forte, ainda sofre com a perda de sua visão. Os dois se conhecem e no começo a antipatia é grande, já que Claudio é um mulherengo assumido, mas mesmo assim, Laura se apaixona por ele.

O livro Pela luz dos olhos Seus é dividido em duas partes, a primeira é narrada em primeira pessoa pela Laura e a segunda é narrada em terceira pessoa acompanhando o Claudio. Nessa segunda parte, temos ainda o agente do Claudio sendo foco e a Laura voltando em primeira pessoa. Achei a narrativa da segunda parte muito confusa, essas mudanças de 'eu' para 'nós' foram desnecessárias. A protagonista Laura até me agradou num primeiro momento, ser dona da sua vida e fazer o que deseja é interessante, mas na segunda parte ela mudou muito e não para melhor. Claudio é o conquistador que estamos acostumadas. Rude e por vezes prepotente, ele utiliza essa casca para esconder a dor de ter perdido a visão, no momento que o papel que ele mais desejava seria dado a ele.

Eu esperava um pouco mais desse livro tenho que confessar. A premissa dele me chamou a atenção logo de cara, assim que descobri que o protagonista era cego eu já fiquei louca para ler. Porém, eu espera uma estória mais romântica e fofa, toda melosa e expelindo açúcar em cada palavra, mas não é bem assim. O livro é realista, direto e com uma linguagem acessível. Tem algumas palavras de baixo calão e cenas sensuais. A cegueira de Claudio não vai ser tão comentada assim, mesmo que algo importante aconteça ligada a ela. A gente não vai ficar muito por dentro dos sentimentos dele em relação a isso, salvo os momentos de raiva, por a cegueira ser recente e ter acontecido de forma trágica. O amor à primeira vista aparece neste enredo, Laura se apaixona pela voz de Claudio no começo e já quer oferecer a sua vida para ele. É um pouco forçado, já aviso.

Além disso, eu não gostei muito da protagonista. Laura tem 26 anos, mas se comporta como uma menina de 18. Eu sei que a diferença de idade é pouca, só que pelas atitudes dela no livro, como ter convencido o Claudio a fazer algo grande e importante, eu esperava mais dela. Na segunda parte ela é bem infantil e imatura, no estilo de 'ai, sou muito feia para ele que é tão lindo'. Isso é coisa que a gente lê em livros adolescentes. O final é outro ponto que não desceu. Ele é abrupto e rápido demais, deixa coisas em aberto e é fantasioso. Para vocês terem uma ideia, algumas páginas antes, um personagem secundário diz que precisa ver a Laura com urgência porque tem algo importante para falar com ela e isso não acontece. Eu não gosto de livros assim, gosto quando todas as pontas soltas se fecham no final.

Mas dai vocês me perguntam: então porque você deu três estrelas para o livro Denise? Ele não é de todo ruim, mesmo com os pontos que não gostei acima. A leitura dele é rápida e foi um limpa mente. Eu vinha de dois livros que eu gostei muito e estava bem empolgada, precisava de algo para acalmar e Pela luz dos olhos Seus fez isso. Um livro que envolve música sempre é algo agradável para mim e com esse não foi diferente. Ópera não me é familiar, mas foi interessante ver isso se mesclando a escrita da autora, ela utilizando trechos entre os parágrafos. Talvez o ponto que eu mais tenha gostado no livro, foi a ponte feita com o clássico A dama das Camélias do Alexandre Dumas, já estou atrás do livro para ler. Em resumo, leiam sabendo que não é uma estória de amor profunda e nem extensa. É rápida e realista, apenas para distrair.

Com seus volumosos cabelos castanhos, sua barba estilizada, seus lábios cheios e seus olhos escuros, pousados em mim, ele era bonito. Bonito, selvagem e ferido.
Pela Luz dos Olhos Seus
Janine Boissard
Editora Arqueiro - Twitter/Facebook

9 comentários:

  1. Oi Denise, td bem??
    Ultimamente tenho visto mts resenhas sobre esse livro mas ainda n li!

    Quanto ao seu comentário lá no meu cantinho:
    Feita de Fumaça e Osso é o primeiro livro sobrenatural que leio e confesso q gostei bastante, os personagens são bem interessantes! Vale a pena ler
    Qd vc ler me conta o q achou!


    Bjoooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Ótima resenha, parece ser bom o livro!

    Beijos, Kamila
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Denise, tudo bem?

    Nhaa eu também sou meio (muito) chata com protagonistas, as vezes quando eu implico, eu implico. Já deixei de gostar de vários livros por causa dos protagonistas. E acho que sou como você, as vezes preciso de um livro para relaxar e engatar novamente em uma leitura mais densa. De qualquer forma, acho que não leria esse livro inicialmente.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro. Uma boa protagonista é o que eu preciso para gostar de um livro.
    Essa daí não me convenceu muito porque imaturidade nessa idade fica chato demais.
    Beijos
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Vou confessar que este título me atrai e muito. Mesmo com algumas ressalvas vou querer conferir.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Poxa, que pena. A sinopse me fez pensar que seria um livro bem interessante. De qualquer forma, quando tiver oportunidade, irei ler.

    @mmundodetinta
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Sou super fã de renato russo e essa frase faz eu lembrar tanto dele, nem sei ao certo porque. haha
    Esse livro me parece uma leitura fluida, que te leva para uma zona de conforto mental bem leve e aceitável depois de você livros bem pesados!
    Beijos, um ótimo fim de semana :)
    http://clicandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. A premissa faria eu comprá-lo com certeza. Por ter música, artistas ligados a música, o fato de ele ter ficado cego, seria interessante acompanhar a adaptação, enfim... Ah De, 26 e 18 é bem pouca diferença relacionada a número, mas se for comparar a maturidade, é uma diferença bem grande, pelo menos pra mim e, claro, se comparar com alguém sensato (tipo eu nos auge dos meus 27, rsrsrs) O título também sugere uma história envolvente.
    Bjo

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  9. Olá, Denise. Eu estava com tanta vontade de ler esse livro! Sua resenha me deixou um pouco apreensiva, confesso, mas se tiver a oportunidade, lerei o livro sim.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.