Resenha Hot: O julgamento de Gabriel

26/07/2013


Eles estão vivendo uma paixão arrebatadora. Mas muitas pessoas são contra esse amor. Gabriel Emerson e Julia Mitchell se conheceram há muito tempo, quando ela ainda era adolescente, numa noite mágica e confusa. Mas, apesar de todo o sentimento que nasceu entre eles, no dia seguinte seus caminhos se separaram. Anos depois eles se reencontraram quando Julia começou o mestrado na Universidade de Toronto. Gabriel era um professor enigmático, sedutor e muito arrogante que a atormentava e perseguia. No entanto, o que mais fazia Julia sofrer era ele não se lembrar dela. Mas nem mesmo o insensível Gabriel é capaz de resistir à profunda conexão que existe entre eles e logo os dois embarcam numa tórrida paixão proibida.

Com o fim do semestre e do curso ministrado por Gabriel, eles deixam de ser professor e aluna e enfim estão livres para viver seu amor. Ou pelo menos era o que pensavam. Após uma viagem romântica para a Itália, durante a qual Gabriel ensina a Julia todos os mistérios do prazer e, em troca, aprende com ela o significado do amor verdadeiro, os dois veem seus sonhos ameaçados. Duas denúncias junto ao Comitê Disciplinar da Universidade põem em risco o emprego de Gabriel e a carreira brilhante e promissora de Julia. Será que o professor vai ceder às ameaças ou irá lutar até o fim por sua amada? Será que essa paixão conseguirá resistir a um julgamento implacável?

Na apaixonante sequência de “O inferno de Gabriel”, Sylvain Reynard constrói uma bela história de amor, da qual os leitores jamais se esquecerão.

Acredito que a principal diferença desse livro para anterior seja na dinâmica do enredo. No primeiro, a estória gira na Julia e no Gabriel se reencontrando, no nascimento do relacionamento e na apresentação do livro para os leitores. Nesse, novos personagens são inseridos, o que da uma abertura que O inferno de Gabriel não tinha. Agora se tem vilão, mistério e intrigas, ingredientes que fizeram o enredo crescer ainda mais. Não esquecendo claro, que o livro foca no romance do casal principal, mas agora novos elementos incrementam a estória.

Para vocês perceberem que a dinâmica mudou, o primeiro livro eu classifiquei como um romance comum, esse eu já classifico como sensual porque cenas hot fazem parte do enredo. Acredito que a maioria das pessoas quis comprar ou começou a ler o primeiro livro achando que era parecido com outros romances eróticos e se decepcionaram, pois não tinha nada de igual ou até mesmo parecido. Esse, porém, caracteriza-se pelo relacionamento físico dos dois, então, quando lerem O julgamento de Gabriel saibam que vocês vão se deparar com algumas cenas hots bem sutis, mas intensas. A começar pela fixação do Gabriel por lugares como museu e sapatos de salto.

Meu orgulho foi minha ruína. Achei que poderia cortejá-la enquanto você era minha aluna e sair impune. Eu me enganei.

O que me aproximou mais desses livros foi a empatia que tenho com a Julia e o fato de ela ser estudante de mestrado. Terminei a graduação a pouco tempo e penso em continuar os estudos na área de literatura, como ela. O dia a dia de uma estudante com essas características chamam a minha atenção porque fico imaginando como será a minha vida caso tudo de certo. Além do mais, essa relação professor é aluno é levada muito a sério nas universidades estrangeiras, ao contrario daqui, onde esse tipo de relação acontece com frequência. Lá fora as penas são mais morais, como demissão para o professor e retalhação em outras universidades e o questionamentos de sua trajetória com aluno para o discente.

Assim como no primeiro, nesse também temos uma grande parcela histórica sobre Dante e a Itália. Para mim não poderia ser melhor, já que amo literatura e morro de vontade de conhecer a Itália. Os livros de Dante ainda são a grande inspiração para os livros do/da Sylvain Reynard, mas nós temos outra estória que também aparece muito nesse e como eu sempre procuro saber das referências, pesquisei sobre o romance de Abelardo e Heloísa. Caso tenham interesse, aqui vocês encontram mais informações sobre o casal e só lendo o livro para saber o que tem a ver com a estória, mas como tudo, faz bastante sentido quando você tem um conhecimento prévio.

Esses dois livros foram uma surpresa para mim, pois não esperava gostar tanto deles e olha que eu gostei ainda mais do segundo. Acredito que por essa abertura no enredo, os novos personagens e alguns problemas que os protagonistas enfrentam, eu tenha me prendido mais ao enredo. Pelos títulos a gente tem uma noção do que nos aguarda, mas o terceiro será uma completa incógnita, já que o problema chave, que poderia acontecer e acontece, entre eles foi resolvido nesse. Mas a expectativa está a mil, pois nenhum dos dois deixa pontas soltas, então será outro livro com um enredo novo. Recomendo os livros para quem gosta de romances sensuais misturado com uma grande parte de fatos históricos e literatura.

-Gostaria que você me ensinasse seus truques de sedução.
-Só se você me ensinar a amar como você ama.

O Julgamento de Gabriel - Livro 2
Sylvain Reynard
Editora Arqueiro

7 comentários:

  1. É uma das minhas próximas leituras. Está aqui em casa esperando que eu pegue pra ler.
    Espero gostar como você, as pessoas realmente andam reclamando muito.

    Beijos,
    Carissa
    www.carissavieira.com

    ResponderExcluir
  2. Bom saber que você gostou da continuação! Eu ainda não sei se começo a ler ou não, porque já vi algumas críticas bem negativas, viu? :(

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  3. Mesmo com várias pessoas não falando tão bem assim do primeiro livro, ainda pretendo conhecer esta série.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. Tenho fé que um dia leio Denise! Hahahahahhaha

    Beijos, @_RayPereira
    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda não li “O Inferno de Gabriel”, mas pelo que eu pude entender lendo sua resenha, e que o “O Julgamento de Gabriel”, possui um enredo mais interessante. Tenho vontade de ler os dois livros, mas vou aguardar o lançamento, do ultimo livro da trilogia, para ler tudo de uma vez.


    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Esse não realmente o tipo de livro que eu gosto, mas são tão tantas criticas positivas que tou ficando curiosa.
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  7. Li "O Inferno de Gabriel" e realmente não era o que eu esperava, mas pelo contrário, foi uma "boa decepção". O enredo é muito bom e toda a arte que o livro possui me levaram a decidir o curso que quero fazer, história da arte. Li em algumas resenhas que "O Julgamento de Gabriel" acabou sendo um livro mais lento, pois focava mais em novos problemas, mas a escrita do Sylvain é super envolvente e a base do enredo é tão rica, que não vejo maneira de ficar entediado com algum dos livros da série. Estou super curiosa para continuar a acompanhar essa estória!
    Adorei sua resenha!
    Beijos!
    http://umaleitorachamada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.