Lançamentos de junho do grupo editorial Record

11/06/2013

Os lançamentos de junho do grupo editorial Record estão recheados de livros para todos os gostos, romance, poesia, triller, clássicos e assim por diante. Confiram abaixo a capa e a sinopse de cada um deles.

*Record*

Eu, Anna, - Elsa Lewin 


Com 50 anos, a divorciada Anna Welles vive em um minúsculo apartamento com a filha adolescente em Nova York. Sentindo-se perdida e desamparada depois do fim de um casamento de quase trinta anos, ela busca meios de se reerguer, a para isso vai a festas de solteiros pela cidade. Em uma noite, depois de um desses eventos, Anna acaba no apartamento de um estranho, e, de repente, toda frustração e solidão vêm à tona. E o que se segue é o início de seu pior pesadelo. 

Gélido - Tess Gerritsen


Quando a médica-legista Maura Isles reencontra um antigo amigo de faculdade durante um congresso, parte em uma viagem com ele e seu grupo. Porém, um acidente com o carro em meio a uma nevasca os leva ao inóspito vilarejo de Kingdom Come, onde algo terrível parece ter ocorrido. Enquanto isso, a detetive Jane Rizzoli recebe a notícia do desaparecimento da amiga e decide investigar seu destino. Assim, enquanto tenta descobrir o que houve com Maura, embrenha-se em uma trama envolvendo uma misteriosa seita e segredos do passado. 

Pecados na Casa dos Borgia - Sarah Bower 


Em nome dos interesses do pai, um proeminente banqueiro que quer garantir à filha um casamento próspero, a judia Esther Sarfati se converte ao cristianismo para servir como dama de companhia de Lucrezia Borgia, filha ilegítima do papa Alexandre VI. Ela logo é seduzida pelo irmão de sua senhora, o temido Cesare Borgia, e sua inocência dá lugar à paixão cega e doentia. Determinada a conquistá-lo, ela se deixará envolver por um turbilhão de intrigas e luxúria, por uma rede de conspirações e mentiras, que a levará a uma terrível revelação. Só então ela finalmente perceberá que aqueles que entram para a Casa dos Borgia seguem por um caminho sem volta. 

Amigos, amantes e outras indiscrições - Fiona Neill 


Amigos há mais de duas décadas Jonathan, Sam, Laura e Janet dividem conquistas e tristezas... e até algo mais. O primeiro é um conceituado chef que está a um passo de ganhar fama internacional. Para que tudo dê certo só falta uma coisa: desenvolver seus dotes culinários. O casal Sam e Laura anda em crise. Frustrado com a carreira de roteirista, o sonho dele é largar o emprego, mas sua mulher está obcecada com a ideia de ter o terceiro filho. Já a workaholic Janet não consegue conciliar sua vida profissional com a sua mais recente atividade: ser mãe. A convite de uma revista, Jonathan reúne o grupo para passar alguns dias em uma ilha. Mas o que ele não desconfia é que amigos de longa data e um grande segredo do passado são a receita para uma semana explosiva. 

Fama - Tilly Bagshawe 


Linda, rica e famosa, a atriz Sabrina Leon tem um temperamento explosivo que pode lhe custar sua carreira. Já o aclamado diretor e produtor Dorian Rasmirez, um gênio criativo que insiste em financiar seus próprios projetos, está à beira da falência. E o ator Viorel Hudson tenta se consagrar como mais do que um rostinho bonito. Juntos, os três estão envolvidos no novo projeto de Rasmirez, um remake do clássico O Morro dos Ventos Uivantes. Seria este o filme que salvaria suas carreiras? Em Fama, Tilly Bagshawe retrata o envolvente mundo de glamour, intrigas e disputa por poder de Hollywood. 

Amor nos tempos do cólera - Gabriel García Marquéz 


Baseado na história real dos pais de Gabriel García Márquez, O amor nos tempos do cólera acompanha o amor proibido do telegrafista, violinista e poeta Florentino Ariza por Fermina Daza. Ao saber da relação, o pai da moça tenta impedi-la, enviando a filha ao interior do país. Porém, esse é apenas o começo de um caso de amor que durará 51 anos, marcados por inúmeras cartas, um casamento e diversas idas e vindas. 

O tango da Velha Guarda -Arturo Pérez-Reverte 


Um estranho desafio entre dois músicos que leva um deles a Buenos Aires em 1928; uma história de espionagem na Riviera francesa durante a Guerra Civil espanhola; uma inquietante partida de xadrez na Sorrento, Itália, dos anos sessenta... O tango da Velha Guarda narra com pulso admirável uma complexa e apaixonante história de amor, traições e intrigas, que se prolonga durante quatro décadas de um século convulsionado e fascinante à luz crepuscular de uma época que se extingue. 

O livro de Henrique - Hilary Mantel 

 
Quando Henrique visita Wolf Hall, Cromwell vê o rei se apaixonar pela discreta e silenciosa Jane Seymour. O ministro percebe o que está em jogo: não apenas o contentamento do rei, mas também a segurança da nação. Enquanto abre caminho através das políticas sexuais da corte, de sua teia de rumores, Cromwell precisa negociar uma “verdade” que satisfaça Henrique e que proteja a própria carreira. Mas nem o ministro nem o rei emergirão intactos do sanguinário teatro dos últimos dias e decapitação de Ana Bolena. 

Ensaios sobre a embriaguez -Vicente de Britto Pereira 

 
Neste seu livro de estreia, o autor se lança a um ambicioso exame filosófico da dependência alcoólica – na prática, um dos principais problemas de saúde pública no mundo. Em dez consistentes ensaios, que articulam vasta bibliografia e enredam disciplinas tais como a psicanálise e a literatura, o autor propõe uma discussão instigante, de proporções eruditas e fundo mitológico, de todo desapegada de preconceitos, para a qual, portanto, não omite a própria experiência, a de quem viveu a dependência alcoólica, ao contrário, aqui tratando-a com equilíbrio e clareza – um recurso a mais entre aqueles, privilegiados, com os quais tece esses Ensaios sobre a embriaguez. 

Dentro dos arquivos de Stalin - Jonathan Brent 

 
Em 1992, Jonathan Brent foi à Rússia numa tentativa de publicar alguns arquivos recém-abertos. Boris Yeltsin havia declarado que tornaria públicos arquivos secretos do Estado e do KGB, e havia a expectativa de que um novo Tribunal de Nuremberg seria convocado, agora com o Partido Comunista no banco dos réus. Brent conseguiu compilar um vasto material e, nesta obra, leva-nos até os documentos pessoais de Stalin, dando-nos a exata medida dos massacres cometidos pelo ditador. Como história cultural e memória pessoal, este livro é um retrato vívido, ético e emocionante da Rússia também no século XXI. 

Cartas lacradas - Dora Openheim 


Em Cartas lacradas, Michaela Varsano, judia italiana, filha de uma pobre costureira siciliana, entrelaça seu destino com uma das linhagens mais poderosas da Europa – a família do barão Maurice de Hirsch. Com uma minuciosa pesquisa histórica, a obra reconstitui o século XIX e soa como um eco que atravessa continentes, arrasta paixões e se expande dentro da alma de cada leitor que tiver a felicidade de lê-lo. 

Crônica de uma morte anunciada - Gabriel García Márquez


A morte de Santiago Nasar está anunciada desde a primeira linha da história. Toda a comunidade sabe do iminente assassinato movido por vingança, mas nada nem ninguém o salva de seu trágico fim. Com brilhantismo, Gabriel García Márquez monta um quebra-cabeça com a superposição de versões do último dia do jovem do ponto de vista de diversas testemunhas, utilizando o rigor jornalístico nesta construção, que lhe era tão caro. 

Doze contos peregrinos - Gabriel García Marquez


Uma das mais importantes coletâneas da literatura mundial, Doze contos peregrinos são histórias de latino-americanos na Europa, peregrinos que não deixam de sonhar com a terra natal. O mestre do realismo fantástico Gabriel García Marquez usa como pano de fundo Barcelona, Genebra, Roma e Paris para retratar a solidão através de histórias brilhantes de amor, poder e morte. Do homem que luta pela canonização de sua filha durante cinco papados à prostituta que decide acertar todos os detalhes de seu funeral, todos os contos são dotados da sensibilidade e do humor que são as marcas do grande mestre. 

Rei Branco e Rainha Vermelha - Daniel Johnson 


A história do xadrez do século XX e de sua indissociável conexão com a ascensão e queda do comunismo soviético. O livro tem início com os primórdios da atividade revolucionária na Europa central, quando o tabuleiro era o território dos intelectuais exilados e os jogos ficavam confinados aos salões dos cafés, passando pelos anos da Guerra Fria e culminando no histórico embate entre Bobby Fischer e Boris Spassky. Uma narrativa instigante que mostra que a rivalidade política e militar da Guerra Fria, banida do campo de batalha pela destrutividade da guerra nuclear, foi disputada nos tabuleiros. 

Vila Vermelho - Jeter Neves (romance) 


Jeter Neves conta a história de Caburé, menino criado em Vila Vermelho. Neste sensível romance que retrata os anos 1950 – década de esperança, em que o Brasil ganhou sua primeira Copa do Mundo e parecia caminhar para um grande futuro –, os ideais daquela geração, influenciada pela cultura americana, se mostravam muito diferentes da realidade dura dos habitantes do interior do Brasil. 

O jugo das palavras - Artur da Távola 

O jugo das palavras, seu testamento literário, reúne textos que Artur da Távola deixou inéditos em livro. Nesta obra da maturidade, são as paixões do poeta — a música, os amigos e os amores, a reflexão incessante sobre a vida — que movem sua poesia, mas o leitor encontra sobretudo o compromisso extremo com a literatura e seu fazer. 

*José Olympio*

Muitas vozes - Ferreira Gullar 


Um livro lançado em 1999, após doze anos sem publicar, Muitas vozes é mais reflexivo, onde temas como a vida, a morte e as memórias de infância estão presentes de forma mais amena e madura. 
Apresentação: Ivo Barroso 
Orelhas: Marcos Pasche (nova) 

O simples coronel Madureira - Marques Rebelo


O pacato coronel Jonas Madureira da Silva Filho já está desfrutando de sua aposentadoria quando a tomada do poder pelos militares em 1964 o leva de volta à ativa. Convocado para ser o segundo homem no comando do Serviço Geral de Abastecimento de Lubrificantes (SEGAL), ele se depara com as artimanhas, sinecuras e burocracias do funcionalismo público no Brasil. E, também, com o comportamento provocador de dona Almerinda Ramalho, sua secretária.

Poema sujo -Ferreira Gullar 

 
Escrito quando o autor se encontrava no exílio, Poema sujo (1976), por sua força e pelo que representa, se tornou o mais estudado e conhecido poema de Ferreira Gullar. Um verdadeiro manifesto que transcende o tempo, os limites, e surpreende e emociona a cada nova leitura. 
Apresentação: Alcides Villaça 
Orelhas: Marco Lucchesi (nova) 

Dentro da noite veloz - Ferreira Gullar 


Dentro da noite veloz traz um Gullar preocupado com a necessidade de mudanças radicais no país. Sem ser panfletário, o poeta vence a traiçoeira vertente da poesia com matiz político-social e apresenta uma poesia que, tratando das questões sociais e políticas, mantém a qualidade literária. 
Apresentação: Ivan Junqueira 
Orelhas: Augusto Massi (nova) 

Em parte alguma - Ferreira Gullar 

 
Com Em parte alguma, lançado onze anos após a publicação de Muitas vozes, e vencedor do prêmio Jabuti 2011, Ferreira Gullar dá prosseguimento à reflexão poética sobre a existência, difere dos livros anteriores ao desenvolver novos temas e, sobretudo, pelas questões que suscita na realização do poema. 
Apresentação: Alfredo Bosi 
Orelhas: Antônio Carlos Secchin 

Bestiário - Júlio Cortázar [contos] 


Publicado pela primeira vez em 1951, Bestiário é a primeira obra em que Julio Cortázar afirma se sentir “seguro do que queria dizer”. Apesar de ter alcançado renome mundial depois da publicação de seu romance O jogo da amarelinha, os contos são a coluna vertebral da vasta obra de Cortázar. As histórias que compõem este volume falam de objetos e acontecimentos cotidianos, passam para a dimensão do pesadelo ou da revelação de modo natural e imperceptível. Em cada conto, surpresa e inquietação são acrescentadas ao indescritível prazer de lê-los. 

*Civilização Brasileira*

Crítica Literária Contemporânea - Alan Flávio Viola (org.) 


Nesta antologia, Alan Flávio Viola se propõe a apresentar ao público alguns dos novos nomes da crítica literária brasileira. O que direciona a organização é a ideia da crise da teoria, da crítica e da própria produção literária na contemporaneidade. Destaque para o texto de abertura, um ensaio atemporal de Machado de Assis sobre o papel da crítica. Uma oportunidade para autores e leitores analisarem quem os pensa e avaliar se os críticos respondem hoje às grandes questões da literatura brasileira. 

Machado de Assis: Por uma poética da Emulação - João Cezar de Castro Rocha 


Neste livro, João Cezar de Castro Rocha, um dos maiores especialistas machadianos, pesquisa a poética da emulação em Machado de Assis, ou seja, a técnica de tomar autores prévios - no caso de Machado, Pascal, Xavier de Maistre, Shakespeare, a Bíblia, Stendhal, Poe, Baudelaire e José de Alencar, entre inúmeros outros - como modelos de escrita para criar obras novas. João Cezar demonstra que essas relações com obras anteriores não demonstram, na obra de Machado, um sinal de subserviência cultural, mas sim problematizam a relação dissimétrica entre os centros europeus e as ex-colônias. 

Mídia e Política na América Latina: Globalização, Democracia e Identidade - Carolina Matos 

 
Em Mídia e política na América Latina Carolina Matos discute a regulação da mídia, privada e pública, nos países da América Latina. Através de sólido aparato teórico e de uma análise comparativa entre dois principais casos, Brasil e Grã-Bretanha, a autora revela que as aspirações para uma mídia pública eficaz ainda possuem força, sendo a melhor alternativa para se alcançar um ambiente de mídia mais democrático e saudável na América Latina. 

O Aberto, o homem e o animal - Giorgio Agambem 

 
Um exame de uma das questões mais básicas da existência: o que aproxima e o que diferencia o homem dos animais. O que significa ser “humano”? Agamben analisa a crença de que o homem é um animal superior, mas também aquela que defende que o homem não é sequer um animal. Com base em textos de autores e disciplinas diversas, demonstra que o homem, diferentemente do animal, não é um ser aprisionado pelo seu meio. Ao contrário, ele se deixar ampliar através dele. 

O verdadeiro, o belo e o bem: Uma nova abordagem neuronal - Jean-Pierre Changeux [neurociência] 


Neste livro, o renomado neurobiólogo Jean-Pierre Changeux guia o leitor em uma exploração das mais recentes descobertas sobre o cérebro humano aplicadas às psicologia, filosofia, arte e literatura para desbravar um território inexplorado no qual essas disciplinas se cruzam. Partindo das noções platônicas de Verdadeiro, Belo e Bem, Changeux as situa no âmbito da organização neuronal do cérebro humano para abordar questões ainda não resolvidas pela neurociência. Com imaginação e grandes insights, ilumina a evolução do cérebro e decifra o que as novas descobertas da neurociência podem pressagiar para o futuro da humanidade. 

*Verus*

De menina a mulher - Drica Pinotti 


Em De menina a mulher, Drica Pinotti vai ajudar as garotas a trilharem sem crises o caminho da adolescência, para se tornarem mulheres felizes, realizadas e seguras de si. Esta série de sucesso, que já vendeu mais de 230 mil exemplares e entrou nas listas de mais vendidos até em Portugal, se tornou referência para uma geração de meninas e vai continuar na cabeceira das novas gerações, guiando-as pelos percalços dessa fase tão atribulada da vida.

2 comentários:

  1. HUm...muito bom! Quero Vila vermelho, O amor nos tempos de cólera e cartas lacradas!^^
    Beijinhos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    P.s.: Desculpe a demora para responder, tive que ausentar-me um pouquinho da internet, mas já estou de volta! \o/

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde Denise,

    Gostei da maioria dos lançamentos, mas aguardarei as resenhas....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.