Cine Cult: O homem de Aço

28/06/2013


Começo a critica confessando que eu nunca me interessei muito pelo Superman e nem conhecia com propriedade a sua origem. Meu conhecimento se baseada em dois seriados antigos, que vocês devem conhecer, Smallville e As Novas Aventuras do Superman. Pois bem, essa minha falta de conhecimento sobre o personagem foi sanada com O homem de Aço. Esse é o primeiro ponto importante e digno de comentário, o filme tem uma longa explicação, cerca de 40 min., sobre a origem do Superman. Sei que muitos já sabem sobre Krypton, Jor-El e Kal-El, mas para os desinformados, como eu, isso fez uma grande diferença. Sinceramente, eu não me recordo se nos filmes antigos essa releitura da estória também acontece, mas nesse sim, e bem detalhada, ao contrario da sua infância e adolescência, que são retratações alternadas e em formato de flashback.

Após explicar a origem, o filme passa para o Superman adulto e é onde o ator Henry Cavill entra. Como eu não possuo um parâmetro de comparação, a minha opinião será fundamentada apenas nas emoções que senti com ele. O Henry se mostrou muito a vontade nesse papel, é perceptível pelos trejeitos dele com a famosa capa vermelha. É como se o fato de representar um dos heróis mais amados o tivesse motivado e não o deixado com receio. Sei que ele comentou isso em entrevistas recentes, que retratar um personagem como esse pode ser difícil, mas no filme isso não aparece. O que vemos é um ator confortável sendo a atenção máxima de uma possível franquia.


Além do Henry Cavill, outro ator que possui destaque é o Russell Crowe, que interpreta Jor-El, pai do Superman. A atuação dele foi de coadjuvante com toques de protagonista, já que em todas as cenas que ele apareceu foram, de certa forma, importante e muito bem representadas. Foi bom ver o Russell em cenas de luta, ele as faz como ninguém. Nomes conhecidos que também estão no filme são o Kevin Costner e Diane Lane que interpretam o Jonathan e Martha Kent, porém, suas atuações são mais discretas. E o que seria do Superman sem a Lois Lane? Ela é interpretada pela Amy Adams que é outra com uma visibilidade razoável. O romance nunca foi o grande foco das adaptações cinematográficas e nesse não é diferente.

O único ponto negativo sobre o filme é em relação ao vilão Zod, vivido pelo ator Michael Shannon. Ele aparece no começo e ali já fica claro que ele e o Superman terão um problema a ser resolvido no futuro e esse futuro acontece somente no fim do filme. Falto um certo equilibro entre mostra a origem e a vida do Superman com o grande desafio que ele enfrenta. Acredito que deixar tudo para o fim é sempre um ponto perigoso num longa, pois o publico se cansa rápido. O vilão é bom e é convincente, as motivações dele tem fundamento e as cenas com o Zod são, provavelmente, as melhores do filme. Poder ser porque são as cenas com os melhores efeitos especias, que falo no próximo paragrafo.



Sim, deixei a melhor parte para o fim, os sempre aguardados efeitos especias. Gente, imaginem uma cidade inteiramente destruída? Pois é, os efeitos de O homem de Aço vão por esse caminho. Começa ele sendo em 3D, que para efeitos faz toda a diferença e depois tem os superpoderes do protagonista. Esse segundo ficou muito bem retratado com as cenas de ação e ele descobrindo o seu poder. Alguns comentários sugeriram que tudo foi extravagante demais, só que eu não achei. Para um personagem com a força do Superman, os efeitos ficaram a altura. Agora, eles podem ter colocado cenas de ação demais no fim o que causa aquela estranhamento já que o filme vem num ritmo e de repente muda completamente.

Dirigido por Zack Snyder e com roteiro de David S. Goyer, o filme não foi feito para ter uma sequencia, eu pelo menos, não senti isso. Porém, como tudo pode acontecer, já circulam rumores de uma franquia. O homem de Aço estreia dia 12 de julho em todos os cinemas brasileiros e aqui vocês conferem as pré-estreias. E para finalizar uma notícia bem triste, o ator Henry Cavill viria ao Brasil para divulgar o filme, até postei essa notícia, mas devido aos protestos a turnê foi cancelada. Alias, ele não foi o primeiro, Brad Pitt também cancelou a sua vinda para divulgar do filme Guerra Mundial Z que estreia hoje.

-Esse 'S' significa o que?
-Não é um 'S'. No meu mundo, significa esperança. 

5 comentários:

  1. Não tenho lembranças muito satisfatórias do Superman - até onde eu me lembro, desenhos como "Super Amigos" e os primeiros filmes (década de 70, 80, por aí) se encarregaram de criar uma imagem bizarra do homem de aço. Mas depois de ter assistido ao trailer do novo filme, me parece válido dar uma chance. Gostei bastante do modo como você explorou os pontos mais importantes da trama. Parabéns.

    Beijos!
    Clara
    labsandtags.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Não acho o Henry Cavill um ator que tenha um desempenho destacável entre o mar de atores de hollywoos, porém sua beleza chama atenção, e isso é o que importa nessa industria cultural. Claro que irei assistir O Homem de Aço, mas não por ele, sim pelo Superman, que me remete a uma infância de gibis. A sua crítica me parece bastante pertinente e espero que esteja certa!

    Beijos
    @_RayPereira
    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Estou com muita vontade de assistir esse filme
    Amo filmes de super herois
    Mas não gostei do nome do filme, a gente logo pensa no Homem de Ferro

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Quero muito ver esse filme, e em 3D vai ser demais!!
    que pena que o ator não vai vir mais para divulgar o filme

    http://www.lostgirlygirl.com

    bjos

    ResponderExcluir
  5. Olá Denise,

    Esse filme parece ser legal...vamos aguardar os comentários....boa dica....abraços.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.