Cine Cult: O grande Gatsby

07/06/2013


São poucos os filmes que são melhores que os livros que deram sua origem, e para mim, essa adaptação de O grande Gatsby de 2013 se enquadra nessa categoria. Na resenha dele vocês conferiram o meu desagrado com o livro, eu não consegui entender muito bem a estória, gostar de alguns personagens ou me afeiçoar ao narrador, e o filme conseguiu fazer muito bem essa ponte: o de me envolver com o enredo e assimilá-lo. O filme tem várias modificações quanto ao livro, mas isso é normal e neste caso em particular, muitas dessas alterações fizeram o sentindo que eu tanto procurava no livro e não encontrava.

Nick Carraway, interpretado por Tobey Maguire, é o narrador desta estória. Tanto no livro quanto no filme ele participa do enredo, mas em determinados pontos fica de fora da narrativa, porém, no filme isso foi sanado. Mesmo que o Nick não esteja presente na cena, nós acompanhamos ela e sabemos o que se passa. Isso é muito importante para entender a relação do Gatsby com a Daisy, Carey Mulligan. Esse era o ponto que menos me gradava na obra original, a falta de conclusão que narradores oniscientes dão para as estórias, e ver pela visão do diretor Baz Luhrmann o que se supõe que tenha acontecido, deu uma perspectiva de fechamento que o livro deixou em aberto.


A estória narra a ilusão do sonho americano e do amor egoísta baseado no dinheiro. O Gatsby, Leonardo DiCaprio, ama a Daisy e acredita que para conquistá-la precisa ser muito rico, o enredo é basicamente este. O Leonardo está no seu melhor, não tem como dizer em outras palavras. O personagem no começo é enigmático, misterioso e no decorrer do filme se mostra amável e esperançoso. O Tobey Maguire mesmo sendo o narrador e o que mais aparece, acabou sendo superado pelo Leo, mas isso é compreensível. O filme é sobre o Gatsby e mesmo que contado por outra pessoa, ele não perde o brilho de ser o protagonista da estória.

O filme conseguiu captar o tom triste que o livro possuí e isso se dá, devido a personagem de Carey Mulligan, interpretada muito bem por ela. A Daisy é talvez a pior personagem do enredo, mais mau caráter do que seu marido Tom Buchanan, Joel Edgerton. A sua futilidade, egoísmo, falta de amor próprio é o que da origem a tudo que acontece e como termina. É como se você passasse uma parte da sua vida correndo atrás de um sonho que se dissolve nas suas mãos. O sentimento que fica depois de ler o livro ou ver o filme é esse, frustração.


Sobre partes técnicas do filme. A fotografia está incrível, assim como o figurino. Ficou muito claro e direto a questão do poder através do dinheiro, o querer conquistar aceitação e amor por meio dele. As cenas das festas e do glamour de Nova York superaram a ideia que eu tinha enquanto lia o livro. O enredo também tem esse pé nas diferenças entre classes. A Daisy e o Tom representam o lado rico e que nasceu em berço de ouro, e o Gatsby é considerado um novo rico, e a origem desse dinheiro é duvidosa, então, ele não serve para estar em qualquer meio. Essa posição é mostrada pelas casas em que eles moram, West Egg e East Egg, e o detalhe sobre a luz verde que quem ver vai entender.

Para finalizar, a trilha sonora tão discutida não poderia ficar de fora e é um dos melhores detalhes que o filme possuí. Lendo algumas criticas estrangeiras sobre O grande Gatsby, o ponto mais discutido era esse, a mudança que o diretor fez do jazz para o hip hop. A época em que o enredo se passa é o do jazz, mas o diretor preferiu mudar para que ficasse mais condizente com o momento de hoje. Ele até disse em entrevistas que se o Fitzgeral, autor do livro, visse o filme ele iria gostar de dois pontos: o fato de ser em 3D e a nova trilha sonora. O Jay-Z é responsável por ela e tem músicas lindas e arranjos maravilhosos. São ritmos diferentes, mas não deixou nada a desejar. Destaque para Lana Del Rey e sua versão de Young and Beautiful.

O filme O grande Gatsby estreia hoje nos cinemas de todo Brasil e aqui vocês conferem onde ele está passando.

10 comentários:

  1. Eu com certeza pretendo vê o filme. Ele está sendo super bem comentado, e ao que tudo indica é também um ótimo filme.
    Só fiquei sabendo que tinha o livro depois que vi que o filme ia ser lançado. Talvez eu leio o livro, mais vou conferir o filme primeiro.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  2. Nossa, é realmente raro isso acontecer, um filme ser melhor que o livro. Mas quando a leitura acaba e fica a frustração, não tem para onde correr mesmo.

    Pretendo ver o filme com certeza, mas já tinha minhas dúvidas quanto ao livro, e agora então... esperar pra ver rsrsrs.

    Beijos,
    Myris
    www.nacabeceiradacama.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu estou morrendo de vontade de ir ver, vou me programar para ir semana que vem.
    Realmente o Leonardo DiCaprio está numa fase de crescimento, cada vez melhor.

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Denise!
    Eu adoro os filmes do DiCaprio e só por ter ele já quero assistir. Mas parece ser muito bom mesmo!
    Mudar de jazz pra hip hop? Não curti!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  5. Quero muito assistir, o trailer é puro luxo!

    ResponderExcluir
  6. Ache bastante interessante, apesar de não gostar muito do ator. Quer dizer, acho ele lindo e tudo, mas minha mãe baba tanto por ele que eu enjooei. hahahaa
    http://clicandolivros.blogspot.com.br/
    @clicandolivros
    Beijão.

    ResponderExcluir
  7. Deni,Deni
    Estou louca para assistir esse filme.
    Estou mais ansiosa para assistir o filme do que ler o livro.
    Parabéns pelo post.
    Beijos

    Jéssica
    http://leitorasempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Você já foi correndo ver o filme? WOW! Que rápida!
    To doida para ler o livro, porque dizem que é incrível. O filme eu também quero ver, mas só depois que ler o livro.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  9. Faz um ou dois anos que quero ler O Grande Gatsby, mas nunca conseguia encontrar em nenhuma livraria, por não ser tão popular como é agora, com a terceira adaptação cinematográfica. Quando eu soube que readaptariam, e depois de ouvir a trilha sonora brilhante, fiquei ainda mais curiosa com relação ao livro. Vai ser bem mais fácil obtê-lo por conta do lançamento do filme, então com certeza vou comprá-lo.

    Abraço!
    Clara
    labsandtags.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Esse filme deve ser muito lindo. Eu ainda quero ler o livro, mas me desanimei com sua resenha... :(
    Beijos

    @_RayPereira
    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.