Resenha: Uma curva na estrada

09/04/2013



A vida do subxerife Miles Ryan parecia ter chegado ao fim no dia em que sua esposa morreu. Missy tinha sido seu primeiro amor, a namorada de escola que se tornara a companheira de todos os momentos, a mulher sensual que se mostrara uma mãe carinhosa. Uma noite Missy saiu para correr e não voltou. Tinha sido atropelada numa rua perto de casa. As investigações da polícia nada revelaram. Para Miles, esse fato é duplamente doloroso: além de enfrentar o sofrimento de perder a esposa, ele se culpa por não ter descoberto o motorista que a atropelou e fugiu sem prestar socorro. Dois anos depois, ele ainda anseia levar o criminoso à justiça. 

É quando conhece Sarah Andrews. Professora de seu filho, Jonah, ela se mudou de Baltimore para New Bern na expectativa de refazer sua vida após o divórcio. Sarah logo percebe a tristeza nos olhos do aluno e, em seguida, nos do pai dele. Sarah e Miles começam a se aproximar e, em pouco tempo, estão rindo juntos e apaixonados. Mas nenhum dos dois tem ideia de que um segredo os une e os obrigará a tomar uma decisão difícil, que pode mudar suas vidas para sempre. Nesta obra, Nicholas Sparks escreve com incrível intensidade sobre as difíceis reviravoltas da vida e sua incomparável doçura. Um livro sobre as imperfeições do ser humano, os erros que todos cometemos e a alegria que experimentamos quando nos permitimos amar. 

Quando eu estava pensando no que escrever sobre esse livro, me lembrei que embora ele esteja sendo lançado agora, foi um dos primeiros que o Nicholas escreveu. Já me preparava para dizer que ele tinha perdido a mão quando esse fato me ocorreu. Não que esse fato tenha mudado o que vou escrever, mas entendo que a construção da escrita dele foi crescendo ao longo dos anos e que os primeiros sempre vão ser os testes. Mesmo não tendo gostado de algumas partes, o livro no geral não é tão ruim, ele é só diferente do que estamos acostumadas com o autor.

A mulher do Miles Ryan, Missy, foi atropelada e o assassino nunca encontrado, sendo ele alem de marido o subxerife da cidade, seu sentimento de frustração é multiplicado por dois. Ele vive em função de prender quem cometeu esse crime a dois anos, deixando de lado seu filho pequeno e sua vida. Sarah Andrews aparece nesse momento conturbado, onde ele não se reconhece mais como homem nem pai. Só que ela também tem uma bagagem, acabou de sair de um casamento recente e que acabou de uma forma nada fácil ou amigável. O que começa com um casal curando as feridas se transforma em um relacionamento amoroso que pode ser testado com a descoberta de quem matou Missy.

Talvez a principal diferença do livro seja o suspense, dos quatro livros do Nicholas que li, esse é o primeiro que tem um mistério a ser desvendado. O assassino da mulher de Miles narra o livro em primeira pessoa quando o resto é em terceira. Acredito que esse fato foi para que o leitor fique com pena dele (a) já que pela narrativa notamos o arrependimento pelo que houve. Porém, na hora de descrever a pessoa em forma de pistas e capítulos alternados, ele da detalhes errôneos a meu ver, já que quando descobrimos no final quem é, percebemos que é diferente de como tínhamos lido. Tenho uma justificativa para isso, a narração desse personagem no ultimo capitulo revela o tempo da estória, diferente do qual ela se passa, mas mesmo assim, para mim, a descrição física dele não coincide.

Sarah não conseguiu conter um sorriso. Como pequeninas estrelas, duas velas tremeluziam no peitoril de sua janela.

Outro ponto sobre o suspense foi que o Nicholas trabalhou isso rápido e somente no fim. Sei que para o Miles descobrir o assassino era importante, e claro, para quem está lendo também, mas não precisava parar os outros acontecimentos e narrar só esse. Quando ele está nessa busca os outros personagens são deixados de lado, a Sarah por exemplo, fica páginas sem aparecer. Acredito que ter mesclado os acontecimentos e não ter deixado tudo para o fim seria mais interessante. Consequentemente a ação do livro acontece apenas no final, sendo que doses dela teriam surtido um efeito melhor.

O romance, que seria o ponto alto do autor anos depois, é do jeito que a gente conhece. E aqui da para perceber como que o Sparks trabalharia o tema nos seus livros. O romance dele é focado no sentimento e não na pele, mesmo aparecendo as vezes de forma sutil não é a parte principal, na reflexão e no entender o que o outro sente e espera do relacionamento. O Miles e a Sarah quando se conhecem não estão totalmente prontos para se envolver, mas isso vai sendo trabalhado e os medos superados para o amor dar certo.

A minha queixa sobre o livro é por causa do suspense, acredito que o autor trabalho mal o tema, mas o romance é gostoso de ser lido.  O Nicholas deve ter percebido que isso não era a praia dele e se jogou no amor, e essa foi a melhor decisão dele. Para quem nunca leu Sparks eu recomendo que comece por esse, pois irá perceber o crescimento do autor e dos seus livros. Se você já o conhece, pode ficar decepcionada com uma parte ou outra como eu, mas lembrem que esse foi um dos primeiros romances que ele lançou.

-Obrigada por confiar em mim.
-Eu não tive escolha.
-A gente sempre tem escolha.
-Não desta vez. Não com você.

Uma Curva na Estrada 
Nicholas Sparks
Editora Arqueiro

13 comentários:

  1. Gosto muito dos livros do Nicholas
    Apesar dele amar matar as pessoas
    E esse quero ler, já esta na lista

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá Denise,

    Esse livro esta na minha lista de desejados, até o momento só li 3 livros do autor e gostei, parabéns pela resenha....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sempre leio resenhas sobre os livros do NS, mas ainda não parei para ler um livro dele, mas pretendo mudar isso ainda esse ano. Ótima resenha!!

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Foi um dos primeiros que ele escreveu e agora que foi lançado? Que, que isso? Li isso em um Bestseller para chamar de meu (apesar de não gostar mt do livro), mas recebi essas informações.
    RSRS, e é legal ver um dos primeiros romances dele, já que, como você mencionou. dá pra ver certa semelhaça com os outros livros.
    Beijos e boa noite!
    clicandolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Hey
    Ah primeira resenha desse livro que leio *o*
    Estava doida pra ler uma!

    E nossa, tem suspense?
    Vou adorar!!!

    Esses livros lançados pela a Arqueiro tem histórias bem diferentes que costumamos ler dele...

    Abs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  6. Hum...não sabia que esse tinha sido um dos primeiros livros dele! Ai...eu acabei de ler Á primeira vista e sei lá...estou meio confusa do que achar do livro e como resenhar. Ainda bem que ele saiu do suspense e se jogou no romance! kkk
    Beijocas!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  7. Não sabia que este tinha sido um de seus primeiro romances. Vou querer conferir cm certeza!
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. Esse cara não para de lançar livros né? hahahahah, sempre com esse toque melancólico. Ainda não tinha ouvido falar, mas já fiquei curiosa pela leitura.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  9. Nicholas sempre na minha prateleira. Não tenho esse ainda, mas não preciso nem ler resenha pra saber que vai ser ótimo!!!!!!!

    ResponderExcluir

  10. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda
    www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?
    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html
    shopping.uol.com.br/e-book-reverso_2631732.html

    ResponderExcluir
  11. gente não conseguir ler o livro ate o final e amanha tenho um trabalho para entregar. por favor me ajudem com dicas?

    ResponderExcluir
  12. gente não conseguir ler o livro ate o final e amanha tenho um trabalho para entregar. por favor me ajudem com dicas?

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.