Resenha Hot: O inferno de Gabriel

05/02/2013



A salvação de um homem. O despertar da sexualidade de uma mulher. 

Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites. O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados. 

Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante – um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer. Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir. 

 Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível. 

Quando eu escutei algo sobre esse livro foi praticamente uma semana antes de solicitá-lo para a editora, eu estava por fora do sucesso dele, mesmo sendo uma avida leitora de fics. Pela amizade entre os autores, ou autoras, ninguém sabe, a comparação entre O inferno de Gabriel e a trilogia 50 tons de cinza foi inevitável. Nessa resenha, porém, eu explico meu ponto sobre porque eles não tem nada de parecidos, e olha que eu nem li o último.

Com uma sinopse bastante explicativa e cheia de pistas sobre o que vai acontecer ao logo da narrativa, vou direto a caracterização dos personagens. Julia é uma moça tímida, submissa, bondosa e que muitas leitoras vão ver como chata. Ela tem problemas de autoestima devido a um relacionamento abusivo com um ex-namorado. Gabriel é o completo oposto dela, decidido, charmoso, arrogante e que tem as mulheres que quer. Por baixo dessa capa toda, existe um homem atormentado pelos erros do passado e com a personalidade bem instável, ele tem acessos de raiva e se torna agressivo com quem está por perto. Por mais problemas que os dois tenham, a tensão sexual entre eles marca o livro todo. Eles tem química e querem tornar a tensão algo mais.

O único ponto que não me agradou no livro foi inicio dele, é desnecessariamente rápido. Para um livro com 400 pgs, um começo mais detalhado e explicativo não seria problema. Nas primeiras páginas Gabriel e Julia já se conhecem, brigam e tem um encontro. É confuso esse começo e muito dele você só entende no meio do livro. Seria melhor se fossemos apresentados a eles primeiro, os conhecêssemos e depois as tensões e brigas aparecessem.

Vou ser expulso do Paraíso amanha, Beatriz. Nossa única esperança é que você me encontre depois. Procure por mim no Inferno.

Se você está indo ler esse livro com a intenção de achar algo parecido com 50 tons você será surpreendido. Nunca li os livros, mas de tantas resenhas e comentários, eu praticamente sei tudo sobre ele. Sei sobre as cenas de sexo e como a narrativa se desenvolve. O inferno de Gabriel para mim não entra nem na classificação erótico, pois nele temos apenas a tensão sexual, algumas insinuações e palavras que remetem ao erotismo. Ao contrário de 50 tons onde as cenas são descritivas e detalhadas, nesse as cenas não são explicitas. Quando terminei de lê-lo fiquei com a sensação de ler algo da Nora Roberts ou da Linda Lael Miller que são autoras do gênero, que eu adoro, mas que escrevem de forma sútil.

O romance é muito bem construído em cima do amor de Dante Alighieri e Beatriz Portinari. Eu conhecia o Dante muito por cima, pelo livro A divina comédia, mas fora isso eu não sabia mais nada. As referencias que a autora trouxe tanto dos livros quanto da arte, me fez ficar curiosa e pesquisar mais sobre elas. Eu fico imensamente feliz quando um livro extrapola as próprias paginas e amplia o meu conhecimento. A autora/o deve ter feito uma vasta pesquisa para escrever essa história pois tudo é bem fundamento e verdadeiro. Basta ir a qualquer site de pesquisa para ver que as informações procedem.

Outro ponto que chama a atenção são os diálogos extremamente inteligente que o livro tem. A autora soube colocar no meio não só referencias sobre Dante, mas também sobre outros livros, filmes, gastronomia e cidades. Cria todo um clima diferente quando eles recitam trechos de livros e poesia ou quando o Gabriel seleciona as músicas que eles escutam. O humor dele combina com cada música que aparece no livro. Os que gostam do gênero clássico ou jazz se identificaram mais com a trilha sonora.

Cicatrizes nunca desaparecem. Feridas podem se fechar e talvez até sejamos capazes de nos esquecer delas com o tempo, mas as cicatrizes são para sempre. Nem mesmo Jesus perdeu as suas.

O inferno de Gabriel foi um livro que eu li rápido, embora eu quisesse parar e saber mais sobre as referencias, e de leitura fluida. O enredo é envolvente e os personagens cativantes. Mesmo eu estando cansada desse padrão de caras malvados e que são Deuses do sexo e as meninas virgens e imatura, foi um livro que me predeu. Acredito que mais pelo paralelo que a autora fez entre Dante Alighieri e Beatriz Portinari. Indico esse livro para os que gostam de romance sensual, que em parte saberão o que encontrar, e que em parte vão ser surpreendidos pela narrativa bem construída e pela relação intensa de Gabriel e Julia.

O Inferno De Gabriel - Gabriel's Inferno - Livro 1
Sylvain Reynard
Editora Arqueiro

10 comentários:

  1. Olá !
    Estou super curiosa para ler esse livro, vi tanta gente falando, tanta divulgação que me aguçou a curiosidade.
    abraços
    Melissa
    http://decoisasporai.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não gosto muito dos livros dessa modinha de livros eróticos que está fazendo sucesso agora, mas esse parece ser um pouco mais elaborado que os outros.. Não é um livro que eu vá ler, porém parece ser bom para os leitores interessados nesse estilo.
    Muito boa a sua resenha, bem explicativa e bem escritaa :)

    ResponderExcluir
  3. Esse livro parece ser muito bom
    E esta super em alta esses romances quentes

    Beijos
    @pocketlibro
    pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Não tenho interesse pelo livro, mas vc abordou coisas na resenha que fiquei super curiosa, aiai...
    Lá vai eu aumentar minha listinha de desejados.

    clicandolivros

    ResponderExcluir
  5. Então...
    Apesar da decepção com a modinha, pq ainda não li nenhum que fosse marcante, tenho uma vontade enorme de ler O inferno de Gabriel.. Acho que de tanto que a Mari[marizoch] falou nele. hehehe

    ResponderExcluir
  6. Não esperava tanto do livro, mas vejo que será uma leitura agradavel, tirando o começo rápido, né. A resenha esta ótima e gostei de saber mais sobre O Inferno de Gabriel, no entanto, infelizmente ainda tenho outras leituras para concluir, mas quem sabe em outra ocasião =D

    Bjs

    daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  7. Nem sabia desse livro, esse genero não me atrai muito. Mas vou dar um chance pra ele

    ResponderExcluir
  8. Oi Denise,
    Eu não fiquei tão entusiasmada pelo enredo de “O Inferno de Gabriel”, mas eu o leria por curiosidade.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ai, que ótimo que não se parece com 50 tons, que te remeteu à Nora Roberts e que os diálogos são inteligentes, você não sabe como fiquei feliz com essa notícia, pois acabei de receber o livro e devo começar a leitura no final de semana =D
    Saltitante de alegria, beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  10. Confesso que não estou interessada no livro, chega de livros com está temática.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.