{Post Especial} Aniversário de Charles Dickens

07/02/2013

A 201 anos, no dia 7 de fevereiro, nascia Charles John Huffam Dickens ou Charles Dickens, e para comemorar a data, vou fazer um pequeno post sobre sua vida e principais obras. A maioria a de convir que não da para postar TUDO sobre um autor consagrado como esse. Conheci o Dickens bem tarde, confesso, já na faculdade de Letras estudando Literatura Inglesa. O autor que escrevia sobre o sofrimento que a revolução industrial causou me chamou a atenção, porém, até o dia de hoje nunca li um livro sequer dele, mesmo tendo três.


Dickens nasceu em uma sexta-feira na cidade de Portsmouth (condado de Hampshire, Inglaterra), filho de John Dickens, funcionário perdulário da Armada, e de esposa Elizabeth Barrow. Quando fez cinco anos, a família mudou-se para Chatham, no condado de Kent.

Quando a situação da família piorou, seu pai foi preso por contrair dívidas. Aos doze anos teve de trabalhar numa empresa produtora de graxas para sapatos, e sustentava a família com apenas seis xelins por semana. Mesmo com a melhora das condições financeiras da família, Dickens continuou na fábrica.

Entre amigos e familiares.

Os problemas que viveu como a exploração e o excesso de trabalho serviram de inspiração para as suas obras literárias. Charles Dickens chegou a trabalhar como repórter parlamentar. Foi também cronista judicial e jornalista. Aos 20 anos é estenógrafo do jornal True Sun e passa a escrever em 1833, lançando crônicas humorísticas em jornais com o pseudônimo de Boz.

Charles Dickens de 1836 a 1837 compõe, por encomenda, o romance de folhetim As Aventuras do sr. Pickwick. Publica Oliver Twist (1837), Nicholas Nickleby (1839), Loja de Antiguidades (1840) e Barnaby Rudge (1841), todos de cunho sentimental, exigência da publicação seriada. Viaja para diversos países, entre eles os Estados Unidos, Itália e França.

Casa do Dickens em 1835 e atualmente seu Museu - Londres.

No retorno a Londres, redige, em 1849, o autobiográfico David Copperfield. Na década seguinte, rico e admirado, publica vários livros de sucesso. Grandes Esperanças, de 1861, é considerado seu romance mais equilibrado e menos sentimental. Morre em Gad''s Hill, 1870, deixando inacabado o policial O Mistério de Erwin Drood, e foi sepultado na Abadia de  Westminster. Encontra-se escrito em sua sepultura: "Apoiante dos pobres,  dos que sofrem e dos oprimidos; e com a sua morte, um dos maiores  escritores de Inglaterra desaparecia para o mundo."

Achei esse vídeo no yt e ele faz um resumo sobre a vida de Dickens, uma pena estar em inglês, mas com as legendas da para entender. Ele é todo feito em desenho, acho que vocês vão gostar.


Das obras do autor, acredito que a mais conhecida seja Um conto de natal, até pela adaptação de 2009 feita em 3D pela Disney onde Jim Carrey interpreta Scrooge. Fora esse, um livro que ganhou edições recentes e luxuosas da Cia de Letras e Landmark, foi Grandes Esperanças. Confiram aqui o release da Landmark.Tenho essa obra e espero poder lê-la esse ano.


Outro livro bastante conhecido é Oliver Twist, mas aqui no Brasil a maioria são adaptações infantis. Uma edição que parece ser o texto integral é de 1983 e raro de achar. Ele está nos planos da Cia de Letras/Penguin, mas uma data não foi definida. Inclusive a versão em inglês desse livro está na promoção #1anoDL. Ele já foi adaptado varias vezes pela BBC e pode ser adquirido em qualquer livraria ou loja de DVDs.


Um conto de duas cidades e David Copperfield também são amplamente conhecidos, mas o último acredito eu, nunca foi lançado por aqui. O primeiro possui algumas edições antigas da Abril, muito difíceis de encontrar, principalmente em bom estado e uma edição capa dura e cara da editora Estação Liberdade (cobiço essa edição). Tenho esperanças que a Cia de Letras/Penguin também lance os dois.


Esse post foi apenas para não deixar a data passar em branco, nem me atrevi a postar sobre todas as obras e as adaptações feitas ou seria um post gigante. Espero que vocês tenham ficado curiosos sobre o autor e pesquisem mais sobre ele, ou leiam seus livros. Espero mais o último. ;)

Obs: Em comemoração ao aniversário, a editora Landmark está sorteando dois exemplares de Grandes Esperanças, clique aqui e veja como participar.


5 comentários:

  1. Não conhecia Charles, mas acho que já tinha visto Oliver em algum lugar.
    Gostei do post, você tem uma ideia bem singular da maioria das coisas, gosto das suas postagens.

    Rafa
    Blog Melody
    http://rafaacarvalho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nada de Dickens acredita? #shameonme
    Sei várias coisas sobre ele e claro que já ouvi falar de seus clássicos mas nunca peguei nada pra ler, porém pretendo fazer isso o mais rápido possível! hahaah

    ResponderExcluir
  3. Eu não conhecia, confesso. Mas pelo jeito ele é o cara. rs

    beijos

    clicandolivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nada dele, não por falta de vontade, mas por esquecimento mesmo. hahaha

    ResponderExcluir
  5. Também ainda não li nada dele, mas vontade é o que não falta!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.