Cine Cult: Os Miseráveis

03/02/2013

 Esta indicação vai ser baseada apenas nas minhas impressões do filme e não uma comparação do filme com o livro como eu gostaria, infelizmente não li o livro a tempo. O filme Os Miseráveis é dividido em 3 partes, entre 1815 até 1832, e se passa durante a revolução francesa do sec. XIX.


No inicio do filme nós conhecemos Jean Valjean, um homem preso por roubar pão para dar ao filho de sua irmã e o oficial Javert, que perseguirá Jean para provar que o crime está no sangue dele. Ao ser libertado, Jean carrega um documento dizendo que ele é um ladrão perigoso e isso o impede de ter uma vida digna, já que para tudo o que ele deseja fazer, esse documento é apresentado. Disposto a uma nova vida, ele rasga esse documento e assume uma nova identidade, sendo sempre perseguido de perto por Javert. A história vai se desenrolar a partir dessa perseguição e com outros personagens aparecendo no caminho de Jean.

Os personagens que mais aparecem durante o filme são os interpretados por Hugh Jackman e Russell Crowe, Jean e Javert respectivamente. O outro destaque é a Fantine, interpretada pela Anne Hathaway e que emociona e confesso, me levou as lagrimas, cantando a música I Dreamed a Dream. Amanda Seyfried interpreta a Cosette mais velha e Eddie Redmayne vive seu par romântico, Marius. Tem um garotinho na terceira parte do filme que me marcou pela interpretação grandiosa, ele rouba a cena e cita um dos versos mais verdadeiros do filme, algo mais ou menos assim: ´Querem igualdade para todos? Saibam que somos todos iguais quando morremos.`


Acredito que a palavra musical nunca foi tão bem aplicada em um filme quanto esse. Provavelmente, 98% do filme é cantado, são pouquíssimos mesmo, os diálogos. O que pode causar certa estranheza já que as musicas do filme não são caracterizadas com muitas rimas, isso porque as falas foram adaptadas para além de serem cantadas, fazerem sentido para o entendimento da história. Portanto, quem não gosta de filmes cantados quase que completamente, não vai gostar desse, o que é uma pena.

Outro fato que causou estranheza na minha sessão, mas que eu já esperava por acompanhar o processo de divulgação do filme, são as vozes dos atores. As canções do filme Os Miseráveis foram gravadas ao vivo, isso quer dizer, que enquanto eles estavam interpretando, cantavam também acompanhados de um piano. São poucas as cenas que foram refeitas, por demandar vários atores e produções. Os atores cantando não é tão lindo de se escutar como escutar um cd do seu cantor favorito, pois além de catarem, eles precisam passar a emoção das cenas e a maioria delas é de dor e sofrimento. Algumas desafinações e respirações fora do tempo de musica são comuns.


A emoção me acompanhou ao longo das 2h e 40 de filme. É uma história extremamente triste e que acompanhado de musica, só deixou tudo mais sofrido ainda. Além das provações que os personagens principais passam, temos ainda o tema da revolução francesa contada pelo visão do povo. As cenas de como as cidades eram é desumano. As pessoas todas sujas, passando fome, vendendo crianças e as mulheres seus corpos para sobreviver. A miséria na época da revolução é uma situação cruel que o filme soube retratar muito bem.

Sendo um musical, a trilha sonora do filme é o que mais chama a atenção, eles conseguiram combinar todas as cenas com uma perfeição sem igual.O figurino e a ambientação está maravilhosa, a gente só tem a dimensão dos cenários, quando as filmagens ocorrem com vários atores, como é o caso da cena final e nas da revolução. Se tem uma palavra que marca esse filme é sofrimento. Nenhum personagem passa ileso de choro em sua trajetória. Até tem algumas cenas engraçadas por parte dos atores Sacha Baron Cohen e Helena Bonham Carter e um romance entre a Cosette e Marius, mas a maior parte dos cantos é de lamento.


Os Miseráveis estreou na sexta, dia 1, e está em cartaz nos cinemas brasileiros. Com roteiro de Willliam Nicholson e direção de Tom Hooper o filme pretende emocionar com suas interpretação através da realidade musical. Só posso dizer que se você não pode dispor quase 3h de seu tempo para ver esse filme, está perdendo umas das produções mais ricas do ano.

Uma curiosidade interessante. O diretor recusou dirigir O homem de Ferro 3 por causa desse filme, ele quis tentar algo diferente como um musical e não outro filme de uma franquia.


17 comentários:

  1. Estou ansiosíssima para ver este filme!! Amo musicais, e me arrependo amargamente de não ter ido ver quando esteve em cartaz aqui em SP há uns anos (sem falar que também nem vi o filme mais antigo). As músicas são lindas, e por gostar delas também tenho vontade de ler a obra que inspirou o musical.

    bjs
    Livro Lab

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bom?
    Ouvi falar muito desse filme, mas não fazia ideia do que esperar. Para ter uma ideia, eu nem sabia que era musical hahaha
    Não sei se gostaria muito, principalmente por ser 98% cantado e por eles cantarem "ao vivo", mas acho que vou assistir mesmo assim. Fiquei morrendo de vontade haha
    Adorei a resenha, ficou muito boa mesmo!!

    Beijoss
    Thaís - Instinto de Leitura

    ResponderExcluir
  3. Ainda não sabia desse filme
    Mas agora com seu post, fiquei com muita vontade
    E já entra para minha lista 2013

    Beijos
    @pocketlibro
    pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Aiii gente quero muitoo ver esse filme. Está super falado por aiii!^^ Mas antes gosto de ler o livro...vamos ver o que resolvo.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Vou ler o livro antes para depois assistir o filme. Não gosto muito de musicais, mas gostei bastante dos seus comentários e me dispertou interesse.
    Bjos
    Lu
    http://vergostarler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Vale lembrar o estranhamento que Evita causou pela questão musical.
    EU AMOOOOOOOO Musicais, então é quase certo que irei gostar. Algo do tipo "cantam"? Opa, gostei!

    Quero ir assistir essa semana, porque incrivelmente meu noivo quer ir junto.
    Adorei a resenha, e fico feliz porque parece que conseguiram reproduzir bem o livro para as telas (ao menos a minha leitura do livro).

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. OMG Eu adooooooooooooro musicais e estou esperando pra poder assistir esse filme que parece ser muito bem feito e extremamente bom!

    ResponderExcluir
  8. Peguei uma adaptação do livro pra poder assistir ao musical. Eu também sou uma chorona, se rolar emoção no filme, estou cá chorando com um nó na garganta.

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  9. Pretendo vê o filme *-*
    Espero gostar muito dele.
    Bjos...

    ResponderExcluir
  10. Preciso ver esse filme, gosto do Hugh e da Anne, e quando vi matérias sobre a produção fiquei louca.

    Rafa
    Blog Melody

    ResponderExcluir
  11. Boa noite Denise,

    Estou lendo o livro Os Miseráveis já faz um tempinho e toda a beleza desse livro extraordinário só seria demostrada em uma série e acho que o filme não vai conseguir retratar nem 1/3 desse livro, ele é muito longo 1498 págins e com letras pequenas...mas o filem é uma boa pedida para quem gosta....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Denise,
    Não sou muito fã de “Os Miseráveis”, por isso não sei se vou assistir a esse filme.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Admito que não sou fã de musicais, sei lá, eles me dão sono. Apesar de ter alguns interessantes. Então por causa do post e dos poucos interessantes, to pensando seriamente em assistir a esse :D
    Mas não no cinema,tá caro hehhe

    ResponderExcluir
  14. Quero MUITO ver esse filme! Falaram muito bem dele

    ResponderExcluir
  15. Vi a versão original no colégio ainda, quando tive que ler o livro. Apesar de estar com uns 13 anos na época, já achei a história bastante intensa.
    Não vejo a hora de ver esse filme, gosto muito de musicais!
    Beijo

    ResponderExcluir
  16. O filme para ser muito bom, nao tenho tanto costume de assistir filmes, mas tem cada um que me instiga.
    clicandolivros

    ResponderExcluir
  17. Nossa, esse filme parece realmente ser muito bom, principalmente porque tem a Anne Hathaway, uma das minhas atrizes favoritas.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.