Resenha Hot: Dom de natal

24/12/2012


De volta, no Natal 

Após 10 anos longe de sua cidade, o jornalista Jason Law retorna para New Hampshire sob a égide do filho pródigo. Ele agora pensa em somente uma coisa: reencontrar Faith Kirkpatrick, seu primeiro amor, e sua primeira decepção na vida... Mas talvez ela não tenha mais tempo para Jason... A não ser que, inspirada pelo espírito natalino, crie coragem para tornar realidade seu maior desejo...

Nosso pedido de Natal

Os gêmeos idênticos Zeke e Zach tinham somente um pedido para Papai Noel: uma nova mãe! Ao conhecerem a srta. Dayse, a nova professora de música, mal podiam acreditar em tamanha sorte. Por outro lado, convencer o pai deles, Mac Taylor, poderia ser muito mais difícil do que imaginavam. Será que Zeke e Zach ganhariam o presente que tanto queriam?

Entrando no clima natalino, a intenção era que eu postasse resenhas com esse tema no blog essa semana, porém, com as leituras atrasadas, li apenas um livro com o natal como plano de fundo e foi esse, da Nora, que aliais é o primeiro livro dela que leio. Dom de Natal reuni duas histórias de natal em um único livro com um pouco mais de 150 pg cada.

De volta, no Natal conta a história de Jason, um homem que teve uma infância complicada com o pai e que sempre sonhou em viajar e conhecer o mundo. Ainda adolescente ele conhece Faith e eles tem um romance. Com 20 anos ele decidi sair da cidade e ser jornalista e deixa Faith para trás com a promessa de levá-la quando ele pudesse, mas nesse meio tempo ela casa com outro homem e eles perdem o contato. Dez anos depois Jason volta para a cidade onde cresceu para acertar velhas contas.

Já em Nosso pedido de Natal, Mac foi abandonado por sua mulher com dois gêmeos ainda recém nascidos e sem nenhuma ideia de como fazer para cuidar deles. Quando uma professora de música chega na cidade, ele não sabe como lidar com a atração que começa a sentir por ela, pois tinha decidido deixar as mulheres fora da sua vida. Srta. Dayse. só queria um novo começo em uma cidade pequena, mas lá acontece o que ela não esperava, se apaixonar pelo pai de gêmeos que a conquistaram logo de cara.
 
Tentara fechar a porta da parte da sua vida que incluía Jason, embora soubesse que isso não era possível.

As duas histórias foram construídas de forma similar, um enredo curto e simples e com poucos personagens. Na primeira o casal protagonista é o Jason e a Faith e no segundo Mac e srta. Dayse. A construção física dos dois casais são parecidas, as mocinhas com uma beleza mais comum e os mocinhos daquele jeito que as leitoras gostam, com características mais avantajadas. O Jason tem a aparência e a personalidade que mais me agradou, meio rustico e fechado. Simpatizei mais com a protagonista do segundo, srta. Dayse, pela determinação e amabilidade.

O enredo da segunda história foi a que eu mais gostei. Os gêmeos Zeke e Zach são muito bonitinhos desejando uma mãe de natal e tramando um plano para isso acontecer. E embora a história não seja profunda e cheia de detalhes, consegui visualizar um romance em poucas paginas. Onde o enredo se passa eu também gostei, uma cidade pequena rodeada por montanhas e com uma população bem unida. O primeiro também se passa em uma cidade do interior, mas na segunda ela foi mais descrita.

O ponto negativo dos enredos, além de ser pequena e sem profundida, foi a conclusão. A duas histórias tem conclusões que deixam a desejar, simplesmente por não fecharem os enredos. O desfecho delas é jogar para o leitor como ele quer terminá-la, ou seja, pode ser o que você está pensando, mas pode não ser. Prefiro quando a autora conclui do jeito que ela imaginou o enredo e não querendo agradar a todos deixando para cada um terminar do jeito que quer.

Com enredos simples e de fácil entendimento, a leitura do livro é rápida, peguei ele em um dia e no outro já tinha terminado. Ambas apresentam uma cena hot pouco descritiva e bastante sutil. Como primeiro livro da Nora a experiencia foi boa, não espetacular como eu esperava, mas sei que esse livro não tinha potencial para ser uma história excepcional, apenas para passar o tempo e entreter. Elas são fofas e despertaram em mim a vontade de ler outros livros da autora.

Havia alguma coisa naquela mulher, ele pensou. Alguma coisa no jeito dela que o fazia sentir-se como se estivesse descongelando, depois de um longo tempo congelado.

Dom de Natal
Nora Roberts
Editora Harlequin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.