Cine Cult: Enrolados

02/10/2012

Demorei um pouco a postar essa indicação, porém, aqui estou eu para escrever sobre um desenho encantador, um pouco antigo, mas que só tive a oportunidade de assistir por esses dias. Enrolados é uma recriação do famoso conto de fadas da Rapunzel, lançado em julho de 2011 pela Disney.

Rapunzel foi raptada pela mãe Gothel de seus pais ainda bebê, seu cabelo comprido possui uma qualidade muito valiosa e por causa dele, ela é mantida em uma torre longe de tudo e todos. Flynn é um ladrão que quando está procurando um lugar para se esconder encontra uma torre em um lugar a esmo e pensa que estará seguro dentro dela. Lá ele encontra Rapunzel e ambos saem para uma aventura que mudará o destino deles para sempre.


Essa versão de Rapunzel foi uma das mais inteligentes que já assisti e também completamente diferente da original, o que até poderíamos dizer não se tratar de uma recriação. Todas as explicações do filme são coerentes e não deixam nenhuma ponta solta, tem um porquê para o cabelo da Rapunzel ser comprido, para ela ser presa na torre e assim por diante. Como todo filme para crianças, temos uma moral da estória e a adição de temas sérios para o enredo, em Enrolados temos a questão do bem e mal, de correr atrás dos sonhos, sobre escolhas certas e personagens femininas destemidas.

Lógico que sendo uma versão de um conto de fada,s também não poderia deixar de ter um romance, princesa e príncipe encantado, bem, nem tão encantado assim. Gosto desses novos personagens que vem sendo introduzidos nos desenhos, os mais comuns. O Flynn de príncipe não tem nada, ele é um ladrão que leva a vida numa boa e embora a Rapunzel tenha aquele esteriótipo de princesa, ela tem os medos e anseios de uma jovem normal. Os dois foram construídos para combinar, só que isso não é forçado no filme, ele se dão bem de forma natural.


Ri muito com dois personagens considerados secundários, mas que roubam a cena em determinadas partes do filme. O primeiro é o melhor amigo da Rapunzel, Pascal, um camaleão muito sabido, e o segundo o cavalo Maximus que tem com o Flynn uma rixa. Essas desavenças entre o Maximus e o Flynn provocam cenas ótimas e que deixam o filme com cara de comédia. O que é o Pascal enfiando a língua no ouvido do Flynn? Me arrepio só de pensar.

O único ponto negativo do filme é a dublagem do personagem Flynn, ela ficou a cargo do Luciano Hulck. Esse é um comentário bem pessoal, mas achei desnecessário ele ser o dublador sendo que nem ator ele é. Comecei vendo dublado, mas quando percebi que a voz não passava as emoções do personagem procurei o legendado, não é fácil de encontrar, só que recomendo ver nas vozes originais. Ainda mais por ser também um musical, na tradução muita coisa se perde.


Esse filme foi uma ótima surpresa, assisti em um momento que estava precisando dar boas risadas e me distrair, ver algo leve e bom. Recomendo pelo enredo bem trabalhado, os personagens maravilhosos e que fazem quem ver, rir, mas rir de verdade. Não é atoa que quando falei sobre ele nas redes sociais a maioria dos adultos recomendou que eu visse, pois era um filme não só para crianças, mas para qualquer um que queira se divertir. Gostei tanto que vocês podem ver no layout do blog uma imagem do filme.

O filme possui uma continuação, só que não é um filme inteiro por assim dizer, é um curta que passou durante a exibição de A Bela e a Fera 3D e se chama Enrolados para Sempre. Seria spoiler contar o que acontece, mas vocês podem imaginar. É um desfecho para e estória de amor de Flynn e Rapunzel, e como não poderia deixar de ser, Pascal e Maximus fazem sua hilaria participação no curta.


 Abaixo o trailer dos dois filmes e caso vocês queiram ver Enrolados dublado, clique aqui para assistir e o curta Enrolados para Sempre aqui.

Enrolados


Enrolados para Sempre 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.