Resenha: Tempest

21/08/2012



Em 2009, o jovem Jackson Meyer descobre que pode viajar no tempo. Durante os seus “saltos” para o passado, nada muda no presente. Isso era apenas uma diversão inofensiva, até que sua namorada Holly morre durante uma invasão à sua casa. Em pânico, ele consegue voltar dois anos, mas descobre que ficou preso no tempo. Desesperado para voltar e salvar Holly, Jackson resolve tocar sua vida em 2007 e tentar descobrir o que puder sobre suas habilidades. Não muito tempo depois, as pessoas que atiraram em Holly, membros de um grupo apelidado pela CIA de “Inimigos do Tempo”, vêm a sua procura para recrutá-lo ou matá-lo. 

Com tudo isso acontecendo e Jackson ainda tentando encontrar pistas sobre as origens de sua família para descobrir mais sobre suas habilidades, ele precisa decidir até onde está disposto a ir para salvar Holly e possivelmente, o mundo inteiro.

Eu conheci o livro Tempest ainda em inglês pelas minhas pesquisas no Book Depository, mas não fiquei muito interessada no enredo. Quando foi lançado pela Jangada e as resenhas tinham sido muito positivas, eu as li e percebi que ele era diferente do que imaginava. Eu tava pensando que era meio como o filme Jamper, mas é totalmente diferente.

Jackson a principio é um garoto comum de 19 anos, que faz faculdade e tem namorada e amigos, isso se não fosse por sua capacidade de viajar no tempo. Porque é diferente de Jamper nesse caso, porque ele pode vivenciar uma outra época e não apenas "saltar" de lugares, e é isso que acontece quando Holly, sua namorada, é assassinada em seus braços. Jackson volta de 2009, tempo do livro, por engano para 2007 e tenta evitar que a morte dela aconteça. Porém viajar no tempo não é tão simples e nosso protagonista vai descobrir que ele pode alterar não só a sua vida, mas a de todos a sua volta e talvez a de todas as pessoas do mundo.

Essa é a maravilha de ser um de nós, você pode chamar qualquer lugar de lar... em qualquer tempo. Por que não escolher um mundo que faça mais sentido?

De personagens nós temos o Jackson protagonista, sua namorada Holly, o amigo nerd Adam e seu pai o agente da CIA. Os outros personagens são secundários e um que aparece mais para o final do livro deixa no ar ser muito importante, mas isso fica para a continuação da série. Pelo pouco que foi descrito o Jackson é um cara mais tranquilo, vindo de boa família, mas que não deixa isso interferir na escolha de com quem ele se relaciona. A demonstração de afeto pela namorada Holly cresce durante a trama, principalmente depois que ela a vê morrer, já ela é mais aberta e mostra o que sente por ele a todo momento.

O livro é narrado em primeira pessoa pelo Jackson e é ai que começa o primeiro ponto positivo e negativo da obra. Positivo porque é realmente bom sair do padrão, ou seja, da cabeça das mulheres. É interessante saber o que para ele é importante ou não, relevante ou não, percebemos a diminuição na caracterização dos personagens e cenários, uma preocupação maior com coisas técnicas. E isso também é um ponto negativo para mim, essa falta de detalhes.

Pela falta de descrição não sabemos como os personagens são fisicamente, embora temos um romance e muitos fatos girem nele, o Jackson descreve seu amor pela Holly de uma forma contida e sem se aprofundar muito, mesmo que isso melhore ao longo do enredo. As relações no livro são narradas de forma superficiais. Eu particularmente já gosto de muitos detalhes para poder imaginar o livro com mais clareza.

... ela te esse jeito de fazer com que eu me sinta parte de algo importante. Como se estivéssemos sempre deixando uma lembrança para o futuro. Uma lembrança que nunca se apagaria.

Um outro ponto que não me agradou foi o bombardeio de perguntas que surgem durante as primeiras 140 pgs do livro. O começo é confuso porque o Jackson não sabe a dimensão do seu poder, pra quê ele serve, como usá-lo... e mais vários questionamentos que o acompanham. Ele conhece mais ou menos a sua capacidade, mas não explica isso de forma clara para quem esta lendo o livro, somente quando ele descobre que seu pai é da CIA e sobre os inimigos do tempo e outras respostas para essas pontas soltas que nós vamos entendendo a estória.

Se até a pg. 140 o livro é travado, depois que você descobre o porquê de um monte de coisas ele deslancha. As explicações que a autora dá para as perguntas é inteligente e encaixa certinho no enredo, só um fato fica em aberto que tem relação ao personagem que aparece no fim, o resto todo é fechado nesse livro. Mesmo com suas falhas foi uma leitura agradável e não focada no romance, o ponto principal desse enredo é a conclusão de dois questionamentos: Jackson consegue ou não salvar Holly e que consequências isso trará?

Só uma observação bem pequenininha, esse é o primeiro livro da editora que tenho em mãos, como não li o livro original não sei argumentar sobre a tradução, porém não encontrei nenhum erro quanto a parte de revisão. Fica aqui o meu parabéns para a parte gráfica, detalhes bonitos e fonte boa para leitura.

O que você faria se tivesse uma segunda chance de viver um momento? Tipo... uma ocasião em que fez algo muito ruim ou talvez só para reviver uma lembrança boa. O que você faria?


Tempest - Série Tempest - Livro 1 
Julie Cross
Editora Jangada

4 comentários:

  1. Quando li a sinopse, também pensei logo em Jumper. Mas, vi que é muuuuito diferente.
    Ultimamente, ando preferindo ponto de vista masculino, apesar de ser raro.
    A sua resenha me deixou muito interessada no livro. Lista de desejados, com certeza.

    Luiza Helena Vieira
    Obsession Valley
    http://obsessionvalley.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Sua resenha ficou muito boa, mas a história em si não parece ser muita coisa. Me passa a sensação de ser apenas mais um livro à venda. Mais um livro na estante.

    ResponderExcluir
  3. pela descrição inicial também me lembrei de Jumper... mas mesmo assim não parece tão bom :/

    ResponderExcluir
  4. Só conheço esse livro de vista
    Nunca tinha parado para conhecer nenhuma informação dele
    Mas essa capa sempre me chamou bastante atenção

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.