E. L. James comenta sobre o sucesso de 50 tons de cinza

28/08/2012


Saiu hoje no Jornal Metro de Brasília (onde moro),  uma entrevista com a autora da trilogia do momento E. L. James. Além de falar sobre o sucesso dos livros, ela revela que não gosta de falar sobre sexo com homens estranhos, apesar de notar que eles também estão lendo seus livros.

A entrevista está na parte de cultura do jornal.




Gostei muito da ideia do Christian Bale ser o Grey, embora não tenha lido o livro e não saiba se ele combina, mas que o homem tem um jeito forte, ah isso tem.

Fonte.

3 comentários:

  1. Acho estranho uma escritora que escreve sobre o assunto dizer que não gosta de falar de sexo com homens estranho. Mas quando você escreve não é exatamente o que você está fazendo? O.o

    ResponderExcluir
  2. O livro está bem popular, então falando dele em todo canto. Será que é isso tudo mesmo? Tenho lá minhas dúvidas, hein. Mas não li. E nem penso em ler. Não posso dizer nada.

    ResponderExcluir
  3. Concordo em parte com a Josiane: "O livro está bem popular, então falando dele em todo canto. Será que é isso tudo mesmo?".

    No meu caso eu cheguei a ler o primreiro capítulo e achei que era um romance legal, divertido e tudo lembrava Crepúsculo (afinal 50 tons era uma fanfic dessa série), mas não vi nada demais. Aí avancei algumas páginas pra ver quando é que as coisas esquentavam (o q só acontece lá pro meio do livro)... mas continuei esperando que ficasse mais empolgante e nada! Não terminei de ler, então não tenho como dar nenhuma opinião conclusiva, mas pelo que deu pra perceber é que quem já está acostumada a ler romances de banca ou os livros de Nora Roberts não vai ver muita coisa diferente, não.

    Enfim, ainda estou esperando ler uma resenha que realmente me empolgue a terminar de ler 50 tons.

    ^^

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.