Resenha: O resgate do Tigre

10/07/2012


Kelsey Hayes nunca imaginou que seus 18 anos lhe reservassem experiências tão loucas. Além de lutar contra macacos d'água imortais e se embrenhar pelas selvas indianas, ela se apaixonou por Ren, um príncipe indiano amaldiçoado que já viveu 300 anos. Agora que ameaças terríveis obrigam Kelsey a encarar uma nova busca – dessa vez com Kishan, o irmão bad boy de Ren –, a dupla improvável começa a questionar seu destino. A vida de Ren está por um fio, assim como a verdade no coração de Kelsey. Em O Resgate do Tigre, a aguardada sequência de A Maldição do Tigre, os três personagens dão mais um passo para quebrar a antiga profecia que os une. Com o dobro de ação, aventura e romance, este livro oferece a seus leitores uma experiência arrebatadora da primeira à última página.

Pela capa do livro já podemos imaginar sobre qual dos irmãos ele se trata, bom, isso se você já leu o primeiro livro da série ou a resenha dele aqui ou a entrevista que a autora fez para o blog aqui, o fato é, nesse segundo livro conhecemos mais Kishan, isso através dos olhos de Kelsey. Ela é forçada a passar mais tempo com ele e a terem um convivência em nome de algo maior, maior ainda do que solucionar o desafio número dois. Com essa convivência passamos a conhecer melhor o tigre negro, sua personalidade e sentimentos e como ele lida com o peso da maldição, é completamente diferente da forma como Ren lida com ela.

Assim como o primeiro livro, e lógico não poderia ser diferente, quem narra a estória é a Kelsey, então como antes, temos o ponto de vista somente dela. Se no primeiro muitos a acharam imatura e às vezes chata, nesse nós temos um salto em sua personalidade que agradará a todos. Na verdade a Kelsey se autoimpõe uma situação no final do primeiro e começo do segundo que a faz encarar as coisas de uma outra maneira. Ela cresce e se torna uma Kelsey mais forte e determinada e também um pouco mais sofrida.

É por isso que devemos aproveitar ao máximo nosso tempo juntos. Nunca se sabe quando alguém que você ama vai ser tirado de você.

Além da Kelsey, há outros dois personagens que ganham destaque no livro. Kishan é o "bad boy" do enrendo, mas de bad ele não tem nada. Quando o conhecemos melhor, percebemos que a maldição para ele tem um peso muito maior do que para Ren, que no fundo ele só quer descobrir uma forma de quebrar isso e seguir em frente. No primeiro senti antipatia por ele, já no segundo senti empatia, mas mesmo ele sendo determinado a conseguir o que quer, ainda prefiro o Ren. Temos também o primeiro contato com o inimigo principal do trio, ele é descrito de uma forma bem peculiar pela Kelsey "...ele tem a persona traiçoeira do Imperador Palpatine misturada à cueldade sádica de Hannibal Lecter. Ele desejava  o poder a qualque preço como o Lord Valdemort, e exibia a brutalidade de Ming, o Impiedoso,... " com essa mistura dá para perceber que o cara é barra pesada mesmo e que provavelmente aparecerá em todos os livros.

De todos os aspectos novos que a série aparesenta, a que mais gosto é como a autora mistura localizações e culturas. Se o primeiro livro se passa na Índia, nesse segundo somos introduzidos a cultura do povo tibetano. Isso inspira os leitores a procurarem saber mais sobre onde se passa a estória, descobrir se tudo o que está no livro é verdade e onde começa a imaginação da autora. Fiquei muito interessada sobre o Dalai Lama, citado em uma parte do mistério a ser resolvido, vou procurar saber mais sobre ele e comparar com o livro.

Outro aspecto de intertextualidade e que me fez querer saber mais, é a questão da mitologia e lendas. Nesse segundo livro a Kelsey conta algumas estórias mitológicas para Kishan e fiquei muito curiosa sobre elas, é um tema que me interessa e como aparece no livro de uma forma que faz sentido, ás vezes até faz parte da maldição, fiquei com mais vontade de procurar sobre o assunto. Novamente temos as lendas indianas, dando continuidade ao enredo principal e a origem dos príncipes, isso acrescido a novas lendas e descobertas.

Talvez usemos roupas diferentes, a cor da nossa pele seja diferente ou falemos línguas diversas, mas isso é só na superfície. Todos temos sonhos  e procuramos aquilo que nos trará a felicidalde verdadeira. Para conhecer o mundo todo, só precisei aprender sobre mim mesmo.

Esses são alguns exemplos de como a autora foi feliz e inteligênte na hora de criar esse enredo. Nós temos romance, conflitos, aventura, uma maldição e uma gama imensa de possibilidades. O livro não é de forma alguma previsível, sabemos que a maldição é composta de quatro tarefas, duas delas concluídas, mas como foi e será, sempre é uma surpresa. Fico ansiosa pelo próximo livro não somente para saber o que vai acontecer com a Kelsey, Kishan e Ren, mas também sobre como será o próximo desafio, onde será, a qual cultura vamos ser apresentados... Ele possui o básico para agradar a maioria e muitos outros fatos para agradar os mais exigentes. Leiam essa série, é só o que eu posso dizer.

Ah, só um fato que acabei esquecendo. O livro tem partes desesperadoras, o modo como termina é de deixar o leitor se perguntando o porquê de tudo isso. A Kelsey passa por uma provação que dói de verdade, mesmo que você não goste muito do jeito dela, imagine-se perdendo a pessoa que você ama de uma forma sem explicação, quando você pensa que tudo está bem entre vocês? Só que isso não é o pior, imagine perder quem você ama, mas a pessoa ainda estar ao seu lado. É bem por ai o que acontece.

Os fios da trama da minha vida estão todos misturados e embolados. Não sei se um dia vou conseguir desembaraçá-los. Neste momento o tecido da minha existência está muito mal-ajambrado. A única coisa que posso fazer é me agarrar a fé, acreditando que um dia verei a luz daquela estrela  brilhante novamente.

O Resgate do Tigre - A Saga do Tigre - Livro 2
Colleen Houck
Editora Arqueiro

12 comentários:

  1. Muito legal a sua resenha.
    Essa série está na minha lista de leitura ;)

    Beijinhos
    Renata
    http://escutaessa.blogspot.com.br
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
  2. Só pela sinopse desse dá para perceber o quanto a aventura se tornou ainda mais grandiosa. O primeiro livro, pelas resenhas que li, já é maravilhoso e esse conseguiu ser ainda mais espetacular. Uma aventura tão surreal assim é de fazer os olhos brilharem. Pela capa já dá para ter ideia de que Kishan é alguém de personalidade mais sombria, enérgica ou talvez que queira passar uma imagem forte, mas tendo medos em seu interior. Curiosa essa maneira como o vilão é descrito, só o melhor dos maus! kkkkkkkkk Livros que nos estimulam a ir além deles, ganham muitos pontos! Coitado da Kelsey, pelo visto sofre demais =/ Parabéns pela resenha.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia nem o primeiro livro. Uma história diferente e interessante. Sempre achei o povo indiano fascinante, com suas lendas e seus costumes. Gostei!

    ResponderExcluir
  4. Sabe que estou vendo muitas resenhas desse livro, mas não li nenhuma porque ainda não li o primeiro? Pois é, mas eu li a sua e fiquei ainda mais interessada em ler essa série, porque gosto quando o livro nos prende a ponto de nos dar desespero nas situações cruciais.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  5. Ainda não tive oportunidade de ler nenhum livro dessa serie
    Mas tenho muita vontade, por ser tão diferente
    E ter essas lindas capas

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    Confesso que não li sua resenha, UAHAUIAUUAI... até porque seria um grande spoiler..não li nenhum ainda :( (mas pretendo ler /o/) HAHAHHAAHA!

    Adoro as capas do livro, SÃO PERFEITAS! *-*
    Beijokas!

    Milena
    http://divertletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li o primeiro, por isso passei rápido pela resenha, mas já vi muitos elogios tanto pro primeiro quanto pro segundo livro.
    Quero muito lê-los.

    ResponderExcluir
  8. A série é apaixonante, eu gosto muito dos livros e dos enredos! Está concerteza na minha lista de leitura!

    ResponderExcluir
  9. Resolvi não ler sua resenha, pois ainda não li o primeiro livro.
    A capa dele e linda , mas ainda prefiro a capa do primeiro.
    *bye*

    Louca por Romances

    ResponderExcluir
  10. Ola! Tudo Bem! Me nome é Zé Barto
    e visitei o seu blog e gostei muito. Entrei como
    Seguidor se não se importa. Parabéns pelo seu blog
    e boa sorte. O meu amigo Ulisses Sebrian também gostou e
    esta seguindo.
    Gostamos de literatura.
    Ele é autor de 9 romances disponíveis em meus blogs.
    Ah!Também tenho 4 blogs e gostaria que o visitasse.
    E se possível entrar como seguidor. Obrigado
    Os meus blogs são:
    http://truquedevida.blogspot.com.br/
    http://olhosdnoite.blogspot.com.br/
    http://melquisarcarde.blogspot.com.br/
    http://concientein.blogspot.com.br/
    E o blog meu.
    http://zebarto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Hoje eu comento sem ler a resenha, na promessa de retornar aqui.

    É que eu comprei o primeiro livro da série.. se a submarino me entregar logo (mais de uma semana ¬¬), eu poderei ler o primeiro e aprtir pro segundo.

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Primeiramente acho as capas dessa série simplesmente linda e diferente, e gosto muito quando um autor desenvolve sua história em meio a culturas diferentes as nossas. É ótimo pra conhecer e viajar por esses países!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.