Resenha de Banca: Jogo do Acaso

20/03/2012

 

Ela é sua única esperança...

O agente secreto Chance Mackenzie precisava capturar um terrorista muito perigoso e arisco. Para isso, sabia que a melhor maneira de atraí-lo seria usando a filha do homem, Sunny Miller, como isca.

Nem mesmo a questionável inocência de Sunny iria fazê-lo desistir de seduzi-la, embora ganhar sua confiança fosse algo praticamente impossível. Mas o que não estava nos planos de Chance, apesar de toda sua experiência e treinamento, era achar difícil não reparar na beleza de Sunny.

Logo Chance descobriu que Sunny não estava fugindo dele, pelo contrário, precisava de sua proteção e queria seu amor. Mas, para protegê-la, ele teria de lhe contar a verdade sobre a missão e sobre o que ela havia causado em seu coração!

Bom, esse é o primeiro livro da maratona de banca que estou participando (vejam aqui os livros e os temas) e no mês de Março, deveriamos ler sobre o tema moçinho ou bandido? Escolhi Jogo do Acaso pela dualidade que o personagem Chance apresenta na sinopse, claro que imaginamos mais ou menos como será a estória, mas achei o enredo bastante satisfatório.

O livro começa com o relato da vida de Chance até o presente. Abandonado pelos pais ainda pequeno, viveu nas rua até ser encontrado doente pela família Mackenzie, que o adota e transforma sua vida. Ele acaba seguindo os passos dos homens Mackenzie e entrando para o governo, mas especificamente na luta contra os terroristas. E ele fará de tudo para pegar o nº 1 da lista, mesmo que pra isso ele tenha que mentir e enganar a filha dele.

Sunny passou a vida toda se econdendo ou fugindo, sabe o que é solidão e a falta que uma familia faz. Ela vive de forma impessoal, sem casa, amigos ou qualquer coisa que tenha identidade. Isso porque seu pai está atrás de uma informação que só ela possuí. Quando Chance entra em sua vida de forma repentina, ela sabe que a atração que sente por ele não será bom para nenhum dos dois. O que Sunny não sabe, é que Chance pode não ser o homem que ela imagina.

A narrativa é composta pelos dois protagonistas, temos a visão tanto de Chance quanto de Sunny. Percebemos assim, cada passo ou armadilha que Chance está tramando. Nisso você perceberá se ele está certo ou não em relação a Sunny, já que a conhecemos intimamente e sabemos a verdade. Chance é um personagem com uma carga emocional forte, ele não tem o costume de lidar com pessoas de um modo geral e nem de ser sentimentalista. Tudo na vida dele é pratico e ele, objetivo. Já Sunny é mais sonhadora, engraçada e demontra um carinho e afeto por Chance que balança o coração dele.

Gostei muito da narrativa da Linda, o livro apresenta mais cenas hots do que costumamos encontrar nos livros de banca, mas de uma forma bem sútil e realista. O casal protagonista combina na sua diferença, enquanto um é mais carente o outro é mais afetuoso, um é mais cabeça e o outro mais coração, e assim por diante. Adorei o toque de comédia que a autora deu ao enredo e já penso em ler outros livros dela. Até porque, esse livro é o n° 5 de uma série só sobre os Mackenzie, começarei de trás pra frente.

Jogo do Acaso - Momentos Íntimos Extra 100 ( A Game of Chance )
Linda Howard
Harlequin

6 comentários:

  1. Primeira vez que ouço falar desse romance, mas o enrendo parece ser interessante, apesar de achar que o mocinho não tem nada de vilão.
    Otima resenha !!!
    *bye*

    loucaporromances.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    ótima resenha
    Gosto muito de livros de banca, vou procurar este pra ler, gostei bastante da trama do livro!

    um beijão
    Lara - Magia Literária

    ResponderExcluir
  3. O único romance de banca que já li foi um western do qual nem me lembro o nome, faz anos isso. Os personagens parecem se completar mesmo, o envolvimento era inevitável e suspeito qual seja a decisão do Chance Mackenzie. Parabéns pela resenha, depois irei procurar em bancas por esse livro.

    Abraços!
    http://policialdabiblioteca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela resenha, muito boa! Esses livros de bancas, pelo que vejo nas suas resenhas, são sempre bons!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Hehe, logo que coecei a ler a resenha eu logo vi que Chance e Sunny iriam se tornar um casal, rsrs.

    Vanessa - Balaio

    ResponderExcluir
  6. Oi Denise!
    Pela sua resenha, achei o enredo muito interessante, nunca li um livro dessa autora, estou anotando a dica aqui! Também gosto quando a narrativa é na visão dos dois, acho que fica muito mais real.
    Beijos... Elis Culceag.
    @APassional
    www.arquivopassional.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.