Próximos lançamentos da editora Draco

14/03/2012


A editora Draco traz aos seus leitores o melhor da literatura nacional. Confiram a capa e sinopse dos próximos lançamentos da editora e entrem no site para saber mais dos autores. Gostei muito da sinopse de O Alienado.

Quero dançar até as vacas voltarem do pasto - Marcelo Ferlin Assami

Victoria tem um diário e deixou de ser adolescente para se tornar algo que nem nome tem. Marcos não sabe se ama a família de verdade ou se é apenas paixão. Luciana prefere o padrasto ao pai. Mara adolescente quer se livrar dos irmãos, de todos eles. Mara adulta já conseguiu se livrar de dois maridos. Ninguém leva Gil a sério.

Mortes, suicídios, casamentos desfeitos, episódios de incesto, abuso, violência familiar e quem sabe combustão espontânea. Quero dançar até as vacas voltarem do pasto é um romance breve, construído com cenas de aparente despretensão, cujo texto direto, quase nonsense, aos poucos se infiltra na mente do leitor e revela mais do que devia.

Através de uma fresta, num relance, um mundo de arestas mais afiadas apresenta suas figuras desconcertantes e situações de desconforto. É como se os personagens aparecessem para o leitor nos intervalos, quando têm de vestir apressadamente alguma roupa e passar pela sala no caminho para a cozinha. Às vezes eles sussurram. Às vezes gritam.



O Alienado - Cirilo S. Lemos

Em O Alienado, romance de Cirilo S. Lemos, o leitor é trazido a um complexo labirinto de acontecimentos e emoções onde acaba se questionando sobre quem observa suas memórias ou controla o destino das pessoas. Que segredos existem por trás das torres de aço e vidro da Cidade-Centro?

Cosmo Kant, operário com nome de filósofo e vida ordinária, precisa lidar com essas questões após testemunhar um homem atravessar o espelho do banheiro como num passe de mágica. Enquanto o governo trava uma guerra não oficial contra o Nada, Cosmo vê sua história se entrelaçar com a de um inspetor encarregado de investigar possíveis ataques terroristas contra a realidade, mas que está mais interessado no amor de uma mulher proibida.

A resposta para suas perguntas pode estar perdida entre as lembranças, no tempo que se estica e se sobrepõe, nas filas que parecem uma entidade coletiva, nas mãos de um Forasteiro manipulador que usa crianças como bombas, nos corredores escuros de um Arquivo inalcançável… ou em lugar nenhum. Em um mundo de dúvidas, só existe uma certeza: os Metafilósofos vigiam você.


A Sombra no Sol - Eric Novello

Acostumado a caminhar no limiar entre a realidade e a ficção, Armando é enviado para São Paulo com uma missão inusitada: trazer um garoto de programa de volta à vida e então lhe oferecer emprego. Recebido pelo trânsito e pelo clima cinzento da cidade, nem mesmo os anos como gerente do Neon Azul o prepararam para essa possível conversa.

Adiando o momento de encarar o cadáver, Armando remexe em uma mala com os pertences do morto e encontra um diário relatando a trajetória de Ícaro dos guetos à fama nas festas de alta sociedade e, posteriormente, seu encontro com a morte. Conforme vira as páginas do que julgava ser apenas uma agenda de telefones, a curiosidade se transforma na obsessão de saber o que há de tão especial naquele jovem para que ele mereça uma segunda chance. Naqueles relatos escritos à base de gozos e frustrações, ele encontrará a chave para devolvê-lo ao mundo dos vivos.

A Sombra no Sol, romance de Eric Novello, reúne textos publicados online entre 2008 e 2012, com intervalos irregulares. São histórias viscerais, sem pausa para respiração, que discutem o que há por trás do desejo humano em seus acertos e desvios. Um soco na boca do estômago que nem o inexplicável é capaz de amenizar.

Esses vinte e nove textos, agora revistos, reduzidos ou ampliados, ganham enfim o seu capítulo final, unidos pelas reflexões de um homem que não dorme nunca, e que veio em resgate de um personagem sentenciado em uma noite de profunda tristeza de seu criador.


3:33 – e outras histórias de suspense - Waldick Garrett


O autor Waldick Garrett convida o leitor a uma série de contos protagonizados pelo suspense e o terror, ligados por um momento da madrugada, quando o relógio marca 3:33.

É quando as estreitas portas do sobrenatural se abrem para dar passagem a sete histórias sombrias, que percorrem o sinuoso e quase imperceptível liame entre a realidade e a loucura.

Na coletânea 3:33 – e outras histórias de suspense, sua prosa desvia o leitor do previsível cotidiano, conduzindo-o a atalhos catastróficos e inimagináveis. São caminhos que nos remetem a estranhas e inesperadas tormentas, futuros apocalípticos, pesadelos que se tornam reais, mansões habitadas por seres invisíveis, segredos aterrorizantes encobertos por nevascas, pequenas cidades supostamente desabitadas.

Mantenha a sanidade enquanto viaja pelo labirinto dos temores humanos.


As Dez Torres de Sangue - Carlos Orsi


Nas profundezas do Saara fica Antares, o Olho do Escorpião, a Cidade das Dez Torres, para onde foram exilados os sultões da primeira raça humana criada por Alá, homens primordiais de grande estatura e crueldade que desafiaram seu Criador e que estão na raiz das lendas que mantêm os bravos beduínos do deserto acordados e com medo à noite.

Para Antares se dirigem Suleiman Ibn Batil e sua refém, a nobre Dona Teresa. Ele tem dívida de sangue que só pode ser paga com a destruição total da fortaleza maligna. Ela apenas deseja escapar – do deserto, de Suleiman, dos desígnios da própria família.

Em As Dez Torres de Sangue, novela do autor e organizador veterano Carlos Orsi, descubra uma aventura entre os mistérios da Cabala e as intrigas do Império Português da Era dos Descobrimentos. Armados apenas com espadas afiadas e a própria coragem, os Suleiman e Dona Teresa enfrentam monstros, estátuas vivas e outras criaturas fantásticas em busca do segredo que levará à derrocada final das Dez Torres.

Um comentário:

  1. "O Alienado" foi o que mais me conquistou. A trama parece de uma complexidade que deixa a mente balançando e nos faz pensar o que é real e o que é delírio. Me lembrou um pouco as histórias de Philip K. Dick.

    Abraços!
    @cyberlivingdead
    http://policialdabiblioteca.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.