Editora Lafonte lança livro que relata a tragédia do Titanic cem anos depois.

15/03/2012


Às vésperas de completar 100 anos do naufrágio do Titanic, a Editora Lafonte lança livro do jornalista Christopher Ward, neto de uma das vítimas.

Título: E a Orquestra Continuou Tocando...
Autor: Christopher Ward
Tradução: Maria Silvia Mourão Netto
Número de páginas: 272
Preço Sugerido: R$ 39,00

“Muitos atos de coragem ocorreram naquela noite, mas nenhum foi mais corajoso do que o que fizeram os poucos músicos que continuaram tocando,minuto após minuto, enquanto o navio ia afundando em silêncio, cada vez mais, e o mar subia, subia até o palco onde eles estavam..”

Lawrende Beesley, sobrevivente,
em The Loss of the S. S. Titanic

14 de abril de 1912. Foi nesse dia que ocorreu uma das maiores tragédias da navegação. A colisão do Titanic com um iceberg não pôs fim apenas a viagem inaugural do luxuoso transatlântico, mas a 1497 vidas, entre elas a do jovem violinista Jock Hume. Quase um século depois, é lançado no Brasil, pela Editora Lafonte, E a Orquestra Continuou Tocando..., livro do jornalista, e neto de Hume, Christopher Ward.

Enquanto a maioria dos livros e filmes termina quando o navio afunda, E a Orquestra Continuou Tocando... dá sequência à tragédia nas águas geladas do Atlântico e retrata, a partir da história de Hume, a indiferença coorporativa, a discriminação, os acobertamentos e como afetou a vida de várias gerações de famílias envolvidas.

Com apenas 21 anos, Jock Hume, iria se casar assim que retornasse da viagem. No entanto, duas semanas depois do naufrágio o que o pai de Jock recebeu não foi o corpo do filho – que só retornaria a terra firme no fim do mês, entre os poucos 328 corpos resgatados -, mas sim uma carta cobrando os botões de metal e as dragonas de seu uniforme. E o que o pai dele também não sabia era que assim como o milionário J.J. Astor, seu filho deixava órfã uma criança que ainda estava por nascer, a noiva de Jock, Mary Costin, estava grávida.

O que começou como um projeto pessoal para que seus filhos e netos pudessem conhecer a história da própria família, se transformou em uma profunda e detalhada pesquisa. Agora Christopher Ward apresenta aos leitores a história das “famílias do Titanic”, narrando o que aconteceu depois que o navio estava condenado E a Orquestra Continuou Tocando...

4 comentários:

  1. Eu com certeza vou querer ler esse livro *o* Acho a história de Titanic tão interessante, mesmo depois de 100 anos ela ainda me impressiona.

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Que D+ !!!!!!

    Sempre pensei no que aconteceu depois do fim do filme...

    O que aconteceu com quem sobreviveu?
    O que aconteceu com quem perdeu entes queridos na tragédia....
    E o que será que aconteceu com o cara que fez o Titanic!?
    Lembra que ele entrou num bote com as mulheres??!!

    Caraca!!
    Com certeza vou ler!!!

    Valeu a dica Amigaa!!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Bom ver que esse livro está trabalhando um foco diferente do que foi tão explorado em filmes e outros meios (só a tragédia em alto mar). Os danos causados pelo acidente com certeza foram muito além do naufrágio. Um livro interessante para quem quiser conhecer um pouco mais sobre este infeliz acontecimento que até hoje ainda é lembrado.

    Abraços!
    http://policialdabiblioteca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. o livro é simplesmente de mais, é ótimo pra que quer conhecer a verdadeira história do Titanic e ele sai um pouco do que todos conhecemos só o naufrágio e foca nos resgates das vitimas e a história de Jock Hume e Mary Costin !! recomendo pra todos.
    Abraços =)

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.