Agridoce é o novo lançamento da editora Modo

12/03/2012


Leiam que sinopse curiosa a do novo lançamento da editora Modo. Agridoce é da escritora Simone O. Marques e ela conta mais da sua vida e do livro nessa entrevista.

Agridoce - Simone O. Marques


Anya é uma garota comum, estuda gastronomia e mora em Florianópolis. Certa noite, ao passear pela praia ela sente um aroma que a atrai terrivelmente, uma mistura de fragrâncias que mexe com todos os seus sentidos. Na noite seguinte ela se vê perseguida pelo mesmo aroma e descobre que ele vem do corpo de um belo banhista que sai do mar. Cedendo ao impulso, ela vai até ele. Surpreendendo-o, ela o lambe e encosta o nariz em sua pele. Atormentada pelo aroma, ela precisa experimentar... Anya então descobre o prazer de degustar o sangue doce, que a fazia pensar em frutas flambadas, temperadas com o sal da água... O sabor agridoce que a desperta para uma necessidade vital que fará parte de sua vida.


Sobre a Obra:

A primeira edição é de 2009 e agora ganha capa nova e uma edição caprichada. Agridoce conta a história de Anya, uma jovem estudante de gastronomia que vive em Florianópolis e que descobre ser portadora de um mal do sangue. Na verdade, ela precisa se alimentar do sangue de outras pessoas para sobreviver. Em meio à terrível descoberta de sua nova condição, Anya descobre que outras duas pessoas despertaram com ela e que passarão, de uma forma ou de outra, a fazer parte indissociável de sua vida ou de sua morte.

Uma dessas pessoas é seu Escravo de sangue, um estranho que terá muito prazer em doar o sangue de que ela necessita e a outra é seu Antagonista, alguém que terá como objetivo de vida caçá-la e matá-la. A história gira em torna desse triângulo e de tudo o que o envolve. Anya terá muito o que aprender além de compreender sua nova vida. É uma história de vampiros com ingredientes muito saborosos, com certeza.

Agridoce já tem uma continuação e se chama Cítrico. Agridoce não é apenas mais um livro de vampiros, é uma obra repleta de aromas, sabores e sensualidade, que transcorre em ritmo viciante e irresistível, mantendo os leitores presos até a última página.

Os personagens fazem parte de uma trama que envolve: Portadores de uma necessidade especial (Vampiros) que despertam para a condição determinada por uma predisposição genética (a necessidade de sangue), Escravos (doadores), pessoas que despertam fisicamente dependentes dos Portadores, doar o sangue é uma condição vital para eles, e Antagonistas (caçadores) que, assim como os outros dois elementos da trama, despertam, mas para a necessidade de eliminar o Portador, mesmo que não tenham consciência disso.

São elementos de um triângulo dependente de sangue e a história do que são capazes de fazer por ele. É uma incursão pelo mundo dos vampiros que respeita o mito, mas que foge de clichês. Tudo isso temperado com muito suspense, ação e terror.

Biografia:

Simone O. Marques, nascida em 1969, é paulistana, formada em Pedagogia (PUC-SP) e Mestre em Educação (UFPR). Escreve desde 2007. Autora dos livros que compõem a Saga Paganus (Paganus, Triskle, Tribo de Dana e Era de Aquário). Também é autora das série de aventura fantástica: Crônicas do Reino do Portal e Marina e os tesouros da Tribo de Dana. Possui contos publicados nas antologias: Draculea, Grimoire dos Vampiros, Elas Escrevem, Marcas na Parede, No mundo dos Cavaleiros e Dragões, Tratado Secreto da Magia, Extraneus-volume I- Medieval Sci-Fi (convidada); Histórias Fantásticas-volume I (prefaciadora e autora convidada), Asgard: a saga dos nove reinos(convidada); Espectra (prefaciadora e autora convidada); Martelo das Bruxas (prefaciadora); A Batalha dos Deuses (convidada).

Palavras da Autora:

Eu jamais imaginava escrever ficção e amar tanto fazê-lo. Sempre gostei de escrever, mas antes eram textos acadêmicos, historietas para as aulas de didática que lecionei durante anos. Só comecei a escrever em 2007 e, por mais clichê que possa parecer, o ímpeto inicial surgiu logo depois de um sonho. Eu resolvi escrever o que me lembrava, isso me levou a pesquisas e a história foi crescendo como uma árvore bem adubada. No final desse processo, no prazo de oito meses, havia quatro livros escritos, mais dois começados e alguns contos.

O que me marcou mesmo e me deu o ânimo necessário para seguir em frente foi quando, em 2008, criei o livro Gênese Pagã para divulgar o livro Triskle (meu primeiro livro escrito e que estava com uma editora que iria publicá-lo) e o publiquei no meu blog. Duas vezes por semana eu postava capítulos e foi então que os leitores começaram a aparecer e a elogiar muito a história, os personagens, a trama e se mostravam ávidos para conhecer a continuação. Criei um vínculo com os leitores que foi algo fantástico e a história ganhou uma força que eu não imaginava. Os leitores pediram que eu publicasse o livro em papel e até hoje é meu maior sucesso. O livro ganhou uma nova publicação recentemente e ganhou também um novo nome: Paganus.

Para mim, no Brasil, o mercado literário tem muito o que aprender com o mercado internacional e não temer investir em novos talentos. O que vemos muitas vezes, infelizmente, é editora disputando leilão de obras internacionais consideradas coringas e que ao mesmo tempo se negando em investir em autores nacionais. Fiquei gratamente surpresa quando descobri a editora Modo e sua proposta. Acredito que seja um ótimo caminho para começar e que deveria ser adotado por muitas outras editoras que estão se lançando no mercado.

Quero primeiro agradecer por me darem a oportunidade de contar algumas histórias. Depois, espero sinceramente que gostem do que vão ler e que se aventurem à leitura. Experimentem, saboreiem e depois me contem o que acharam, pois, como disse antes, é muito importante para mim esse contato com leitores.

Podem me visitar no meu blog e deixar opiniões por lá também: http://simoneomarques.blogspot.com

Beijos para todos! =)

6 comentários:

  1. Não me interessei muito pela sinopse, mas tenho que confessar... Essa capa ficou soberba.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Denise!
    Esse livro parece ser muito bom! Adoro histórias de vampiros.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  3. Vampiros em Floripa?!

    OMG!
    Estamos sendo atacadoooosss!!!

    A sinópse é fraquinha...
    Vou aguardar a resenha!
    Talvez traga mais emoção e desperte minha curiosidade!

    Bju Bju Bju

    ResponderExcluir
  4. A ideia desse romance me lembro a história de "Perfume". Essa obsessão da personagem principal por fragrâncias é muito assustadora, não no sentido de terror de verdade, mas de ser do tipo "Oxe, tá louca?" kkkkkkkkk Eu cheguei a rir na parte em que diz na sinopse "Surpreendendo-o, ela o lambe e encosta o nariz em sua pele." Fico pensando a reação do surfista...já pensou você lá na praia, tranquilo e de repente vem alguém e te lambe ou cheira! kkkkkkkkkkkkkkkk

    Abraços!
    http://policialdabiblioteca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. A capa é linda... bom, concordo com o Ednelson, essa situação de chegar e cheirar outra pessoa assim do nada é um tanto bizarra ehhehe.
    Mas acho q será um estória interessante, não sei se leria...bom... veremos kkk
    Bjs
    Daiane
    nouniversodaliteratura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Me interessei não só pela capa mas pela sinopse dele,achei bem diferente ><
    Ah,também acho que o filme de Fallen irá demorar pra ser lançado.

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.