Resenha de Banca: Um pequeno Milagre

31/12/2011

 

Vale a pena arriscar o coração pelas dadivas mais preciosas da vida... Ben Richardson está tentando recomeçar. Desta vez na emergência de um hospital de Melbourne. Já se passaram quase quatro anos desde que perdeu sua esposa e o bebê que ela esperava, e ele se sente atraído por uma bela grávida na praia, se surpreende ao perceber que ela é enfermeira no mesmo hospital em que ele trabalha.

Diante da coincidência, resolve se manter afastado: Celeste o faz lembrar de tudo que perdeu. No entanto, ela está enfrentando uma gravidez problemática... e sozinha! Ben não consegue deixar de ajudá-la, e estar com ela na hora do parto o faz perceber que pode existir uma nova chance para ele... desde que aceite arriscar seu coração...

Ben Richardson é um homem machucado, ferido por uma perda que ele não consegue superar, a morte de sua mulher e filho. Tentando se manter ocupado ele mergulha no trabalho. Médico, ele passa mais horas no hospital do que deveria. Em uma das poucas vezes que se distrai ele avista uma grávida na praia e ela tras atona tudo o que ele quer esquecer.

A grávida em questão é Celeste. Abandonada pelo pai da criança e família, ela só quer uma coisa: criar o seu bebê em segurança. Mas isso parece cada vez mais distante, já que ela está com a gestação avançada e ninguém a quem possa recorrer, pelo menos até agora.

O novo médico do hospital que ela trabalha lhe atrai, mas algo em seus olhos mostra um dor tão profunda que às vezes à essusta. Ben poderia superar a morte de sua mulher e abrir seu coração de novo? E Celeste, poderia ser paciente e esperar o momento de Ben ou o que era certo era pensor só no melhor para seu filho?

Esse livro é sobre curar as feridas junto com alguém. Se abrir e doar mesmo depois de levar várias rasteiras da vida. É bom ler livros assim, intercalado com histórias muito pesadas. Alivia um pouco a sua cabeça, e te faz sonhar com romance. Essa série da Harlequin, Baby on Board é ótima, umas crianças fofinhas na capa e no livro. Trás uma sensação a mais de realidade pra história.

Sem contar os personagens, acabamos no envolvendo muito mais quando são tão realistas. E quem pode dizer que nunca perdeu alguem importante em sua vida ou não conhece uma mulher abandonada pelo parceiro porque está grávida. Mais real, mais emocionante. Leiam, mas com moderação, porque vicia.

Um pequeno Milagre
Carol Marinelli
Harlequin Books - Baby on Board

4 comentários:

  1. O bebe da capa é muito fofo mesmo!

    É tão triste pra um marido ou esposa perder seu companheiro e filho quando são uma familia feliz!

    A dor deve ser muito grande mesmo... Não quero nem imaginar...

    Pelo menos o Ben encontrou alguem que precisava de atenção e amor e que tambem estava oferecendo carinho!

    Bela resenha!!!
    Vai entrar para minha WL!

    Beijos!
    @AnnyPlata
    http://aestranhaestantedagi.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Otíma resenha !!!
    @lporromances
    loucaporromances.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não li nenhum livro da série da Harlequin Baby on Board...
    Gostei da sua resenha, vou anotar esse livro na minha lista.
    E também não gosto nem de pensar nesse tipo de dor...

    Bjus
    Gisele
    http://www.dicasdelivrosefilmes.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.