Pensei que fosse verdade || Huntley Fitzpatrick

24/02/2017


O primeiro livro da Huntley Fitzpatrick, Minha vida mora ao lado, que inclusive foi resenhado aqui no site pela Naiara, é muito bem comentando pelos leitores. Então, quando o segundo foi lançado pensei em ler esse para sentir a escrita da autora e personagens e depois ler o outro. Mas gente, que grande decepção eu tive com esse livro. Ele conta a estória da Gwen, uma menina na faixa dos 18 anos que sempre trabalhou para ajudar os pais. A sua vida não é fácil ou como a das outras meninas, ela tem responsabilidades de gente grande e nem sempre lida bem com isso.

O enredo se passa na ilha que a Gwen mora e vai narrar os acontecimentos de um verão; seus envolvimentos com garotos ricos que passam férias na ilha, o primo que namora desde muito cedo com a mesma garota, o irmão que tem uma doença que ninguém sabe qual é, entre outras situações que envolvem personagens ligados a ela. Quem narra o livro é a Gwen e nem sempre ela aceita a vida que tem. Em alguns momentos ela só queria ser como qualquer menina, mas na maior parte do tempo está trabalhando ou brigando com Cass. Ele vai ser o principal interesse amoroso dela no livro, mas algo aconteceu. Não fica claro no começo o que seria e só descobrimos ao longo da leitura. Em um dos verões passado, eles tiveram uma briga feia e agora Cass quer resolver as coisas entre eles.

Deixe que as histórias dos outros sejam contadas por eles mesmos.


O que eu assisti: Janeiro - 2017

Em janeiro eu vi apenas dois filmes, mas foram dois filmes tão legais que valeram pelo mês todo.


*Citados no vídeo*

La La Land
5 razões para ver Moana

Monster Trucks

Monster Trucks || Classificação: ★★ (Regular) || Estreou em 23 de fevereiro de 2017
Texto: Murilo Maximiano || Revisão: Kamila Wozniak


Um típico filme de sessão da tarde e no melhor estilo “monstro perdido é ajudado por humano problemático em cidade pequena.” É certeza que quem assistia os filmes nas tardes pacatas entenderá rapidamente do que se trata. Procurando um jeito de sair de sua cidade e se dar bem fazendo o que gosta, Tripp (Lucas Till) controi um Monster Truck, uma caminhonete gigante feita com peças de carros sucateados. Certa noite, depois de um acidente provocado por uma empresa que perfura o solo em busca de petróleo, uma estranha criatura busca no caminhão um esconderijo e encontra surpreendentemente, no rapaz, um amigo.

O filme se baseia na estrutura tão utilizada por esses filmes infantis com monstros (ou animais). Empresa ou antagonista fazem algo em busca do monstro, o protagonista com alguns problemas de socialização é apresentado, o monstro conhece o rapaz e ficam amigos. O resto todos já sabem! Monster Trucks não foge da regra em momento algum, mas isso não o torna um filme ruim, apenas uma divertida fábula moderna como Free Willy e Herbie. Os personagens em geral, são fracos. Suas personalidades são genéricas e estereotipadas, fazendo com que os pontos de mudança pareçam até um pouco estranhos. Tripp é mostrado em determinada cena com uma faceta divertida, brincando com a caminhonete sem motor, mas essa parte imaginativa não é mais explorada. O que mostra uma falta de estudo dos personagens pelo roteiro.


A Garota do Lago || Charlie Donlea + Sorteio

22/02/2017


A Garota do Lago é um livro narrado em terceira pessoa e é divido em quatro partes. Tudo começa com a morte de Becca Eckersley, uma estudante de direito, na pacata cidadezinha de Summit Lake. Todos ficam extremamente chocados devido a fama de Becca ser a melhor e ninguém consegue entender o motivo de uma morte tão brutal como foi a dela e a polícia local não tem pistas relevantes que possam solucionar o caso.

É aí que surge Kelsey Castle. Depois de um incidente que a marcou, seu chefe pede para que ela vá a Summit Lake cobrir o caso de Becca. A intenção dela, na verdade, é fazer com que Kelsey descanse e tente se recuperar seu trauma. Mas, ao chegar lá, a repórter acaba se envolvendo com o caso da jovem estudante e, a partir daí, vai colhendo pistas e fazendo grandes descobertas que podem ajudar a solucionar esse caso que parece não ter suspeitos.

No último ano, Becca guardara muitos segredos - e aquele era o maior e o mais insensato de todos. Os outros podiam ser atribuídos à juventude, à inexperiência. No entanto, esconder essa última parte de sua existência era pura imaturidade, explicada apenas pelo medo e pela ingenuidade.

A narrativa alterna entre antes da morte de Becca, mostrando aos leitores com quem ela se relacionava, como ela agia e depois da morte de Becca, focando em Kelsey tentando achar as pistas e juntá-las. O autor, ao longo da narrativa, faz com que criemos teorias a respeito de quem e do motivo que levaram a personagem a passar pelo que passou. Além disso, tanto ela quanto a repórter estão ligadas por uma situação que ambas vivenciaram, que não vou revelar aqui para deixá-los curiosos e lerem o livro!

O livro é muito bem escrito e surpreendente. Achei que a trama ficou muito bem amarrada e o autor soube conduzir a história de maneira brilhante, ainda mais por ser sua estreia no mundo literário.

https://www.facebook.com/literaturadeepoca/?fref=tsA Garota do Lago
Charlie Donlea
Faro Editorial: Twitter/Facebook

Adquira o livro nos seguintes links e ajude o site: 


Internet: O Filme

Internet: O Filme || Classificação: ★★★ (Bom) || Estreia em 23 de fevereiro de 2017
Texto: Murilo Maximiano || Revisão: Kamila Wozniak


Em uma reunião dos mais importantes – com mais seguidores – youtubers brasileiros atuais, guiados pelo roteiro em forma de várias histórias feitas por Rafinha Bastos, Internet: O Filme se mostra divertido e com um bom diálogo sobre a própria cultura; e plataforma em que seus personagens atuam. Ainda assim, não temos nenhuma pérola ou uma comédia imperdível. Construído através da coletânea de oito esquetes, Internet – O Filme traz a irreverência e a espontaneidade dos conteúdos de humor audiovisual das redes sociais e da internet para o cinema.

Numa convenção de youtubers, os personagens entram em vários conflitos uma vez que todos eles estão em busca da fama a qualquer preço. Apesar das boas histórias e da boa construção dos personagens – que se assemelham a incorporações caricatas dos próprios youtubers – o longa não se distancia plenamente do convencional na comédia e, se fosse americano, poderia ser chamado de apenas mais um pastelão, morno quando visto como um todo. Uma escolha acertada foi o formato de esquetes. Sem a necessidade de desenvolver uma trama mais elaborada e se mantendo com a ideia de evento de encontro de celebridades da internet, o filme conseguiu uma dinâmica que dificilmente conseguiria num formato mais tradicional.


As Cordas Mágicas || Mitch Albom

20/02/2017


As Cordas Mágicas conta a jornada de Frankie Presto, um jovem que nasceu na cidade de Villareal, na Espanha, em meio a uma terrível guerra e se dá início em seu funeral, sendo narrado pela Música. Quando era ainda muito jovem, Frankie foi abandonado em um rio e achado por um cachorro. Baffa, o dono do animal, compadecido pela criança, acaba pegando-o para criá-lo. O garoto se torna uma criança muito especial para Baffa e por conta de um problema que tem nos olhos, com medo de que Francisco não consiga arrumar um emprego, ele o leva a professor de música, mas este rejeita o menino por achá-lo jovem demais para aprender, sem desconfiar do talento que já existe dentro dele.

Assim, Baffa lembra-se de um musicista cego que conheceu num bar e leva o garoto até sua casa, prometendo pagá-lo para que ele ensine o garoto a tocar. El Maestro, como é conhecido, acaba aceitando e, dessa forma, ele e Francisco vão criando uma bela amizade e mudando a vida um de outro. A estória é dividida em cinco partes e narrativa é em primeira pessoa alternando entre a Música e alguns relatos de pessoas que o conheceram e passaram por sua vida. Além disso, o autor mistura ficção e realidade, fazendo muitas referências a músicas e cantores famosos. 

Talento é um pedaço da sombra de Deus. E, debaixo dessa sombra, as histórias humanas entrecruzam-se.

Tecnologia do Blogger.